Matérias » Cultura

10 filmes com temáticas históricas para assistir na Netflix

De 12 Anos de Escravidão a Até O Último Homem: os filmes fornecem um relato realista de momentos importantes

Thiago Lincolins e Caio Tortamano Publicado em 27/03/2020, às 08h00

Cena do filme 12 Anos de Escravidão (EUA)
Cena do filme 12 Anos de Escravidão (EUA) - Divulgação

1. A Mulher Mais Odiada dos Estados Unidos (The Most Hated Woman in America), 2017, Estados Unidos, Tommy O'Haver, 92 min

Cena do filme A Mulher Mais Odiada dos Estados Unidos / Crédito: Divulgação

 

Madalyn Murray O'Hair foi uma das figuras mais icônicas dos Estados Unidos durante a década de 60. No auge do conservadorismo cristão do país, que ainda existe em grande parte, a ativista ateísta conseguiu uma liminar para que a justiça americana derrubasse a obrigatoriedade da leitura da Bíblia nas escolas públicas. O filme conta a trajetória dela e como chegou a ser considerada a figura mais detestável no país.


2. 12 Anos de Escravidão (12 Years a Slave), 2013, Estados Unidos, Reino Unido, Steve McQueen, 134 min

Cena do filme 12 Anos de Escravidão /Crédito: Divulgação

 

Baseado na biografia do escritor afro-americano Solomon Northup, o filme apresenta um rico relato sobre a escravidão nos EUA. Assim como aconteceu na vida real, a trama mostra como Northup, um negro livre nascido em Nova York, foi sequestrado em Washington e vendido como escravo. Ao ser levado para Louisiana, Solomon é forçado a trabalhar nas plantações durante 12 anos.


3. Primeiro, Mataram Meu Pai (First They Killed My Father), 2017, Camboja, Estados Unidos, Angelina Jolie, 136 min

Cena do filme Primeiro, Mataram Meu Pai / Crédito: Divulgação

 

Inspirado na história real de Loung Ung, a longa metragem é uma adaptação do livro First They Killed My Father (Primeiro Eles Mataram Meu Pai). O filme reproduz os horrores vividos por Ung e seus familiares durante o regime comunista do Khmer Vermelho. Enquanto a garota treinada para atuar como uma criança-soldado, a sua família havia sido enviada para os campos de trabalho forçado.


4. Até o Último Homem (Hacksaw Ridge), 2016, Estados Unidos, Austrália, Mel Gibson, 139 min

Cena do filme Até o Último Homem / Crédito: Divulgação

 

Desmond T. Doss é um rapaz extremamente religioso que se alista para ajudar os Estados Unidos na Segunda Guerra, mas se recusa a matar qualquer pessoa; e até mesmo segurar uma arma. O filme conta Doss tendo que lidar com essa grande adversidade além de seu desempenho no campo de batalha de Okinawa, no Japão, em que salva mais de 75 homens pela ala médica.


5. O Fotógrafo de Mauthausen (El fotógrafo de Mauthausen), 2018, Espanha, Mar Targarona, 110 min

Cena do filme O Fotógrafo de Mauthausen / Crédito: Divulgação

 

Um fotógrafo catalão que lutou na Guerra Civil Espanhola é preso no campo de concentração de Mauthausen, na Áustria, e se torna o fotógrafo do diretor do local. Depois da derrota nazista na Rússia, o trabalho dele passa ser salvar os registros dos horrores cometidos lá.


6. Ele Está de Volta (Er ist wieder da), 2015, David Wnendt, Alemanha, 116 min

Cena do filme Ele Está de Volta / Crédito: Divulgação

 

O que aconteceria se Adolf Hitler existisse em pleno século 21? O filme responde justamente essa dúvida. Misturando ficção e realidade, a obra cinematográfica exibe um ator desfilando pela Alemanha como Adolf Hitler, que automaticamente é transformado em uma celebridade midiática. Além da insólita atitude das pessoas ao posarem para selfies com o ditador, por exemplo, o filme também apresenta relatos polêmicos.


7. Escobar: A Traição (Loving Pablo), 2017, Fernando León de Aranoa, Espanha, 125 min

Cena do filme Escobar: A Ttrição / Crédito: Divulgação

 

A produção internacional é baseada nos relatos reais descritos em Loving Pablo, Hating Escobar (Amando Pablo, Odiando Escobar), livro escrito pela jornalista Virginia Vallejo. O longa-metragem reproduz o affair de 5 anos entre Vallejo e Pablo Escobar e principalmente o auge do império do traficante e a sua queda. Além disso, a produção também expõe a grande corrupção política na segunda metade do século 20.


8. A Guerra do Vietnã (The Vietnam War), 2017, Ken Burns e Lynn Novick, EUA, 1035 min

 

Cena do filme A Guerra do Vietnã/Crédito: Divulgação

 

A série documental, dirigida por Ken Burns e Lynn Novick, traz aproximadamente 17 horas de conteúdo baseado em relatos de soldados, manifestantes e famílias que vivenciaram o horror vivenciado durante a Guerra do Vietnã. O conflito, que durou aproximadamente 15 anos, resultou em uma catástrofe para os EUA e mais de 1 milhão de mortos.


9. 22 de Julho (22 July), 2018, Paul Greengrass, EUA, 143 min

Cena do filme 22 de Julho / Crédito: Divulgação

 

O filme reproduz de maneira quase realista os ataques da Noruega, ocorridos em 2011, que consistiu numa explosão na zona de edifícios governamentais em Oslo e um tiroteio na ilha de Utøya. Com o roteiro baseado no livro Um de Nós: a História de Um Massacre na Noruega - E Suas Consequências, escrito por Åsne Seierstad, o filme apresenta as consequências dos atentados promovidos por Anders Behring Breivik, um supremacista branco.


10. Império Romano (Roman Empire: Reign of Blood), 2016, Richard Lopez, EUA, Canadá

Cena da série Império Romano / Crédito: Divulgação

 

Baseada nos fatos históricos que fizeram do Império Romano uma das civilizações mais poderosas e influentes do mundo, a série documental apresenta uma história independente em cada uma das 3 temporadas. É narrado, por exemplo, o período de caos durante os impérios de Cômodo, Júlio César e Calígula.