Matérias » Bizarro

A maldição dos Johnsons: a série de tragédias que afetou uma das famílias mais ricas do mundo

Sendo a décima família mais rica dos Estados Unidos, uma série de acontecimentos fúnebres mancharam a trajetória dos responsáveis pela Johnson & Johnson

Wallacy Ferrari Publicado em 14/06/2020, às 09h00

Fachada do escritório central da Johnson & Johnson nos EUA
Fachada do escritório central da Johnson & Johnson nos EUA - Wikimedia Commons

Criada pelos irmãos Robert, James e Edward, o sucesso da farmacêutica Johnson & Johnson prossegue firme e a companhia segue atuando em seu terceiro século. Considerada a 37ª companhia mais bem avaliada pela Fortune 500 de 2018, a empresa familiar fez questão de manter sua gestão na linhagem dos Johnson’s.

Após o falecimento dos fundadores, no entanto, uma série de acontecimentos dificultou a gestão da empresa. Isso porque muitas tragédias envolvendo drogas, álcool e terríveis acidentes afetaram a família. Em uma reunião de fatos, o escritor Jerry Oppenheimer lançou o livro Crazy Rich: Power, Scandal, and Tragedy Inside the Johnson & Johnson Dynasty, ordenando cronologicamente os problemas internos de uma família de sucesso.

O primeiro ocorrido foi com Robert Wood Johnson III, popularmente conhecido como Bobby. Rejeitado pelo pai pela reclusão, timidez e por ser gordo, o jovem conseguiu herdar a empresa e liderar por quatro anos, porém, perdeu uma batalha judicial com o próprio pai, General Johnson, sendo demitido de forma humilhante. A ocasião resultou em um isolamento e, em um intervalo de dois anos, ambos morreram de câncer.

Bisnetos amaldiçoados

A sequência de tragédias com os bisnetos dos fundadores prosseguiu com a maldição; Robert Wood “Woody” Johnson IV — dono do time da NBA Jets e atual embaixador dos EUA no Reino Unido— acabou se embriagando, tropeçando e caindo de uma ponte aos 21 anos, em 1968.

O grave acidente resultou em um diagnóstico de paralisia permanente, sendo corrigida gradativamente ao longo de anos em tratamentos milionários. Apesar de recuperar os movimentos e o equilíbrio, diversas sequelas se mantiveram. Mesmo com a gravidade do acidente, Woody ainda foi um dos mais sortudos na sucessão de tragédias.

O irmão de Woody, Keith Johnson, era o mais enérgico dos bisnetos. Em certa ocasião, estacionou uma BMW caríssima em uma praia e ingeriu uma substância alucinógena, ficando imóvel. Ao longo de horas, o herdeiro ficou observando o carro sendo levado pela maré. Os exageros nas drogas resultaram em uma trágica morte por overdose de cocaína em 1975, aos 25 anos de idade.

Algumas semanas depois, o irmão considerado mais criativo, Billy Johnson, também foi vítima de um acidente. Enquanto pilotava sua motocicleta em Los Angeles, o jovem de 23 anos tem um choque fatal, dois anos após receber seu primeiro cheque de US$ 10 milhões.

Mortes e revelações

O irmão de Bobby, John Seward Johnson I, não dava tanta importância para a gestão da empresa, vivendo como um playboy. Sua fortuna bilionária, no entanto, foi alvo de uma batalha judicial imensa quando o mesmo faleceu, em 1983. Após se divorciar das duas primeiras esposas — com quem teve seis filhos — o homem casou-se com a camareira e não fez questão de incluir os herdeiros em algum testamento.

John Seward Johnson I e a amada / Crédito: Divulgação

 

Indignados com apenas 12% do valor deixado pelo pai, seus filhos relataram, ao longo do processo, diversas traições e maus tratos. Porém, o principal relato partiu da filha mais velha, Mary Lea Johnson Ryan D’Arc Richards, que revelou que o pai havia a molestado na infância por diversas vezes.

Já no século 21, a filha de Woody, Casey Johnson, se tornou a mais recente ‘amaldiçoada’. Conhecida na mídia por ser uma das melhores amigas de Paris Hilton, a jovem problemática arranjou diversas brigas com suas namoradas em público. Em 2010, a loira morreu após complicações em decorrência da diabetes, por falta de insulina, com apenas 30 anos de idade.


++Saiba mais sobre poderosas famílias americanas em grandes obras disponíveis na Amazon

Crazy Rich: Power, Scandal, and Tragedy Inside the Johnson & Johnson Dynasty, por Jerry Oppenheimer (2010) - https://amzn.to/37p1Sum

Os magnatas, por Charles R. Morris (2009) - https://amzn.to/3cY5CUQ

Nêmesis: Onassis, Jackie O e o triângulo amoroso que derrubou os Kennedy, por Peter Evans (2015) - https://amzn.to/2BTzC7w

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W