Matérias » Saúde

20 mil doses de vacina chinesa contra covid-19 chegam ao Brasil para testes

As aplicações iniciarão na próxima terça-feira, 21, e serão feitas pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac-Biotech

Wallacy Ferrari Publicado em 20/07/2020, às 13h13

Imagem ilustrativa de um teste positivo para coronavírus
Imagem ilustrativa de um teste positivo para coronavírus - Pixabay

A vacina contra o novo coronavírus produzida pelo laboratório chinês Sinovac-Biotech desembarcou no aeroporto de Guarulhos na madrugada desta segunda, 20, no Brasil. O voo da companhia aérea Lufthansa saiu no domingo, 19, de Frankfurt, carregando 20 mil doses para testes da vacina pelo Instituto Butantan.

As doses serão distribuídas a partir de terça-feira, 21, em 12 centros hospitalares de cinco estados — São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul — e no Distrito Federal, sendo inicialmente aplicadas em profissionais selecionados do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Mais de um milhão de pessoas entraram no portal do governo do Estado de São Paulo para se inscrever como voluntários, mais apenas profissionais da saúde seriam recrutados, com a previsão de 9 mil selecionados.

Caso a vacina tenha a eficácia comprovada, a parceria da SinoVac com o Butantan prevê a transferência de tecnologia do medicamento para a produção em massa no para o país.

Em Bangladesh, a mesma vacina produzida pela empresa biofarmacêutica já está em estágio avançado de distribuição, liberado na manhã desta segunda-feira, 20. A aplicação está na terceira fase, sendo realizado pelo Centro Internacional de Pesquisas de Diarreia de Bangladesh (ICDDR).