Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Entretenimento

Histórias da TV: a briga de João Gordo e Sérgio Mallandro separada pelo palhaço Bozo

O momento caótico marcou a história da TV brasileira com as curiosas figuras se estranhando

Redação Publicado em 24/04/2022, às 14h10

João Gordo, Sérgio Mallandro e Bozo em programa da MTV - Divulgação / YouTube / MTV
João Gordo, Sérgio Mallandro e Bozo em programa da MTV - Divulgação / YouTube / MTV

Durante o início dos anos 2000, os talk-shows conduzidos João Gordo na extinta MTV marcaram a história da televisão brasileira pela acidez e perguntas direto ao ponto, chegando a vencer o prêmio da Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), de 2003 de Melhor Entrevistador.

No ‘Gordo on Ice’, realizado ao vivo nas tardes da emissora musical, expulsou a peixadas o conjunto musical Los Hermanos após descobrir que o vocalista Marcelo Camelo não gostava de uma das maiores referências da música punk, a banda Ramones. 

Três anos depois, no programa ‘Gordo a Go-Go’, recebeu Dado Dolabella e, após chamá-lo de ‘playboyzinho de merda’, tiveram de ser separados por funcionários com armas cortantes nas mãos.

Contudo, outra briga quase concretizada foi evitada por uma figura ainda mais curiosa. Em 2000, o apresentador convidou duas figuras conhecidas das crianças dos anos 80 e 90, sendo eles o palhaço Bozo e Sérgio Mallandro.

Este último foi convidado para conversar antes do animador infantil para, na época, comentar o caso em que pregou uma pegadinha de cocaína falsa com Rafael Ilha recém-saído de uma clínica de reabilitação.

João Gordo, Sérgio Mallandro e Bozo em programa da MTV / Crédito: Divulgação / YouTube / MTV

Irritando o gordo

Constantemente desviando das perguntas e encaixando seus famosos “glu-glus” abruptos, a paciência do roqueiro foi rapidamente se esgotando, até mesmo quando tentou homenagear o apresentador ao provar que conhecia uma música de pouco sucesso comercial do entrevistado. Entretanto, as interrupções constantes deixaram João Gordo aos gritos para que pudesse falar e seguir com o roteiro do programa.

Pouco depois, Bozo foi convidado a se unir a dupla no sofá do programa para relembrar os tempos áureos onde apresentou seu programa no SBT, repetindo frases marcantes e relembrando dinâmicas. Em um desses momentos, João decidiu replicar a frase dita às crianças que perdiam as brincadeiras nas ligações ao vivo, sendo motivo de chacota para Mallandro.

Dizendo que Gordo era “bonitinho” e “gordinho” por repetir o bordão direcionado ao público infantil, o entrevistador se enfurece e começa a atirar uma série de objetos dispostos em sua mesa contra Sérgio, ameaçando jogar até mesmo um telefone pesado, mas sendo impedido pelo Bozo, que convenceu João de ser “um bom menino e amigo do Bozo”. Tal momento gerou ainda mais escárnio do outro entrevistado, que já havia tido um copo e um boneco atirado em sua direção.

Com Sérgio e João incontroláveis, o palhaço teve de usar seu corpo como obstáculo para impedir o embate, prezando por "misericórdia" aos prantos: "João Francisco, você sossega, tem criança [assistindo]!". O programa se encerra sem chegar às vias de fato, mas foi comentado anos depois pelo apresentador.

O que diz os envolvidos

Em entrevista dada ao jornal O Globo em 2016, Gordo explicou o que ocorreu para a irritação chegar a tal ponto e brincou, afirmando que o fato do palhaço Bozo ser a pessoa mais sensata da situação, prova que o programa era "realmente doido".

Um dos episódios mais comentados foi o em que eu entrevistei o Sérgio Mallandro e o Bozo juntos. O Mallandro ficou o tempo todo dizendo que ia contar um segredo sobre mim. Tenho certeza de que ele falou com alguma amiga puta, que disse pra ele que eu tinha broxado ou algo do tipo, e ele queria falar aquilo no ar. [...] A gente começou a discutir e o clima ficou pesado. Eu xinguei ele, e o Bozo ficou botando panos quentes”, explicou.

Em 2019, Sérgio retrucou ao TV Fama, da RedeTV; afirmou que os dois gostam de falar o que pensa e, por causa disso, houve o desencontro: “Nada armado, mas não teve briga nenhuma. Aquilo ali foi só uma discussãozinha e que na hora o Gordo se exaltou e eu fiz 'glu glu'. O João Gordo é maior barato, eu adoro ele", acrescentou.


+Saiba mais sobre o tema através de grandes obras disponíveis na Amazon:

Biografia da televisão brasileira, de Flávio Ricco e José Armando Vannucci (2017) - https://amzn.to/2I33IoX

101 atrações de TV que sintonizaram o Brasil, de Patrícia Kogut (Ebook) - https://amzn.to/2T6sZF0

Almanaque da telenovela brasileira, de Rodolfo Rodrigues (Ebook) -https://amzn.to/2TrzzFn

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W