Matérias » Família Real Britânica

De envolvimento com o nazismo a tragédia: Conheça as irmãs mais velhas do Príncipe Philip

O marido de Elizabeth II foi o único filho homem de seus pais, nascido depois de quatro mulheres

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 14/04/2021, às 11h52

Montagem mostrando as quatro irmãs de Philip
Montagem mostrando as quatro irmãs de Philip - Wikimedia Commons

Na última sexta-feira, 9, o Palácio de Buckingham anunciou ao mundo a morte de Príncipe Philip, aos 99 anos de idade, que felizmente “faleceu pacificamente”, de acordo com o comunicado oficial. 

Embora o membro da Família Real costume ser lembrado como marido de Elizabeth II, pai do Príncipe Charles ou então avô de William e Harry, contudo, pouco se fala sobre os outros familiares do nobre.

Saiba mais abaixo sobre quem foram as quatro irmãs mais velhas de Philip, e de que forma suas trajetórias se diferem da do único irmão homem a ponto delas inclusive não terem podido participar de seu casamento com a futura Rainha da Inglaterra

1. Princesa Margarita da Grécia e Dinamarca (1905 - 1981) 

Princesa Margarita / Crédito: Wikimedia Commons

 

Quando a filha primogênita do Príncipe Andrew da Grécia e da Dinamarca e da Princesa Alice de Battenberg nasceu, ela se tornou a primeira tataraneta da legendária Rainha Vitória.

Ela se casou aos 26 anos de idade com um príncipe alemão chamado Gottfried, que acontecia de estar afiliado ao Partido Nazista. Sua primeira filha nasceu natimorta, porém felizmente essa não foi uma ocorrência recorrente ao longo de seu casamento, com seus cinco filhos seguintes vindo ao mundo com saúde. 

Margarita faleceu aos 76 anos, relativamente nova em comparação à idade avançada alcançada pelo irmão caçula. 

2. Princesa Theodora da Grécia e Dinamarca (1906 - 1969) 

Princesa Theodora / Crédito: Wikimedia Commons

 

A segunda irmã mais velha de Philip também casou-se com um príncipe alemão, esse chamado Berthold, com quem teve três filhos. Uma curiosidade é que seu marido também era seu primo de segundo grau pelo lado paterno, uma ocorrência comum dentro da nobreza. 

Vale mencionar que Berthold também era envolvido com o nazismo, e chegou a lutar na Segunda Guerra Mundial, com seu período no front sendo interrompido por conta de um ferimento conseguido em uma batalha na França que o tornou inválido aos olhos do Exército Alemão. 

Theodora morreu ainda mais jovem que a irmã mais velha, aos 63 anos de idade. 

3. Princesa Cecilie da Grécia e Dinamarca (1911 - 1937) 

Fotografia de Princesa Cecilie / Crédito: Wikimedia Commons

 

Cecilie se casou com um Grão-Duque alemão aos vinte anos, e a despeito de seu curto casamento (de apenas seis anos), teve um total de quatro filhos. A união dos dois foi curta, no caso, porque a nobre grega acabou falecendo em um acidente trágico, quando a aeronave em que estava caiu e matou todos os passageiros. 

Para tornar o episódio ainda mais triste, a irmã de Philip estava na época grávida de oito meses, e os restos mortais do bebê puderam ser encontrados em meio aos destroços do acidente, indicando que Cecilie teve seu parto durante o voo, e fazendo surgir ainda a hipótese de que o pouso desastroso havia sido uma tentativa de chegar ao chão mais rápido por conta desse evento. A notícia do ocorrido, juntamente com essa especulação, foi relatada no jornal “O Independente da Noite” em 1937. 

4. Princesa Sophie da Grécia e Dinamarca (1914 - 2001)

Princesa Sophie / Crédito: Wikimedia Commons

 

A irmã com idade mais próxima do Príncipe Philip, com apenas sete anos de diferença em relação a ele, é a única que teve dois casamentos. 

O primeiro, seguindo a tendência de suas irmãs, foi com um príncipe alemão chamado Christoph de Hesse, que lutou e morreu na Segunda Guerra Mundial. Ainda mais conectado à ideologia nazista que os maridos das outras irmãs de Sophie, ele ocupava um cargo alto dentro da SS, a milícia do partido de Hitler. A jovem grega teve cinco filhos com ele. 

O segundo casamento de Sophie foi com outro membro da realeza alemã, e essa união gerou mais três filhos. 

Uma curiosidade é que, quando Philip casou-se com Elizabeth no ano de 1947, as atrocidades da Segunda Guerra ainda eram muito recentes, e pelo fato da Inglaterra e Alemanha terem estado em lados opostos do conflito, as três irmãs ainda vivas do príncipe não puderam comparecer por conta de seus maridos. 

Mais tarde na vida da filha mais nova dos pais do Duque de Edimburgo, todavia, ela foi visitar seu irmão diversas vezes, afinal tendo a oportunidade de conhecer a Rainha da Inglaterra.  Sophie faleceu apenas em 2001, aos 87 anos.


+Saiba mais sobre o tema através de grandes obras da Amazon: 

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7