Matérias » Entretenimento

A cena que Matthew Perry se recusou a gravar em Friends: 'Não vamos fazer isso'

Ator que deu via a Chandler Bing considerou narrativa ofensiva à comunidade LGBTQIA+

Fabio Previdelli Publicado em 17/10/2021, às 08h00 - Atualizado às 18h00

Matthew Perry como Chandler Bing em Friends
Matthew Perry como Chandler Bing em Friends - Divulgação/ HBO MAX

Considerada por muitos como uma das melhores sitcoms da televisão, Friends marcou toda uma geração e, ainda hoje, continua fazendo um sucesso estrondoso. Não à toa, a trama de David Crane e Marta Kauffman ficou no ar por quase uma década — foram 236 episódios entre 22 de setembro de 1994 e 6 de maio de 2004.  

Entretanto, na mesma medida que chegaram os prêmios também surgiram as críticas. Se encaixando naquela lista de produções que ‘envelheceram mal’, Friends é acusada por piadas com homofobia, gordofobia e sexismo, além da desaprovação pela falta de representatividade da comunidade negra — o que a torna um perfeito exemplo de sua época. 

Criticá-la, todavia, não significa uma depreciação da obra, mas sim mostra como o pensamento comunitário e inclusivo evoluiu com o passar dos anos. Além do mais, é inevitável discutir como seu enredo influenciou outras tantas produções, que vira e mexem fazem referência a Friends.  

Se todos esses fatores causam esse debate, a discussão em torno da trama protagonizada por Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, Matthew Perry, Matt Le Blanc e David Schiwmmer poderia ser ainda pior caso um episódio em específico não fosse ‘barrado’ por um dos atores. Entenda! 

A cena que Chandler não quis fazer 

Em 2017, o atorMatthew Perry, que deu vida a Chandler Bing, foi entrevistado no talk-show ‘Watch What Happens Live with Andy Cohen’ em 2017. Participando de um quadro com perguntas polêmicas, onde ele só poderia optar por não responder uma delas, Perry foi ‘obrigado’ a revelar qual cena da sitcom ele se recusou a gravar.  

“Havia uma história em Friends em que Chandler foi a um clube gay porque realmente gostava dos sanduíches de lá”, explicou. “E eu liguei para os roteiristas e disse ‘não vamos fazer isso’.” 

Porém, o assunto se resumiu a isso. Maiores detalhes só foram revelados em 2019, quando o escritor Saul Austerlitz publicou o livro ‘Generation Friends: An inside look at the show that definied a television’  (ou ‘Geração Friends: um olhar pode dentro do seriado que definiu a era da televisão’, em tradução livre), em homenagem aos 25 anos da produção. 

Costumeiramente, a sexualidade de Bing era alvo de piadas entre os demais personagens e até mesmo o próprio Chandler.

Sendo assim, os roteiristas acharam que seria interessante se ele frequentasse um bar gay apenas por considerar o sanduíche de atum e queijo de lá o melhor de Manhattan.

A ideia é de que um homem como Chandler em tal ambiente seria hilário, além disso, seus amigos o ridicularizariam em todo o episódio por conta disso. Matthew, todavia, não enxergou a ‘piada’ com os mesmos olhos e se recusou a gravá-la, considerando-a ofensiva contra a comunidade LGBTQIA+. 

“Perry disse não e a história foi engavetada”, conta Austerlitz. 

Mesmo que a cena não tenha sido gravada, uma história parecida foi filmada nas últimas temporadas da série. Em um episódio, como recorda matéria do El País, Chandler viaja para Las Vegas para se encontrar com seu pai, uma artista transgênero que adotou o nome de Helena Handbasket

A cena gerou, atualmente, inúmeras críticas pela maneira como a personagem interpretada por Katlen Turner é tratada — apesar da inclusão do grupo ter sido um marco inovador na época, o tratamento dado a Handbasket não chegou perto de ser o ideal. 


+Saiba mais sobre Friends através de grandes obras disponíveis na Amazon:

Generation Friends: An Inside Look at the Show That Defined a Television Era (English Edition), de Saul Austerlitz (eBook) - https://amzn.to/2YYOHR5

Friends forever – aquele sobre os episódios; o livro oficial dos 25 anos de Friends, de Gary Susman e outros (2020) - https://amzn.to/3vip4X7

Friends: O Livro de Receitas Oficial, de Amanda Yee (2020) - https://amzn.to/3FR5Xs3

Friends: Central Perk Light-Up Sign, de Michelle Morgan (2020) - https://amzn.to/3aJ5ObU

The Unofficial Friends Word Search, Jumbles, and Trivia Book, de Miranda Powell (2019) - https://amzn.to/3aGVZLS

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W