Matérias » Netflix

Para maratonar na Netflix: 5 produções sobre crimes bizarros

De 'Night Stalker' a 'Palhaço Assassino', a Netflix conta com produções intrigantes sobre true crimes

Redação Publicado em 24/04/2022, às 06h00 - Atualizado em 15/05/2022, às 06h00

Imagens promocionais de produções da Netflix
Imagens promocionais de produções da Netflix - Divulgação/Netflix

Lançada pela Netflix no mês de abril, a série documental 'Conversando com um serial killer: o Palhaço Assassino' até mesmo parou no top 10 das produções mais assistidas da plataforma de streaming na semana do lançamento.

A produção conta com áudios de John Wayne Gacy, responsável pelo assassinato de 33 garotos entre 1972 e 1976. Nas gravações, ele não só detalha os crimes com extrema frieza, mas também relembra outros fatos de seu passado. 

Divulgação: Netflix

Na produção dirigida por Joe Berlinger, também estão presentes relatos dos profissionais envolvidos nas descobertas de corpos na própria casa de Gacy, que até mesmo chegava a fazer bicos como palhaço, e também imagens de arquivo das investigações. 

Pensando no lançamento da produção macabra, o site Aventuras na História separou outras produções presentes na Netflix que também mergulham em crimes tétricos. 

1. 'Conversando com um serial killer: Ted Bundy'

Lançada em 2019, e também com direção de Joe Berlinge, a produção segue o mesmo formato do que os espectadores encontram em 'o Palhaço Assassino'. Com um episódio a mais que a recente produção da Netflix, a série documental recupera áudios de Ted Bundy, que confessou a morte de 36 mulheres, embora as autoridades indiquem que ele é responsável por, pelo menos, 100 óbitos. 

Na produção, Bundy dá a sua própria visão sobre os insólitos crimes e também são apresentadas imagens de arquivo sobre o caso, que resultou na morte do serial killer na sua execução em 24 de janeiro de 1989.


2. 'Night Stalker: Tortura e Terror'

A série documental lançada pela Netflix em 2021 relembra a saga perturbadora de Richard Ramirez, serial killer que aterrorizou Los Angeles, nos EUA, em 1985.

Neste período, Richard Ramirez cometeu 13 assassinatos, marcados pela violação sexual. A produção conta com relatos de quem acompanhou o caso do “Perseguidor Noturno”, que até mesmo ficou conhecido por acumular 'fãs'. 

Divulgação: Netflix

“Em todos os meus anos cobrindo julgamentos em Los Angeles, nunca vi um réu com mais apelo sexual do que Richard Ramirez. Ele tinha esse tipo de magnetismo animal, um carisma que mulheres achavam atraente”, disse Tony Valdez, que é repórter da Fox KTTV News, na produção da Netflix. 

“Sim, havia mulheres que queriam transar com Ramirez simplesmente porque ele era famoso, é como a síndrome de Hollywood”, afirmou também Zoey Tur, jornalista do Los Angeles News Service, referindo-se ao comportamento manifestado por pessoas que querem relacionamentos com estrelas de cinema, tendo como principal motivo a fama dessas celebridades.


3. Cenas de um homicídio: Uma Família Vizinha

Com produção de Jenny Popplewell, 'Cenas de um homicídio: Uma Família Vizinha', apresenta nos primeiros minutos a saga de um pai que se demonstra desesperado com o sumiço de sua mulher e as duas filhas.

No entanto, o desenrolar da produção logo mostra que a história é outra, e completamente perturbadora. 

Divulgação: Netflix

Com imagens das investigações e até mesmo registros feitos por Shannan, os assinantes da plataforma de streaming descobrem como Chris Watt, matou não só a esposa, mas também as filhas Bella, de 4 anos, e Celeste de 3.


4. O Estripador

Lançada pela Netflix em 2020, 'O Estripador' conta a com direção de Ellena Wood e Jesse Vile e mergulha a saga de Peter William Sutcliffe, que no fim dos anos 70 se envolveu em uma série de crimes que tinham como vítimas mulheres da Inglaterra. 

Divulgação: Netflix

Com imagens de arquivo e relatos detalhados sobre um dos mais infames assassinos em série da história, a produção é outra aposta para quem assistiu a série documental sobre o caso John Wayne Gacy.


5. Cena do Crime - O Assassino da Times Square

A última indicação da lista é uma série documental lançada pela Netflix no ano passado. A Times Square, em Nova York, que hoje impressiona turistas pelos grandes telões e movimento constante de pessoas, foi alvo de um assassino na década em 1970. 

A produção investiga os detalhes do crime e mostra como o criminoso atacava mulheres com o objetivo de colocar em práticas as mais grotescas fantasias.