Matérias » Cultura

Os Simpsons: A História segundo uma das animações mais icônicas do mundo

Neste dia, há exatos 30 anos, Os Simpson tinham sua estréia na televisão. Ao longo de 31 temporadas, a turma de Springfield já fez piada do nascimento de Jesus aos casamentos de Henrique VIII

Marcel Nadale Publicado em 17/12/2019, às 10h00

Cena do nascimento de Jesus interpretada pelos Simpsons
Cena do nascimento de Jesus interpretada pelos Simpsons - Divulgação/ Fox

Há 30 anos no ar, o desenho animado Os Simpsons não fez história apenas entre os seriados americanos - ele também refez a outra História, aquela com h maiúsculo. A atração, que é uma das mais antigas em exibição nos Estados Unidos (perdendo somente para Saturday Night Live), usou e abusou das trapalhadas de Bart, Homer, Marge, Lisa e Maggie para parodiar fatos e mitos que marcaram época. Até mesmo o vovô Simpson, o Sr. Burns e Nelson entraram na jogada.

Criado pelo cartunista Matt Groening, o desenho nasceu como esquetes do finado programa The Tracey Ullman Show, em 1987. Mas foi como um especial de Natal, em 1989, que a animação ganhou o gosto do público. Com 30 temporadas completas e mais de 440 episódios, o seriado discute História com uma linguagem pop. E, quando não são eles que viajam ao passado, é o passado que vem ao presente: Isaac Newton e Andy Warhol já perambularam por Springfield.

Temporada: 4

Episódio 5: A Casa da Árvore dos Horrores III

William Shakespeare / Crédito: Divulgação/ Fox

 

Os episódios anuais de Dia das Bruxas são alguns dos que mais viajam pela História. Este marca a primeira participação significativa de personalidades. O presidente George Washington, o cientista Albert Einstein e o escritor William Shakespeare viram zumbis e são recebidos a tiros por Homer.

Temporada: 5

Episódio 4: O Ursinho

O ursinho / Crédito: Divulgação/ Fox

 

Numa sátira a Cidadão Kane, Sr. Burns relembra a trajetória de seu ursinho Bobo, que ele perdera na infância. O bicho de pelúcia acabou participando de grandes eventos: cruzou o Atlântico com o aviador Charles Lindbergh e depois foi parar nas mãos de Adolf Hitler - que chega a culpá-lo pela derrota na Segunda Guerra.

Temporada: 7

Episódio 22: Vovô Simpson e seu Neto em: A Maldição dos Infernais Peixes Voadores

O vovô Simpson nos Infernais Peixes Voadores / Crédito: Divulgação/ Fox

 

Nada mais que um flashback sobre a Segunda Guerra . Nele, o vovô Simpson revela a Bart que serviu na Força Aérea americana ao lado do Sr. Burns. Os dois são os últimos remanescentes do destacamento Infernais Peixes Voadores - o último sobrevivente terá direito a um tesouro que eles haviam enterrado durante o conflito. O episódio até inspirou um game de guerra da Electronic Arts, Medal of Homer, no qual Homer e Bart ajudam as tropas aliadas.

Temporada: 13

Episódio 14: Contos de Domínio Público

Lisa como Joana D'Arc / Crédito: Divulgação/ Fox

 

Mais um episódio composto por histórias independentes - dessa vez, clássicos literários. Homer estrela uma paródia da Odisseia, com direito a cavalo de Troia, sereias e passeio pelo inferno. Outro segmento escala Lisa como Joana D'Arc, líder francesa na Guerra dos Cem Anos. 

Temporada: 10

Episódio 18: Histórias Bíblicas dos Simpsons

Marge como Eva e Homer como Adão / Crédito: Divulgação/ Fox

 

Neste especial de Páscoa, cada personagem sonha com uma passagem da Bíblia: Marge vive como Eva no paraíso; Lisa vira Moisés e tenta libertar os judeus da escravidão no antigo Egito; Homer usa sua sabedoria como o rei Salomão; e Bart protagoniza a história de Davi e Golias (vivido por seu arqui-inimigo Nelson).

Temporada: 15

Episódio 11: Histórias Mágicas de Marge

Homer como Henrique VIII / Crédito: Divulgação/ Fox

 

Na Inglaterra do século 15, o rei Henrique VIII (Homer) mata suas oito esposas, exceto Catarina de Aragão (Marge). Na Áustria do século 18, a rivalidade entre os compositores Mozart (Bart) e Salieri (Lisa) fica ainda mais complicada com o sucesso alcançado por Beethoven (Nelson).

Temporada: 17

Episódio 9: O Conto de Natal dos Simpsons

Nascimento de Jesus / Crédito: Divulgação/ Fox

 

O programa esperou quase duas décadas até recontar a mais famosa história do cristianismo: o nascimento de Jesus. Quem a narra é Homer, então tudo dá errado. Maria (Marge) quase dá à luz em um hotel, José (Homer) bate em um dos Reis Magos (Skinner) e Jesus (Bart) sacaneia seu pai.

Temporada: 19

Episódio 11: That 90"s Show

Homer na faculdade / Crédito: Divulgação/ Fox

 

Se você curte músicas do Nirvana ou Pearl Jam, trate de agradecer a Homer. Na faculdade, ele fazia parte de um grupo de rhythm & blues ao lado de Carl, Lenny e Lou. Mas, depois que ele e Marge se separaram, a banda ganhou guitarras e letras depressivas. Nascia o movimento grunge.

Temporada: 20

Episódio 4: A Casa da Árvore dos Horrores XIX

Máquina eleitoral assassina / Crédito: Divulgação/ Fox

 

O episódio foi ao ar dois dias antes da eleição de Obama. Homer tenta votar no candidato democrata. Mas, em uma tradicional crítica política simpsoniana, a urna está adulterada e registra o voto a favor do rival, John McCain. Depois de mais cinco investidas, Homer tenta sair da cabine para denunciar a fraude... e é morto pela máquina.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo

Os segredos matemáticos dos Simpsons, Simon Singh (2016)

link - https://amzn.to/2PUzUP7

Homer Simpson, meu herege favorito: A religião, o evangelho e os desigrejados segundo Os Simpsons, Deivinson Bignon (e-book)

link - https://amzn.to/2PqaDx6

Simpsons Comics Colossal Compendium Volume 6, Matt Groening (2018)

link - https://amzn.to/2RWnwAE

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.