Matérias » Segunda Guerra

5 vezes em que bombas da Segunda Guerra quase causaram estragos na atualidade

De evacuação municipal a estouro em cozinha, os artefatos explosivos das batalhas mais mortíferas da história ainda causam pânico pelo mundo

Wallacy Ferrari Publicado em 17/12/2020, às 11h30

A bomba desarmada em Berlim
A bomba desarmada em Berlim - Polizei Berlin

Com o auxílio da arqueologia, o encontro e coleção de itens relacionados a importantes períodos históricos da humanidade se tornou cotidiano devido aos inúmeros registros e vestígios que podem ser descobertos com o auxílio de ferramentas de escavação e escaneamento.

Por se tratar de artefatos que marcaram a história recente, os itens da Segunda Guerra Mundial não ficam de fora; entusiastas por todo o mundo compram e desenterram diversos objetos que fizeram parte do confronto mais mortal da história. Contudo, engana-se quem acredita que a força bélica dos artefatos se perderam com o tempo.

Unido episódios que chegaram perto de tragédias, o site Aventuras na História separou uma lista de objetos explosivos encontrados na atualidade que quase causaram estragos. Confira!

1. Evacuação total

O dia 6 de dezembro de 2020 caiu em um domingo, perfeito para um passeio fora de casa. Essa, inclusive, foi a recomendação das autoridades do bairro nobre de Gallus, em Frankfurt, na Alemanha. A orientação era causada após o encontro de uma bomba britânica confeccionada durante a Segunda Guerra, contendo mais de 500 quilos.

Sabendo da desativação, cerca de 12,8 mil moradores locais deixaram suas casas ainda pela manhã, como informou a DW. A detonação foi descartada pela possibilidade de destruição em um raio de 700 metros, sendo desativada cuidadosamente durante duas horas, evitando que uma tragédia maior ocorresse.


2. Mini-tsunami

Em outubro de 2020, uma equipe de arqueólogos poloneses localizou a maior bomba da Segunda Guerra já encontrada na história do país, tendo seis metros de comprimento e impressionantes 2,4 toneladas só de explosivos, totalizando uma estrutura de 5,4 toneladas. Nomeada como Tallboy, ela foi lançada pela Aeronáutica britânica em 1945.

Fotografia aérea registra explosão de bomba em canal após detonação / Crédito: Divulgação / BBC

 

Contudo, preocupação local era de como se livrar da bomba com segurança; a ideia foi detonar a bomba debaixo d’água com um processo de deflagração. Instalada a 12 metros de profundidade em um canal polonês, o ato ainda contou com a evacuação de 750 pessoas que trabalhavam na região e na detonação, sendo explodida com sucesso e sem feridos, como noticiou a BBC.


3. Terremoto surpresa

Em junho de 2019, as autoridades alemãs não conseguiram conter uma bomba; na região de Limburg-Ahlback, os moradores locais ouviram um estrondo seguido de fortes vibrações, semelhantes às de um terremoto. A descoberta foi feita pouco depois, quando uma cratera, com dez metros de largura e 4 de profundidade foi descoberta na zona rural.

O estouro era de uma bomba com cerca de 250 quilos, que acabou se "autodestruindo" após a deterioração de um dispositivo químico nos componentes do artefato — mas não atingiu a zona urbana, sem moradores feridos, como informou a revista Galileu. Na ocasião, o governo estimou que 10% dos explosivos do país confeccionados durante a Segunda Guerra não explodiram em ataques.


4. Dando uma lavada

Em 2013, no pequeno vilarejo de Wittering, no condado de Cambridgeshire, Inglaterra, uma senhora de 65 anos, identificada como Carole Longhorn, foi responsável por protagonizar um episódio bizarro; cuidado de seu jardim com uma espátula, sentiu um objeto metálico sob a terra e decidiu retirá-lo. Pouco depois, chamou o marido Clive, para ver a descoberta.

Bomba encontrada no quintal do casal de idosos na Inglaterra / Crédito: Divulgação

 

Para a surpresa do homem ao chegar na cozinha, a companheira estava lavando um explosivo na pia, como noticiou a BBC. O deteriorado artefato foi tomado pelo marido e entregue a polícia local, que direcionou o chamado ao esquadrão especializado. A equipe constatou que o artefato ainda estava ativado, mas conseguiu detonar com segurança e evitar uma tragédia.


5. Pesadelo na cozinha

Na semana seguinte à evacuação em Gallus, na Alemanha, um outro artefato explosivo foi encontrado, mas dessa vez em Deal, na Inglaterra. Jodie Crews estava junto da filha Isabella quando encontrou um item bastante deteriorado em uma praia. Acreditando tratar-se de um fóssil, o objeto foi armazenado em casa, embaixo da pia da cozinha.

Dias depois, Jodie continuou curiosa e decidiu tocar o artefato com um alfinete, que começou a soltar uma estranha fumaça. Com medo, ela correu para fora da casa com a filha, ouvindo uma forte explosão, responsável por estourar a pia e as louças ao redor. Após a averiguação policial, a foto registrada pela mulher antes da explosão comprovava que tratava-se de uma bomba da Segunda Guerra.


+Saiba mais sobre a Segunda Guerra em grandes obras disponíveis na Amazon:

Box Memórias da Segunda Guerra Mundial, de Winston Churchill (2019) - https://amzn.to/2JWtKex

A Segunda Guerra Mundial, de Antony Beevor (2015) - https://amzn.to/2Rr2xFa

A Segunda Guerra Mundial: Os 2.174 dias que mudaram o mundo, de Martin Gilbert (2014) - https://amzn.to/34DnO3T

Os mitos da Segunda Guerra Mundial, de Vários Autores (2020) - https://amzn.to/2VdiMXa

Continente selvagem: O caos na Europa depois da Segunda Guerra Mundial, de Keith Lowe (2017) - https://amzn.to/2RqF32D

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W