Matérias » Música

Os dias finais de um ícone: a família de Freddie Mercury sabia de sua doença?

O vocalista do Queen teve de ser direto e falar sobre a doença quando perguntado

Wallacy Ferrari Publicado em 28/10/2020, às 12h41

Freddie Mercury em apresentação com o Queen na Hungria
Freddie Mercury em apresentação com o Queen na Hungria - Divulgação/Youtube/VIDEO REMASTER ITA/23.12.2018

Com uma marcante presença de palco e extensão vocal, Freddie Mercurymarcou a história do rock mundial como vocalista do Queen, sendo um símbolo mundial de energia e festa durante os anos 1980. A interrupção do êxtase do “Mr. Fahrenheit”, no entanto, ocorreu em 1987, quando o astro foi diagnosticado como portador do vírus HIV.

Mesmo após a descoberta, o cantor escondeu a doença de pessoas próximas, restringindo a informações apenas para amigos inteirados no assunto, como Elton John, que era publicamente conhecido por amparar Ryan White — garoto americano expulso da escola por ter contraído HIV após tratamento com sangue — anos antes da notícia.

No livro 'O amor é a cura: Sobre vida, perdas e o fim da AIDS', John relatou a vontade do bigodudo em prosseguir as atividades sem levantar desconfianças: “Eu sabia exatamente o que iria acontecer com Freddie. Mas ele era extremamente corajoso. Manteve sua agenda e seguiu se apresentando com o Queen. Ele continuava aquele cara engraçado, a pessoa generosa que sempre foi”.

Mercury em show com o Queen na Hungria / Crédito: Divulgação/Youtube/VIDEO REMASTER ITA/23.12.2018

 

Próximo do estágio final

Antes de tratamentos comprovadamente capazes de retardar o avanço da imunodeficiência, o diagnóstico de AIDS era tratado como um sinônimo de morte — e Freddie acatou o veredito. Em entrevista rara, feita pelo jornal britânico Express, o cunhado do cantor, Roger Cooke, revelou como o vocalista do Queen externou a notícia trágica aos parentes.

De acordo com ele, Mercury não disse diretamente que tinha o vírus HIV, mas fez questão de deixar claro que sofria uma enfermidade terminal: "Nós gradualmente ficamos conscientes que ele tinha uma doença, mas nós não tínhamos ideia do que era ou o quão grave era [...] Então, em agosto de 1990, Kash [irmã de Mercury] e eu vimos uma marca no pé dele. Era um sarcoma de Kaposi [lesão causada por câncer de pele]".

Perguntado sobre a lesão, Mercury afirmou que as dores frequentes relatadas e a dificuldade de realizar ações cotidianas eram consequências de uma inevitável doença: "Vocês têm que entender que o tenho é terminal. Eu vou morrer", acrescentou o músico, de acordo com Cooke.

Mary Austin, Jim Hutton e Freddie Mercury reunidos em foto / Crédito: Divulgação/Twitter/queenarchive/04.12.2018

 

Entendendo a doença

A notícia subliminar foi entendida com confusão pelos familiares, porém, uma música composta por Freddie auxiliou na descoberta: "Nós não compreendemos imediatamente. Nós estávamos dirigindo, eu coloquei uma fita cassete e de todas as coisas havia ele cantando 'Who Wants To Live Forever' [Quem Quer Viver Para Sempre, em tradução livre]. Isso, de repente, trouxe para casa o significado do que ele tinha falado".

Nos anos seguintes — já com a agenda de festas e shows encerrados — o músico optou por gravar o máximo de músicas com seu grupo enquanto conseguiu, posteriormente optando pela reclusão na lendária mansão Garden Lodge, junto de seu companheiro Jim e, em visitas frequentes, de sua ex-noiva Mary Austin.

A doença só foi revelada publicamente um dia antes de sua morte, quando não apenas explicou a gravidade do diagnóstico, como orientou os fãs e médicos por todo o mundo a ajudarem no combate ao preconceito e na busca pela cura. Freddie Mercury faleceu em 24 de novembro de 1991, aos 45 anos, vítima de uma broncopneumonia intensificada com os problemas da AIDS.


++VÍDEO: Conheça Jim Hutton, o grande amor de Mercury


+Saiba mais sobre Freddie Mercury em grandes obras disponíveis na Amazon:

Freddie Mercury: A biografia definitiva, Lesley-Ann Jones (2013) - https://amzn.to/2RGcM9q

Queen nos bastidores, Peter Hince (2012) - https://amzn.to/2slRCm9

Queen, Phil Sutcliffe (2011) - https://amzn.to/2Pat1tC

A Verdadeira História do Queen, Mark Blake (2015) - https://amzn.to/2EaAjaE

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W