Matérias » Arqueologia

107 anos depois: Veja 5 curiosidades sobre a descoberta do navio Endurance

Na última semana, pesquisadores finalmente identificaram a embarcação que passou 107 anos desaparecida

Redação Publicado em 13/03/2022, às 08h00 - Atualizado em 15/03/2022, às 09h03

O navio Endurance naufragado no oceano Antártico
O navio Endurance naufragado no oceano Antártico - Divulgação / YouTube / Evening Standard

Na última quarta-feira, 9, cientistas anunciaram a notável descoberta do navio Endurance, que estava desaparecido desde 1915 e foi localizado nas profundezas do Mar de Weddell, no oceano Antártico, no Polo Sul.

Pensando nisso, o site Aventuras na História separou 5 curiosidades sobre a antiga embarcação para que você possa entender mais detalhes sobre o importante achado para a arqueologia.
Confira!

1. A missão

Pesquisadores usaram veículos subaquáticos que contavam com câmeras de alta definição e scanners para rastrear o que havia no fundo do mar com o intuito de encontrar o impressionante e famoso navio.

A missão, intitulada Endurance22 em referência à própria embarcação, foi liderada pelo explorador britânico John Shears, cuja equipe também estudou os efeitos da mudança climática na região do oceano Antártico.


2. A descoberta

O navio Endurance / Crédito: Divulgação/YouTube /Evening Standard

Após o barco ser identificado depois de tantos anos desaparecido, a uma profundidade de 3.008 metros, imagens do achado começaram a ser divulgadas, mostrando que as estruturas do navio se mantiveram em um bom estado de preservação por mais de um século.

Entre as estruturas conservadas ao longo desse período em que esteve submerso, está a inscrição do nome “Endurance”, próxima ao convés do navio, que surpreendeu os pesquisadores.


3. Longa demora

O navio demorou 107 anos para ser encontrado nas profundezas do mar, mas isso não foi por acaso, pois realmente havia um motivo que dificultava o processo para sua identificação: as condições climáticas no Mar de Weddell.

Havia pontos que favoreciam a situação dos cientistas: o barco contava com três mastros que seriam facilmente identificáveis e o capitão da embarcação, Frank Worsley, definiu sua localização em 1915. Felizmente, ela foi encontrada a cerca de seis quilômetros do local descrito.


4. O naufrágio

O Endurance naufragou em 1915, depois de se chocar contra o gelo no Mar de Weddell, ao leste da Península Antártica, durante uma missão complicada de 22 meses em que a tripulação batalhou para sobreviver às condições adversas.

Sob a liderança do explorador Ernest Shackleton, 27 pessoas formaram uma equipe que queria ser a primeira a atravessar a Antártica a pé. Eles partiram para o continente em 1914 pela Expedição Imperial Transatlântica no Reino Unido.


5. O que dizem os cientistas

À BBC News, o arqueólogo marinho Mensun Bound, que participou da missão, afirmou: "Sem nenhum exagero, este é o melhor naufrágio de (um navio de) madeira que eu já vi — de longe. Está na vertical, bem imponente e em excelente estado de preservação".

Para o líder da expedição, o geógrafo polar John Shears, "a descoberta do naufrágio é uma conquista incrível". "Concluímos com sucesso a busca de naufrágio mais difícil do mundo, lutando contra a mudança constante do gelo marinho, nevascas e temperaturas chegando a -18°C. Conseguimos o que muitas pessoas diziam ser impossível”, acrescentou.


Para conferir notícias curiosas, não deixe de seguir o site Aventuras na História no Google News. São publicados diariamente notícias, reportagens e matérias especiais sobre momentos históricos. Clique aqui para seguir agora!