Matérias » Nasa

Bizarro episódio: Na década de 90, a NASA foi processada por invadir Marte

Entenda o caso judicial que envolveu a agência espacial, três iemenitas e uma teoria curiosa

Paula Lepinski Publicado em 12/02/2021, às 15h30

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Divulgação/Pixabay

Em 1997, três cidadãos do Iêmen, Adam Ismail, Mustafa Khalil e Abdullah al-Umari, ficaram revoltados com as atividades da NASA em Marte. Ou, ao menos, se disseram assim. "Nós herdamos o planeta de nossos antepassados ​​há 3.000 anos", contaram ao jornal árabe Al-Thawri. De acordo com a CNN, eles também afirmaram ter documentos que provavam a reivindicação e chegaram a apresentá-los ao promotor geral do Iêmen.

O pedido se embasou na mitologia dos sabeus e himiaritas, povos do Iêmen pré-islâmico que viam os sete planetas então conhecidos como intermediários pessoais entre eles e os deuses. Dedicaram templos sofisticados a cada planeta e até achavam que havia templos nos planetas. 

Superfície do planeta vermelho / Crédito: Getty Images

Desde o início de julho de 1997, a NASA estava divulgando fotos e dados de Marte coletados pela espaçonave Pathfinder e pelo veículo explorador Sojourner. “Sojourner e Pathfinder, que são propriedade do governo dos Estados Unidos, aterrissaram em Marte e começaram a explorar sem nos informar ou buscar a nossa aprovação", afirmaram.

Eles exigiram a suspensão imediata dos programas de exploração em Marte e da divulgação de informações sobre a atmosfera, superfície e gravidade do planeta até que o caso fosse resolvido. Para a má sorte dos iemenitas, o promotor de justiça não levou o caso a sério e o pedido foi negado.
 
Mas eles não desistiram tão fácil. Segundo a BBC, um ano depois eles tentaram vender terrenos em Marte por $2 o metro quadrado, garantindo que os compradores receberiam uma escritura da propriedade no futuro.


+Saiba mais sobre o tema por meio das obras disponíveis na Amazon:

Picturing Apollo 11: Rare Views and Undiscovered Moments (Edição Inglês), de J. L. Pickering e John Bisney (2019) - https://amzn.to/2UcNKiD

NASA Mission AS-506 Apollo 11 Owners' Workshop Manual: 50th Anniversary of 1st Moon Landing (Edição Inglês), de Christopher Riley e Philip Dolling (2019) - https://amzn.to/2AEMRbO

Moonshot: The Flight of Apollo 11 (Edição Inglês), de Brian Floca (2019) - https://amzn.to/2XA5LK0

Moonfire - the epic journey of apollo 11 (Edição Inglês), de Colum Mccann (2020) - https://amzn.to/3ePsCqA

Moonbound: Apollo 11 and the Dream of Spaceflight (Edição Inglês), de Jonathan Fetter-Vorm (2019) - https://amzn.to/2Ue8iHo

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W