Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Daniella Perez

A última conversa de Daniella Perez com sua mãe

Glória Perez revelou em 'Pacto Brutal' como foi sua última interação com a filha antes do assassinato

Redação Publicado em 30/07/2022, às 17h00

Daniella Perez ao lado de sua mãe, Glória Perez - Divulgação/ HBO Max
Daniella Perez ao lado de sua mãe, Glória Perez - Divulgação/ HBO Max

Neste mês de julho, um assassinato ocorrido em 1992 foi trazido de volta para os holofotes nacionais: é o que tirou a vida de Daniella Perez com 18 punhaladas. Na época, a atriz tinha apenas 22 anos, e se encontrava no início de uma bem-sucedida carreira na televisão brasileira. 

A cobertura jornalística feita na época do crime, todavia, frustrou os conhecidos da vítima, principalmente sua mãe, a escritora de novelas Glória Perez, que relatou ter havido uma confusão de sua filha com a personagem Yasmin, interpretada por ela na novela "De Corpo e Alma". 

A mídia brasileira teria ainda dado "palco para psiciopata" de forma contínua, segundo descrito anteriormente pela novelista, ao permitir que os autores do homicídio, Guilherme de Pádua e Paula Thomaz espalhassem suas versões do ocorrido, frequentemente descrevendo Daniella como uma pessoa mentalmente perturbada.  

Já na série documental lançada recentemente a respeito do violento episódio, "Pacto Brutal", que foi disponibilizada na plataforma de streaming da HBO no último dia 21 de julho, Glória Perez, Raul Gazolla, o marido da atriz na época, e muitos outras celebridades que conheceram a jovem fora das câmeras recontam o que realmente aconteceu. 

Guilherme de Pádua e Paula Thomaz, assassinos de 'Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez' / Crédito: Divulgação/YouTube/HBO Max Brasil

Últimas palavras

Entre os detalhes revelados pela produção, está a última conversa entre Glória e sua filha antes dela ser brutalmente assassinada por Pádua com o auxílio de Thomaz, sua esposa da época. 

Era o dia 28 de dezembro de 1992, perto do e a escritora estava correndo para finalizar a escrita de alguns capítulos da novela das nove "De Corpo e Alma" a tempo de poder aproveitar a virada do ano. 

Por esse motivo, as últimas palavras que trocou com Daniella foram rápidas e poucas, principalmente centradas em um veículo que a atriz havia adquirido. "Eu lembro que a Dani chegou pro almoço, chegou com a Marcela e eu nem almocei com ela nesse dia porque eu estava voltada para terminar esses capítulos", explicou na série. 

Ela tava aflita pela compra desse carro que ela já tinha começado a pagar e eu tinha muito medo porque nós não tínhamos uma vida financeira boa e era uma dívida em dólar. E ela dizia: "mamãe cê não entendeu, esse carro é a minha cara, eu tô muito feliz, eu quero esse carro, eu vou conseguir pagar sim' e aí eu dei os seis mil dólares pra ela", relembrou. 
Daniella Perez como Yasmin em 'Corpo e Alma' / Crédito: Reprodução/Vídeo

O dia cotidiano e, a princípio, pouco relevante, infelizmente terminaria com uma tragédia que o deixaria marcado a ferro na memória da autora de novelas, que agora se arrepende de não ter conversado mais com a filha. 

"Por que eu não levantei daquela mesa, por que eu não parei? Por que eu não fui almoçar com ela? Mas, não fui", lamentou em entrevista a "Pacto Brutal". 

Confira baixo o trailer do documentário:


+O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.