Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Horóscopo Chinês

Ano do Coelho: O que é o horóscopo chinês e o que diz sobre 2023

O ano novo chinês se inicia neste dia 22 de janeiro. Entenda quais as previsões para o período!

Ingredi Brunato Publicado em 22/01/2023, às 10h00 - Atualizado em 24/01/2023, às 09h04

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem meramente ilustrativa do ano do Coelho de 2023 - Divulgação/ Freepik/ starline
Imagem meramente ilustrativa do ano do Coelho de 2023 - Divulgação/ Freepik/ starline

Neste domingo, 22 de janeiro, se inicia o Ano Novo chinês. Segundo o horóscopo tradicional do país, estamos saindo do ano do Tigre, e entrando naquele simbolizado pelo Coelho. 

As crenças asiáticas determinam que cada um desses períodos é regido por um animal entre doze que se alternam através de uma sequência cíclica (a cada 12 anos, o ciclo recomeça). São eles: rato, búfalo, tigre, coelho, dragão, cobra, cavalo, cabra, macaco, galo, cachorro e javali. 

Para entender quais as previsões da astrologia chinesa para o ano de 2023, o site Aventuras na História falou com Yara Vieira, uma especialista em esoterismo que escreve para o portal Astrocentro. 

Antes de entender o que podemos esperar de um ano do Coelho, todavia, é necessário compreendermos como, afinal, o calendário oriental funciona. 

Uma questão de tempo 

Para o calendário gregoriano, que é usado por nós do Ocidente, o ano começou em primeiro de janeiro. Segundo o calendário usado pelo horóscopo chinês, todavia, a virada ocorreu na noite passada. 

A diferença entre os dois pode ser explicada pelo fato que o gregoriano — que possui este nome por ter sido instaurado pelo Papa Gregório 13 em 1582 — se baseia no ciclo de translação da Terra, isto é, a órbita realizada por ela ao torno do Sol.

Pintura mostrando Papa Gregório 13 / Crédito: Domínio Público

Esse trajeto demora 365 dias para ser completado. Vale lembrar, porém, que não é uma conta exata: sobram 5 horas, 45 minutos e 46 segundos, o que corrigimos através da ocorrência do ano bissexto, em que o mês de fevereiro ganha um dia a mais. 

A versão chinesa, por sua vez, usa um sistema lunissolar, de forma que procura medir a passagem do tempo combinando esse movimento da Terra ao redor do Sol com a órbita que a Lua faz ao redor de nosso planeta. Cada ciclo lunar possui cerca de 27 dias. 

Assim, o calendário utilizado pelo horóscopo chinês tem um total de 354 dias. Nesse contexto, o problema da conta inexata é resolvida com a adição de um mês 13 de forma periódica. 

Essa medição temporal diferente faz com que, para este sistema, estejamos não no ano de 2023, e sim no de 4721.

Animal regente 

Já 4720, que durou entre primeiro de fevereiro de 2022 e 21 de janeiro de 2023, foi o ano regido pelo Tigre. De acordo com Yara Vieira, teria sido um período de aceleração: 

As passagens anuais ganham um arquétipo de algum animal do zodíaco chinês. Dito isso, nós somos influenciados pelo poder do arquétipo deste animal, que no caso do Tigre, nos traz a inclinação de um ano cheio de ação e resultado. O que pode facilmente dar de encontro com conflitos e situações 'ásperas' quando não vigiado. O ano do Tigre remete a aceleração a todo custo, rumo a uma jornada de frutos diversos na vida das pessoas", relatou ela a respeito", explicou ela. 
Imagem ilustrando o último ano, que foi do Tigre / Crédito: Divulgação/ Freepik/ starline

O ano de 4721, por sua vez, que é regido pelo Coelho, está previsto para ser um momento de desaceleração na vida de muitos. 

[O Coelho] traz a ideia de colheita e calma, isso graças ao principal simbolismo deste animal que é a sorte. No entanto, a sorte pode ser uma desculpa para várias pessoas relaxarem em suas atividades, o que leva a um entendimento falho", contou a especialista em esoterismo. 

A maneira de aproveitar ao máximo a energia trazida pelo animal que nos regerá em 2022 seria, assim, realizar essa desaceleração desfrutando de "harmonia e bem-estar", porém sem "deixar de lado as responsabilidades". 

O horóscopo chinês categoriza ainda as pessoas de acordo com o patrono animal do ano em que elas nasceram. Quem é de 2011, 1999, 1987, 1975, 1963, 1951, 1939 e 1927, por exemplo, veio ao mundo em anos anteriores do Coelho, de forma que pode ter mais afinidade com as características desse arquétipo. 

"As pessoas nascidas no ano do coelho correspondem ao arquétipo de pessoas mais calmas, reservadas, pacatas e pacientes. Geralmente relacionadas ao fator da desaceleração necessária", apontou Vieira

A astróloga do zodíaco chinês revelou a seguir uma série de previsões positivas para quem estiver vivendo "seu ano": 

Alguém que nasceu no ano do coelho, ao passar por este ciclo novamente estará com a sorte ao seu lado, afinal de contas, o arquétipo do animal traz consigo a energia própria deste ciclo", afirmou ela.

Os nascidos em anos de outros animais, todavia, não precisam se preocupar — ainda que o arquétipo do período não seja aquele com o qual estão em maior sintonia, ainda é possível usufruir da energia trazida por ele. 

Uma tendência positiva que afetaria a todos, por exemplo, é que quem usou o período do Tigre para "se dedicar ao máximo" poderá colher os frutos de seu esforço durante esta época de maior descanso. 

Assim, o horóscopo de 2023 indica sorte, tranquilidade, e "uma forte inclinação para a recompensa" na forma de colheitas férteis. Em outras palavras, é um período de bonança após as lutas que teriam caracterizado o ano do Tigre. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!