Matérias » Personagem

12 anos em coma e ouvindo tudo: A surpreendente saga de Martin Pistorius

Inabilitado durante toda a adolescência, chegou a ser violentado antes de recuperar a saúde e consciência completa

Wallacy Ferrari Publicado em 06/09/2020, às 09h00

Martin Pistorius durante a juventude
Martin Pistorius durante a juventude - Divulgação

Nascido em 1975, Martin Pistorius teve um início de vida normal; crescendo na África do Sul, o jovem brincava nas horas vagas, frequentava a escola regularmente e realizava atividades físicas sem problemas. A virada na sua vida ocorreu na segunda metade dos anos 1980, quando passou a ter mínimas dificuldades na locomoção.

A capacidade motora diminuía gradativamente a partir de seus 12 anos de idade, perdendo, nos dois anos seguintes, os movimentos de todo o corpo. Sem autonomia com os próprios membros, os médicos não conseguiram identificar a doença, especulando se tratar de uma meningite criptocócica ou tuberculose no cérebro.

A doença acometeu o jovem a partir dos 14 anos, que entrou em estrado vegetativo e passou a receber cuidados diários para alimentação, banho e locomoção. Durante os dias, era instalado em clínicas para auxiliar na recuperação e, pela noite, era levado pelo pai Rodney para a residência da família, que cuidava do sono do filho e virava seu corpo de duas em duas horas para não desenvolver escaras.

Martin após ser acometido pela paralisia de membros / Crédito: Divulgação

 

Tempos difíceis

Ao longo dos anos, o dinheiro para manter a saúde do jovem estava acabando; o pai trocou a clínica de alto padrão por uma casa de repouso e, em ocasiões extremas, pagou pessoas sem capacitação para cuidar do filho. O quarto onde morava foi trocado de cômodo, sendo substituído por um bem menor, apenas com uma TV, cama com regulagem e um armário para os cuidados cotidianos.

Na época, os médicos apontaram que o garoto tinha a capacidade cognitiva de um bebê de três meses de idade. A justificativa foi suficiente para entender que o jovem não entendia o que ocorria ao seu redor. Porém, sem conseguir falar e mexendo apenas os olhos, voltou a recuperar a consciência em 1992, com aproximadamente 16 anos. A memória completa e os pensamentos voltaram por volta dos 19 anos, mas o jovem não conseguia provar para ninguém.

Relatos

Por diversas vezes, presenciou brigas dos pais, afirmando que ele era o motivo de ainda estarem sofrendo e desejando a morte. Em outra ocasião, foi sexualmente abusado por uma pessoa contratada para cuidar de sua higiene. Também frustração era a televisão; diariamente, assistia horas de “Barney e Seus Amigos”, série que, posteriormente, afirmou que odiava por ser tão vívida.

Martin Pistorius com a esposa Joanna sorrindo em fotografia pessoal / Crédito: Divulgação

 

Durante anos, seus pais tentaram terapias alternativas para recuperar sua consciência — mesmo sem saber que o jovem já estava entendendo todo o redor. A esperança surgiu com Virna van der Walt, uma aromaterapeuta recém-contratada para cuidar do rapaz, na época com 25 anos. Observadora, notou que o jovem reagia com os olhos a falas e começou a testá-lo com perguntas.

Pistorius conseguia sinalizar com movimentos de positivo e negativo, fazendo Virna provar aos pais que ele tinha a capacidade cognitiva para compreender o mundo ao redor. Em pouco tempo, foi conduzido ao Centro de Comunicação Aumentativa e Alternativa da Universidade de Pretória e, em um ano, já conseguia se comunicar por um computador. Os tratamentos para a recuperação dos movimentos foram retomados.

Em pouco tempo, já conseguia digitar e conduzir sua própria cadeira de rodas. Com um software de fala, compartilhou coisas com familiares e amigos que queria falar há anos, além de conhecer a esposa Joanna, que levou Martin para morar no Reino Unido. Hoje, com 44 anos, o casal já tem um filho e Pistorius trabalha como escritor e palestrante, além de competir em corridas de cadeira-de-rodas nas horas vagas.


++Saiba mais sobre a história de Pistorius através de sua obra disponível na Amazon Brasil.

Quando eu era invisível: A impressionante história de um menino preso ao próprio corpo, Martin Pistorius, 2017 (eBook Kindle) - https://amzn.to/3jN7gwC

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W