Matérias » Curiosidades

Just Do It: Frase de impacto da Nike foi inspirada nas últimas palavras do assassino Gary Gilmore

A bilionária campanha publicitária incentiva a prática de esportes e a saúde. No entanto, as palavras têm origem nos lamentos suicidas de um criminoso prestes a ser executado

André Nogueira Publicado em 02/07/2019, às 08h00

None
- Reprodução

Além de uma empresa de roupas esportivas com visibilidade internacional, a Nike é um dos conglomerados capitalistas mais relevantes do mundo em sua área. A marca possui uma grande herança cultural e é facilmente reconhecida pelas pessoas.

Os tênis da Nike já acompanharam diversos ícones da cultura pop, desde sua aparição no filme De Volta Para o Futuro, até os anúncios com o jogador de basquete Michael Jordan (os Air Jordan, que disseminaram o sonho de jogar basquete e aumentaram o lucro da Nike).

No entanto, a maior impulsionadora da popularidade dessa marca foi uma campanha de 1988, com a aparição do famoso slogan Just Do It.

A frase fazia parte de uma campanha publicitária, muito bem sucedida, que associava a marca à inclusão entre os estadunidenses (independentemente de gênero, cor, credo e biotipo) e ao incentivo à prática de atividades físicas em busca de uma vida saudável. A ideia era aproximar a marca às ideias de motivação e alegria. Para tanto, muitos esportistas participaram da publicidade calçando tênis Nike.

A campanha teve tamanho sucesso que a frase começou a aparecer frequentemente, como uma moda popular. A companhia se tornou uma marca relevante utilizada não somente para cenários de esportes, mas para ocasiões cotidianas. Rapidamente, o slogan se espalhou pelo globo e se tornou uma mensagem associada à saúde, ao esporte, ao entretenimento e à tolerância. 

G. Gilmore sendo encaminhado / Crédito: Reprodução

 

Todavia, as origens da frase são um pouco mais sórdidas do que o significado da campanha. Segundo Dan Wieden, autor da frase, a ideia foi apresentada numa reunião da agencia de publicidade Wieden+Kennedy e foi inspirada na última frase do famoso assassino Gary Gilmore: Let's Do It.

Em 1976, Gilmore roubou um posto de gasolina na cidade de Orem, em Utah, e assassinou cruelmente o funcionário. No dia seguinte, fez o mesmo em um motel em Provo, matando o gerente. Durante o episódio, ele acidentalmente atirou no próprio corpo e não foi capaz de apagar o rastro de sangue que marcou o chão. Por esse motivo, foi rapidamente encontrado pela polícia e preso.

Como consequência dos assassinatos, Gilmore acabou sendo sentenciado à morte, que daria origem a frase da campanha bilionária da Nike. Após o veredito, Gilmore escolheu ser executado por um pelotão de fuzilamento, pedindo às autoridades que acontecesse o mais rápido possível, pois ele queria logo morrer.

No entanto, num processo encabeçado por sua mãe, o assassino conseguiu duas estadias de execução que estenderam a pena. Isso o enfureceu e ele tentou se matar em uma ocasião. Não conseguindo, foi encaminhado para o pelotão no dia 17 de janeiro de 1977 e, lá, disse suas últimas palavras: Vamos Fazer Isso! Logo depois, foi morto a balas.