Matérias » Brasil

Neste dia, em 1868, o Brasil vencia a sangrenta Batalha do Avaí

Durante a Guerra do Paraguai, a diferença entre o número de mortes dos dois lados foi gritante

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 11/12/2021, às 07h00

Obra retrata a Batalha do Avaí, por Pedro Américo
Obra retrata a Batalha do Avaí, por Pedro Américo - Domínio Público / Wikimedia Commons

O maior conflito armado na história da América Latina era marcado na segunda metade do século 19 pela rivalidade entre as Forças Armadas do Paraguai contra a fortalecida Tríplice Aliança, formada pelas forças do Uruguai, Argentina e Brasil.

Contudo, especificamente em 11 de dezembro de 1868, o território paraguaio sediava mais uma batalha da Guerra do Paraguai, sendo um dos episódios mais sangrentos da história do país, popularmente conhecido como Batalha de Avaí.

Do lado liderado pelo Brasil, o país contava com 18,9 mil homens e 26 canhões, contrastando com cerca de 5 mil paraguaios com 18 canhões para os contragolpes. Porém, as forças maiores do lado brasileiro não partiam unicamente de seu poder bélico e humano, mas contava com a força dos estrategistas Duque de Caxias e General Osório, marcados como ícones da história militar brasileira.

As tropas paraguaias, por outro lado, se acampavam na estrada de Villeta, dando vantagem geográfica em relação às posições inimigas, conforme orientação do estrategista Bernadino Caballero.

Retratação de General Osório em conflito da Batalha de Avaí / Crédito: Domínio Público / Wikimedia Commons

 

Mesmo assim, Caxias decidiu contornar as alas das posições inimigas, possibilitando o ataque por todos os lados, como eternizou o artista paraibano Pedro Américo, na clássica pintura à óleo retratando o conflito.

Em estimativa histórica, as baixas paraguaias alcançaram 3,6 mil mortes, 600 feridos e mais 1,4 mil homens capturados e aprisionados pelos soldados da Tríplice, compreendendo que apenas 100 paraguaios, incluindo o general Caballero, conseguiram escapar.

Do lado brasileiro, no entanto, as baixas foram estimadas em 297 fatais e mais 1,1 mil feridos, dando a vitória e prosseguindo a série de conforntos vencidos em dezembro daquele ano, fase denominada Dezembrada.