Matérias » Personagem

25 anos de mistério: o sumiço eterno de Richey Edwards

Um dos nomes mais proeminentes do rock nos anos 90 simplesmente desapareceu em 1995

Caio Tortamano Publicado em 04/10/2020, às 16h18

Richey Edwards em clipe da banda Manic Street Preachers
Richey Edwards em clipe da banda Manic Street Preachers - Divulgação - Youtube

Logo no início dos anos 90, a banda Manic Street Preachers se tornou uma das mais polêmicas, especialmente com o sucesso do punk e rock alternativo. Depois do álbum de estreia, Suicide Alley, um músico talentoso entrou no grupo, era Richey Edwards, que se tornou guitarrista e compositor da banda, bem como a sua mais famosa face.

A banda tratava de temáticas depressivas, falando muito sobre a falta de esperança num futuro melhor e no sistema social, com total influência do punk. O visual glam rock estava presente nos figurinos e estilo andróginos de seus participantes, relembrando David Bowie, com seu personagem Ziggy Stardust.

No entanto, a carreira de Edwards tomou um rumo inesperado em 1° de fevereiro de 1995 quando, pouco antes de embarcar para uma viagem tendo como destino os Estados Unidos, desapareceu. Foi visto pela última vez em seu carro, saindo do hotel onde estava com a banda em Londres em direção a sua terra natal, o País de Gales.

O vocalista da banda, James Dean Bradfield, estava hospedado com ele. Deveriam pegar um avião para começar a turnê do álbum The Holy Bible. Todavia, não aconteceu. A única pista que os investigadores tinham era o fato de ele ter sacado 2.800 libras de sua conta bancária.

Indícios

A próxima dica do paradeiro de Edwards surgiu em Newport: um taxista levou o cliente pelo interior do país, inclusive passando pela cidade natal do músico, Blackwood, onde seria o seu destino final. O motorista contou aos policiais que o passageiro tinha pedido para dormir no banco de trás enquanto fazia o trajeto.

Richey Edwards durante entrevista / Crédito: Divulgação - Youtube

 

Quando chegaram, o artista disse que aquele não era o lugar certo, e pediu para ser levado até a estação de trem de Pontypool. De lá, Richey teria se dirigido até um centro comercial em Severn, também em Gales. 

Carro e suicídio

O carro de Edward foi encontrado em 17 de fevereiro, abandonado. A polícia descobriu que o automóvel estava sem bateria, e contava com uma pequena coleção de fotos de sua família. Assim, investigadores começaram a se preocupar com o fato de Severn ter passado por uma ponte famosa por ter pessoas que tiravam a própria vida.

Como consequência, foi levantada a suspeita de que o músico teria tirado a própria vida, entretanto, sua família e amigos mais próximos descartaram a possibilidade. Inclusive, em entrevista anterior, o artista chegou a dizer que “isso não vem à minha mente. Acho que sou mais forte do que isso, eu sou um cara franzino mas sei aguentar bem a dor”.

A polícia local, responsável por investigar o desaparecimento no País de Gales, recebeu diversas críticas quanto aos métodos utilizados e por não terem priorizado as buscas por Edwards.

Em 2002, sete anos depois do desaparecimento, a família de Richey tinha a opção de aceitar e declarar legalmente a situação dele como morto, mas resolveram esperar mais tempo, na esperança de que fosse aparecer. Isso durou até 2008, quando, em 23 de novembro, foi declarado como morto presumido.


+Saiba mais sobre a História da música por meio de obras disponíveis na Amazon:

O livro da música clássica, de Vários Autores (2019) - https://amzn.to/2UXEqQy

Como Ouvir e Entender Música, de Aaron Copland (2017) - https://amzn.to/3c8V7ht

Falando de música, de Leandro Oliveira (2020) - https://amzn.to/2xkz6O5

Uma história da música popular brasileira: das Origens à Modernidade, de Jairo Severiano (2013) - https://amzn.to/34wM1sj

Uma breve história da música, de Roy Bennett (1986) - https://amzn.to/3a35ylg

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W