Matérias » Personagem

20 anos depois: O que Britney Spears pensa sobre a polêmica apresentação com uma cobra?

Com uma cobra enrolada em seu corpo, a popstar se apresentou com “I’m a Slave 4 U” no VMA’s 2001

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 10/10/2021, às 09h00

Britney em sua famosa apresentação no VMA's 2001
Britney em sua famosa apresentação no VMA's 2001 - Getty Images

Atualmente a cantora pop Britney Spears tem tido atenção constante da mídia e do público devido ao movimento #FreeBritney e à luta para o fim da tutela abusiva de seu pai em cima de sua carreira.

Começando oficialmente em 2019, a hashtag tem recebido apoio de inúmeras celebridades. Após anos de controle por uma tutela abusiva, Spears obteve uma vitória na Justiça no último mês. Seu pai, Jamie Spears, não administra mais a tutela e muito menos a vida pessoal ou profissional. 

Pensando nos anos desde que Britney soltou “...Baby, One More Time”, seu primeiro álbum de estúdio, de 1999, a estrela teve inúmeros momentos icônicos. Um deles chama atenção até hoje. 

No palco das polêmicas

Era 2001 e o VMA’s (MTV Video Music Awards) já tinha se solidificado como um lugar para performances icônicas, com Madonna e sua fantasia de Maria Antonieta e Nirvana e a polêmica “Rape Me”. Um momento que entrou para a História dos EUA,  Britney Spears subiu no palco enrolada em uma cobra enorme e marcou a cultura pop com sua performance de “I’m a Slave 4 U”. 

Do seu visual com o piercing no umbigo à serpente, a apresentação ficou marcada como um dos maiores momentos da cerimônia de prêmios e um dos muitos grandes momentos da estrela durante sua ilustre carreira. 

[Colocar ALT]
Crédito: Getty Images

A performance, que fez aniversário de vinte anos no mês passado, em 6 de setembro, foi feita com uma píton Birmanesa, uma espécie muito comum de cobras de estimação, até que muitas pessoas perceberam que os animais ficavam grandes demais para que pudessem ser cuidados propriamente em casa.

Britney e a cobra 

O cuidador de animais Michael Hanon, fornecedor da píton para esse momento da cantora, explicou ao Today que Britney estava com muito medo da cobra antes da performance. 

Em especial, o maior pavor era o de que o animal pudesse a morder enquanto cantava seu hit, preocupação que foi alvo de uma brincadeira pelo profissional, que disse para a estrela: “Você é a Britney Spears, se essa coisa te morder, acho que perco meu emprego".

Admirando a profissionalidade da cantora, Michael Hanon afirmou que Britney no fim ficou mais confortável com a serpente e conseguiu fazer a performance de maneira que realmente se tornasse um momento icônico na carreira dela.

'Que loucura'

No entanto, em conversa com a plataforma de notícias E! News, Britney Spears revelou em 2016 que se arrepende da apresentação - em especial de envolver a serpente na performance.

Britney também respondeu se voltaria a fazer uma apresentação do tipo: “Meu Deus! Que loucura! Porque fiz aquilo?”, acrescentando: “Não faria novamente, foi muito estúpido”.

Crédito: Getty Images

 

A artista não revelou o motivo por trás dessa sua opinião - podendo ser ligada à questão das organizações que criticaram a sua performance, ou não. De qualquer maneira, Britney Spears não aprova a sua performance.

Na época da premiação VMA’s 2001, a cantora foi cobrada por alvo de diversas organizações a favor dos direitos dos animais, incluindo a grande ONG PETA.

"Ela devia ter levado em conta o apuro de animais selvagens captivos que são enjaulados e obrigados a aguentar luzes brilhantes, multidões e níveis assustadores de barulho", disse o órgão em entrevista ao The Guardian.