Matérias » Personagem

A agitada vida sexual do obsceno Luís XIV, o Rei Sol

Na época, a atração pelo monarca, considerado feio e baixinho, era tanta que o monarca tornou-se um astro na cama

André Nogueira Publicado em 03/03/2020, às 10h00 - Atualizado às 10h29

Luís XIV da França em pintura oficial
Luís XIV da França em pintura oficial - Getty Images

Por incrível que pareça, o famoso monarca francês Luís XIV fazia muito sucesso entre as mulheres. Na época, metade da população francesa queria acabar na cama do baixinho, barrigudo e corado Rei Sol. Para os padrões da época, o Bourbon era considerado belo e sexy.

Luís era claramente adúltero e infiel, chegando a ter diversas amantes durante o seu governo, que durou entre 1643 e 1715. Além das diversas vezes em que largou Maria Teresa para pular a cerca, o monarca ainda teve diversos filhos, chegando a legitimá-los e reconhecê-los como forma de agradar as suas concubinas.

A decisão revoltou o Segundo Estado (alto clero) e os membros da própria corte. A relação de Luís com as mulheres de sua vida foram inclusive, objeto de um estudo da historiadora inglesa Antonia Fraser, autora de O Amor e Luís XIV, com histórias pouco conhecidas reproduzidas em folhetins, da interação entre o rei e sua mãe Ana, sua esposa e suas amantes.

Casamento de Luís XIV / Crédito: Wikimedia Commons

 

“Ser seduzida por Luís XIV dificilmente representava um destino desagradável. Os indícios mostram que as damas correspondiam, em igual ou maior medida, desfrutando do prazer tanto quanto das recompensas materiais”, afirmou a historiadora em sua obra.

O incômodo gerado pela quantidade de adultérios com os quais o Rei Sol estava envolvido gerava grande rebuliço. É difícil de calcular o nível de impacto que isso pode ter gerado em seu governo, mesmo que ele nunca tenha sido derrubado ou afastado. Mesmo o número de filhos bastardos de Luís é difícil de estimar, mas tem-se certeza de pelo menos dezoito.

Entre as amantes do monarca, três mulheres se destacaram por conta da longevidade da relação: Louise de La Vallière, Athénais de Montespan e Françoise d’Aubigné. A primeira, que perdeu a virgindade com Luís, começou a se relacionar com ele entre os 16 e os 26 anos, tempo em que sofreu grandes humilhações.

O Rei da França e seus herdeiros / Crédito: Wikimedia Commons

 

Louise chegou a ter um filho com o rei, em sigilo, numa casa em Paris. “O médico foi escoltado numa carruagem anônima e entrou na casa com os olhos vendados. Lá, ele ajudou uma dama mascarada a dar à luz”, alega Fraser sobre o evento ocorrido em 1663. A moça era bastante apaixonada pelo Bourbon, mas logo o amor deixou de ser recíproco e Louise foi trocada por Athénais.

Essa nova moça, no auge de seus 20 anos, era casada e carismática. Diferente do que se esperava na época, ela era abertamente fã de sexo, querendo encontrar Luís XIV ao menos três vezes ao dia para a prática. Como consequência, quatro dos seis de seus filhos tinham o Rei da França como pai.

Aos 40 anos, Luís conheceu e se tornou amante de Françoise d’Aubigné, que se tornou Marquesa de Maintenon pouco antes de ser obstinada à posição de esposa secreta do rei (num momento em que Luís XIV era recém-viúvo). Segundo Fraser, Françoise era uma moça recatada e tranquila, e foi escolhida pelo monarca por conta da relação dele com a mãe.

Françoise d’Aubigné / Crédito: Wikimedia Commons

 

“Boas mulheres – no sentido moral – sempre foram fascinantes para Luís XIV. E, apesar de toda a sua justificada reputação de promiscuidade na juventude, e o estabelecimento de seu harém aos 30 anos, nota-se que ele passou pelo menos metade de seus 77 anos na companhia delas”, explica ela.

Adultério e sacanagem eram coisas bastante comuns nas cortes europeias, e os franceses em Versalhes eram continentalmente famosos por conta de sua libertinagem e abertura para esse tipo de coisa, muito mais que uma família como a portuguesa, por exemplo. Porém, Luís XIV levou isso a um nível pouco saudável ao próprio governo e, se o Estado era ele, o Estado era pervertido e obsceno.


+ Saiba mais sobre Luís XIV pelas obras abaixo: 

O amor e Luís XIV, de Antonia Fraser (2010) - https://amzn.to/3anV9kH

LUIS XIV: A Biografia (2019) - https://amzn.to/2VK1NOb

A fabricação do rei: A construção da imagem pública de Luís XIV, de Peter Burke (1994) - https://amzn.to/2IerBKz

A esposa secreta de Luís XIV, de Veronica Buckley (2012) - https://amzn.to/39kD2Mr

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.