Matérias » Curiosidades

A confusão envolvendo a foto do beijo roubado na Segunda Guerra

A identidade da enfermeira representou um mistério durante anos; saiba mais!

Giovanna de Matteo Publicado em 17/08/2020, às 11h48

Greta Zimmer e George Mendonsa
Greta Zimmer e George Mendonsa - Getty Images

Era 14 de agosto de 1945 quando as ruas de Manhattan, Nova York, se encheram de pessoas para comemorar o V-J Day (Dia da Vitória sobre o Japão), anunciando finalmente o fim da Segunda Guerra Mundial. Uma dessas pessoas era a enfermeira Greta Zimmer Friedman, que não imaginaria que entraria para a história por causa de um beijo roubado e registrado pelos olhos do fotógrafo Alfred Eisenstaedt.

Greta, que trabalhava na Times Square como ajudante de dentista não perdeu a oportunidade e foi às ruas para ver de perto a celebração. Entre gritos de felicidade, letreiros brilhosos nos prédios e suspiros de alívio, a enfermeira foi surpreendida por um beijo na boca, que depois se tornaria um dos beijos mais famosos da história.

"De repente, um marinheiro me agarrou. Não foi tanto um beijo, foi mais um ato de celebração: ele não tinha mais que voltar para o Pacífico, na frente onde havia combatido. Me tomou nos braços porque me viu vestida de enfermeira e estava agradecido a todas as enfermeiras. Não foi algo romântico, mas um forma de dizer: "Graças a Deus a guerra terminou”, contaria Greta 60 anos depois sobre o beijo que o marinheiro George Mendonsa roubou dela. 

O fotógrafo que registrou o momento icônico publicou a foto na revista Life, onde ela se tornaria famosa. A enfermeira afirmou que só foi descobrir a existência da imagem 20 anos depois. Quando se viu ali, contatou a Life, que não acreditou na sua identidade declarando que já teriam encontrado a enfermeira da foto.

Desde que a foto ficou famosa, várias pessoas tentaram assumir a identidade do casal. A Life afirma que onze homens alegaram ser o marinheiro e três mulheres disseram ser a enfermeira. Edith Slain foi uma delas, e por muitos anos foi considerada a verdadeira. Ela afirmava que teria deixado o marinheiro a beijar por que ele já havia estado na guerra.

Confusão histórica

A confusão envolvendo Edith, que morreu em 2010 aos 91 anos, só foi ser resolvida após a publicação do livro "O Marinheiro que Beijava: O Mistério por trás da Fotografia que Acabou com a Segunda Guerra Mundial", publicado em 2012 por Lawrence Verria e George Galdorisi. Eles se dedicaram a recolher diversos depoimentos e evidências sobre a foto, entre eles, existia a análise da estatura e do cabelo da enfermeira, que batia com a de Greta Zimmer.

Em 2012, a Life publicou um artigo de uma pesquisa detalhada, no qual concluía que Greta e George eram os protagonistas oficiais da imagem. A revista os chamou para um reencontro entre os dois, que na verdade nunca tinham se conhecido ou conversado antes.

Eles contaram que o beijo foi algo espontâneo, que aconteceu por alguns minutos e que depois de acabado, cada um seguiu por lados opostos, sem ao menos terem falado seus nomes.  “Eu tinha ido com uma amiga a um show no Radio City Hall, quando interromperam para dizer que a guerra havia acabado. Fui para o lado de fora, estava exultante, vi uma enfermeira e a beijei por pura alegria”, declarou Mendonsa. Ainda que a identidade dos protagonistas da foto ainda cause dúvidas, veículos de comunicação americanos e agências internacionais já fizeram uma homenagem a Greta após sua morte.


+Saiba mais sobre a Segunda Guerra Mundial por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Box Memórias da Segunda Guerra Mundial, de Winston Churchill (2019) - https://amzn.to/2JWtKex

A Segunda Guerra Mundial, de Antony Beevor (2015) - https://amzn.to/2Rr2xFa

A Segunda Guerra Mundial: Os 2.174 dias que mudaram o mundo, de Martin Gilbert (2014) - https://amzn.to/34DnO3T

Os mitos da Segunda Guerra Mundial, de Vários Autores (2020) - https://amzn.to/2VdiMXa

Continente selvagem: O caos na Europa depois da Segunda Guerra Mundial, de Keith Lowe (2017) - https://amzn.to/2RqF32D

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W