Matérias » Crimes

Astróloga e parapsicóloga explica Lázaro Barbosa através do zodíaco

Com experiência em estudos sobre a influência dos astros nos perfis de assassinos em série, Dricca Rhiel considera que as características do signo de Lázaro dizem muito a respeito do caso

Redação Publicado em 01/07/2021, às 22h00

Imagem meramente ilustrativa de mapa astral
Imagem meramente ilustrativa de mapa astral - Divulgação/ Pixabay/ MiraCosic

A morte de Lázaro Barbosa causou grande repercussão na última segunda-feira, 28. O criminoso desafiou a polícia por 20 dias, em uma caçada que amedrontou moradores na região de Cocalzinho de Goiás, área entre Goiás e o Distrito Federal.

Com exclusividade para o site da Aventuras na História, a astróloga e parapsicólogaDricca Rhiel, que já realizou pesquisas sobre assassinos em série e psicopatas, analisa que o perfil de Lázaro condiz com seu signo: virgem. “Todos os signos têm luz e sombra, e cada lado pode se revelar de forma mais evidente nas pessoas”, narra ela.

“No caso de Lázaro, para levar tanto tempo para ser capturado, é possível interpretar que ele foi meticuloso e perfeccionista em seu plano de fuga da polícia, algo característico de virginianos”, explica a especialista. De acordo com um estudo realizado por ela, Virgem tem como aspecto negativo de sua personalidade o pessimismo, a ansiedade e o perfeccionismo sistemático.

Lázaro em imagem capturada por câmera de segurança / Crédito: Divulgação / Polícia Civil

 

Uma busca sem fim

Com conhecimento de mata, Lázaro Barbosa sabia se disfarçar em vegetações e fugia por rios para não deixar rastros. Além disso, a polícia investiga se ele seria jagunço de fazendeiros da região e se foi acobertado durante o período em que esteve foragido.

Segundo Dricca, estes indícios seriam condizentes com o lado obscuro do signo de Virgem. O nativo, quando influenciado pelo lado sombra, pode ser frio, calculista e apegado desmedidamente ao material.

“É possível que ele tenha tido um plano elaborado para se esconder por tanto tempo, com pessoas de sua confiança e trajetos de fuga, além disso, Virgem é um signo apegado ao material, por ser do elemento Terra, o que bateria com a descrição de um jagunço, algúem frio que mata por dinheiro”, explica. 

Perfil de psicopatas

Apesar de Lázaro não configurar tecnicamente como um serial killer, mesmo com seus inúmeros crimes, Dricca estabelece a relação devido ao grau de destaque que ele ganhou na imprensa brasileira. Entretanto, ela  sempre tem o cuidado de ponderar que não é o signo que torna uma pessoa má ou violenta.

A astróloga destaca que por diversos fatores o lado positivo ou negativo do signo poderá se manifestar mais ou menos em cada indivíduo. “Por meio de um estudo pessoal, o mapa astral, é possível detectar padrões de comportamento positivos na personalidade, assim como padrões negativos e desafiadores”, destaca.

“Cada signo do zodíaco possui o lado consciente e virtuoso, mas também o aspecto sombrio e destruidor na sua polaridade”, narra. Em sua pesquisa sobre a influência do zodíaco sobre criminosos, Dricca descobriu que Virgem não lidera entre os signos com o maior número de psicopatas. Ao contrário, é um dos menos representados.

O campeão é peixes. “Se a face positiva de Peixes é ser extremamente altruísta e fraterna, o ‘lado perturbador’ deste signo, por consequência, também pode ser bem nefasto e tem como características tendências ao escapismo, ou seja, viver fora da realidade, à depressão, à melancolia e ao abuso de drogas e álcool”.

Imagens de circuito interno que mostram Lázaro / Crédito: Divulgação / Polícia Civil

 

A astróloga elaborou uma lista com os 60 assassinos em série mais conhecidos da história com base em dados confirmados por autoridades. A relação não inclui assassinos por motivos religiosos, políticos ou territoriais, apenas pessoas que agiram de forma solitária e por impulsos pessoais.

Na liderança, ocupando o topo da lista, está o signo de Peixes com nove assassinos em série em seu ranking. Já Virgem, contabiliza apenas três, ao lado de Touro e Câncer. Ela explica que o signo solar é o que se conhece popularmente o “nosso signo”. É o mais fácil de descobrir, pois é aquele que diz respeito ao dia e mês de nascimento.

Ele representa a energia espiritual de cada um e como as pessoas se mostram para o mundo. Depois, há o signo ascendente e o signo lunar. “O ascendente é baseado no horário do nascimento e simboliza a vestimenta que apresentamos para o mundo, ou seja, como os outros nos vêem e o que temos que aprimorar em nossa personalidade.”

“O signo lunar, por sua vez, representa o íntimo e a forma como sentimos e expressamos as nossas emoções. Esse tripé é base de todo estudo astrológico profundo”, esclarece Dricca. No caso de Lázaro, ela não pode analisar a conjuntura completa pela falta de dados deste criminoso, isso daria mais detalhes. No entanto, pelo signo solar já há elementos para entender um pouco de seu perfil. 


Dricca Rhiel é uma profissional cheia de intuição e conhecimentos sobre energias, tratamentos holísticos e comportamento humano. Ao longo de seus mais de 20 anos de atuação fez diversos cursos, entre eles, de parapsicologia, mas, antes disso,  já tinha formação acadêmica como Jornalista e tradutora e intérprete em inglês.

Ela se define como uma F.A.D.A — Formadora do Agora para o Despertar do Amanhã. E o que é isso? Dricca oferece uma visão ampla sobre a vida para ajudar as pessoas a encontrarem soluções para seus dilemas, desbloqueando emoções e promovendo a conexão de cada um com seu “eu”. Para isso ela faz uso de seus conhecimentos de parapsicologia, de análises sociais e de seus diversos oráculos, que incluem tarot, runas, astrologia e numerologia.

Um dos seus principais pilares de atuação é o amor, ela é autora da obra “O Livro Secreto do Amor — Como atrair um esquecer um grande amor”. Dricca reúne diversos fãs, muitos provenientes de suas redes sociais, como o Instagram, onde acumula mais de 50 mil seguidores. Outros a conheceram em suas incontáveis participações na mídia, como na TV Gazeta, onde teve um quadro fixo sobre espiritualidade no programa DeAaZuca, que lhe deu o título de Fada do Brasil.

Dricca aborda, além de assuntos sobre espiritualidade e relacionamentos,  temas como empoderamento feminino, violência de gênero, sexo e crimes violentos, em especial, serial killers. Seu repertório é tão amplo quanto suas especialidades.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo, disponíveis na Amazon:

O livro da psicologia, de Vários Autores (2016) - https://amzn.to/39pOKXl

Tudo o que você precisa saber sobre psicologia, de Paul Kleinman (2015) - https://amzn.to/3i5eCfh

Psicologias: Uma introdução ao estudo de psicologia, de Ana Mercês Bahia Bock, Maria de Lourdes T. Teixeira e Odair Furtado (2018) - https://amzn.to/3oCxq7W

Neurociências: Desvendando o Sistema Nervoso, de Mark F. Bear, Barry W. Connors e Michael A. Paradiso (2017) - https://amzn.to/3qecULf

Princípios de Neurociências, de Eric R. Kandel (2014) - https://amzn.to/2LKnQS4

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W