Matérias » Música

Johnny Cash e June Carter: os bastidores do casal inabalável

A dupla teve uma passagem obscura durante uma recaída do cantor country

Wallacy Ferrari Publicado em 30/04/2020, às 10h57

Johnny e June (à esq.) em montagem junto a Anita Carter (à dir.)
Johnny e June (à esq.) em montagem junto a Anita Carter (à dir.) - Divulgação

O casal Johnny Cash e June Carter é muitas vezes citado como o casal mais duradouro e inabalável no mundo da música. Ambos se conheceram nos palcos, sendo cantores conhecidos — ele de country popular, ela de country gospel — e tocaram juntos por anos até 1968, quando Cash pediu sua mão durante uma performance em Ontario, no Canadá.

Então, uniram forças e construíram uma história de sucesso com 6 prêmios Grammy juntos e outros cooperando na carreira solo de Cash. Além dos prêmios musicais, os eventos de 35 anos serviram de base para o filme Johnny & June, ganhador do Oscar em 2005. O que poucos sabem é que, no início da união, as recaídas de Johnny quase resultaram no fim do relacionamento.

Antes da proposta de Johnny no palco, June e toda a população norte-americana já conhecia o vício de Johnny Cash. Três anos antes, o mesmo havia sido pego por agentes antinarcóticos com anfetaminas e barbitúricos e, no ano seguinte, foi preso por invadir uma propriedade privada para roubar flores. Apesar do comportamento inseguro e obscuro de Johnny, a cantora country tinha uma forte ligação com o músico.

Porém, a proposta para ficarem juntos foi relutante, visto que o cristianismo presente na jovem abominava os comportamentos anteriores do cantor e recusou diversas vezes durante os 13 anos de amizade da dupla. Por fim, não só aceitou como casou-se no mesmo ano e, em 1970, engravidou do primeiro filho, John. O músico, por sua vez, passava por uma conversão religiosa após uma fracassada tentativa de suicídio.

Johnny e June juntos em fotografia, tirada em 1969 / Crédito: Wikimedia Commons

 

Tudo piorou quando June descobriu, durante a gestação, que sua irmã Anita havia dormido com seu esposo secretamente. Não apenas teria se relacionado diversas vezes com o mesmo durante a recaída e recuperação, mas estava grávida de Johnny Cash. De acordo com relatos de um amigo do casal e da filha mais velha do músico, o momento foi presenciado por funcionários da dupla e foi o mais instável durante toda a relação.

O perdão a irmã e a Deus

De maneira que não pudesse ser descoberto, June conversou com a irmã e fez questão de praticar o perdão com o companheiro, como manda o cristianismo. Apesar de abaladas, ouviram a orientação da equipe de produção das turnês e preferiram seguir o caminho mais rápido e menos destrutivo para a imagem da dupla.

Também cristã, Anita foi contra os conceitos evangélicos que foi criada e assumiu que havia feito um aborto. A decisão afastou as irmãs, que jamais teriam a mesma confiança que tinham antes do episódio. Mesmo compartilhando o palco pelo resto da vida, nunca mais se sentiram confortáveis em jantares e ocasiões familiares. Era o fim de uma jornada.

Apenas em 1999, quando Anita morreu em decorrência de problemas causados por uma artrite reumatoide, foi revelado o aborto publicamente. Em seu testamento, revelado pelo tablóide National Enquirer, pediu perdão para a irmã, sabendo que havia lhe traído, e pediu também a Deus, por ter feito o aborto. June continuou casada com Cash até maio de 2003, quando morreu devido a complicações em uma cirurgia do coração. Johnny morreu quatro meses depois, vítima de problemas relacionados a sua diabetes.


+Saiba mais sobre música por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

O livro da música clássica, de Vários Autores (2019) - https://amzn.to/2UXEqQy

Como Ouvir e Entender Música, de Aaron Copland (2017) - https://amzn.to/3c8V7ht

Falando de música, de Leandro Oliveira (2020) - https://amzn.to/2xkz6O5

Uma história da música popular brasileira: das Origens à Modernidade, de Jairo Severiano (2013) - https://amzn.to/34wM1sj

Uma breve história da música, de Roy Bennett (1986) - https://amzn.to/3a35ylg

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W