Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Arqueologia

A britânica que achou um 'tesouro' vitoriano enquanto recolhia lixo

Jennie Fitzgerald procurava apenas por embalagens descartadas e outros entulhos, porém, encontrou algo diferente

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 11/06/2022, às 08h00 - Atualizado em 12/06/2022, às 10h21

Fotografia do baú encontrado na praia britânica - Divulgação/ Jennie Fitzgerald/ Arquivo Pessoal
Fotografia do baú encontrado na praia britânica - Divulgação/ Jennie Fitzgerald/ Arquivo Pessoal

Em um evento dedicado à limpeza de uma praia de Norfolk, que é um condado na porção nordeste da Inglaterra, uma voluntária de 38 anos foi inesperadamente recompensada pelas suas boas ações ao encontrar um baú de tesouro

Era dia 20 de março, um domingo, e o encontro para promover a coleta do lixo deixado no local já estava quase chegando ao fim quando Jennie Fitzgerald avistou um pedaço de madeira "de forma incomum" semienterrado na areia, conforme repercutido pela BBC.

Após algum esforço, uma vez que o objeto estava bem preso no solo, a britânica foi capaz de trazê-lo à superfície e constatar que acabara de desenterrar uma pesada arca de aparência antiga e cadeado de latão. 

Encontrei o baú no fundo das encostas de pedra, atrás de um barranco elevado. Estava coberto de areia, mas está em boas condições, considerando sua idade (...) Eu nunca encontrei algo assim em uma praia antes", relatou Fitzgerald, segundo repercutido pelo North Norfolk News. 

A mulher, que trabalha como secretária no Hospital Universitário do condado inglês, já participou de outros eventos para limpezas de praias, porém, até então os "tesouros" mais valiosos que trouxera para casa consistiam de conchas e vidros do mar (que são cacos de vidro transformados em pedras de aparência cristalina após décadas em atrito com a areia e as ondas). 

Situação inusitada 

Fotografia de Jennie logo após a descoberta / Crédito: Divulgação/ Jennie Fitzgerald/ Arquivo Pessoal

Após a descoberta, Jennie retornou para o trailer onde ela, seu marido e dois filhos estavam passando o final de semana, e o artefato foi um sucesso imediato entre as crianças, que estavam convencidas de que a família se tornaria "rica e famosa" após o achado. 

"Eu disse 'gente, olha isso, a mamãe encontrou um baú do tesouro'", contou a britânica, ainda segundo a BBC. 

O grupo iniciou uma verdadeira operação para abrir o objeto: o cadeado de latão se mostrou firme, contudo, para a felicidade de todos, o fundo da caixa de madeira estava amolecido.

Assim, após o uso de algumas escovas de dente para retirar a camada de areia cobrindo a arca, seu tesouro finalmente pode ser investigado pelos olhos curiosos da família Fitzgerald

As moedas começaram a cair, depois as pedras preciosas e o relógio de bolso. A última coisa que saiu foi um grande frasco de perfume. Eu estava em choque, estava só sentada lá olhando para todos", relembrou a mulher de 38 anos em uma entrevista divulgada pela BBC. 

De acordo com Jennie, havia cerca de cem moedas. A maioria foi identificada por eles como pertencente ao período vitoriano, mais existiam também algumas do reinado de George III, e outras ainda mais antigas, de aparência medieval ou até mesmo greco-romana. 

Fotografia mostrando conteúdo da arca do tesouro / Crédito: Divulgação/ Jennie Fitzgerald/ Arquivo Pessoal

Pedacinho de História

A única pista em relação ao dono original do baú é uma inscrição dizendo "Ernest", que está esculpida no metal de um dos objetos contidos pela arca.

A mulher britânica enviou seu achado arqueológico para ser analisado por especialistas a fim de descobrir mais informações a respeito dele, como sua idade exata e, possivelmente, até mesmo a identidade de seu proprietário.


Para conferir mais notícias curiosas, não deixe de seguir o site Aventuras na História no Google News. São publicados diariamente notícias, reportagens e matérias especiais sobre fatos históricos. Clique aqui para seguir agora mesmo!