Matérias » Família Real

Camilla Parker-Bowles, a mulher que também abalou a corte da Rainha Elizabeth II

A Duquesa da Cornualha tem um histórico de idas e vindas com o príncipe Charles, além de ter sido um grande incômodo para a princesa Diana

Penélope Coelho Publicado em 24/05/2020, às 10h00

Duquesa da Cornualha, em 2009
Duquesa da Cornualha, em 2009 - Wikimedia Commons

Histórias de amor nem sempre tem um percurso linear e sem interrupções como nos contos de fadas. Apesar de estar envolvida em uma verdadeira história de princesa, para viver seu amor com o primogênito da Rainha Elizabeth II, Camilla penou por muitos anos e até foi infiel.

Nascida em 7 de julho de 1947, na Inglaterra, Camilla Rosemary Shand, veio de uma família de oficiais do exército britânico. Desde jovem tinha amor por cavalos e pinturas. A garota vivia uma vida normal, até que o seu destino se cruzou com o de Charles, na década de 1970, os dois frequentavam o mesmo círculo social, mas nunca tinham se visto antes.

Há quem diga que Charles e Camilla se conheceram durante uma partida de pólo no Windsor Great Park, em 1970 e desde então começaram a se relacionar. Esse seria um dos primeiros relacionamentos sérios de Charles. No entanto, a relação não era bem aceita pela família Real, já que era exigido do príncipe que ele se casasse com uma mulher diretamente ligada à aristocracia inglesa, que fosse virgem e anglicana.

Em 1971, Charles entrou para a Marinha Real a mando de sua família. Ele tentou manter o relacionamento à distância, mas, tudo foi por água a baixo, já que Camilla estava prestes a se casar com outro, em uma cerimônia católica. Aos 25 anos, em 4 de julho de 1973, Camilla casou-se com Andrew Parker-Bowles, um oficial da Guarda — de quem herdou o sobrenome. Eles tiveram dois filhos.

Diana

Tudo mudou para Charles, quando ele conheceu a futura princesa de Gales, Diana. Os dois se casaram em 1981 e tiveram dois filhos: William e Harry. Diana era verdadeiramente apaixonada pelo marido, mas, Charles nunca se esquecera de Camilla, o que gerou grandes problemas para o casal. Parece que o mesmo acontecia com Bowles.

Princesa Diana e Camilla durante uma corrida de cavalos / Crédito: Getty Images

 

Diana sabia que Camilla e Charles eram amigos, mas, nunca se mostrou segura dessa relação, mesmo que Parker tentasse se aproximar dela, a princesa sabia que existia algo entre os dois e que não era somente uma amizade.

O príncipe de Gales e Parker eram casados, mas, isso não impediu que eles mantivessem uma relação extraconjugal. Em entrevistas dadas no ano de 1995, Diana afirmou: “Havia três de nós neste casamento, por isso estava um pouco cheio”.

O escândalo

O nome de Camilla abalou a corte inglesa pela segunda vez, após conversas telefônicas gravadas secretamente entre ela e Charles serem vazadas, em 1993. Os áudios revelaram que os dois estavam se relacionando escondido. Em dezembro de 1994, após 21 anos de casamento com Andrew, o casal se separou. Charles e Diana já haviam encerrado a relação oficialmente em 1992.

Após a repentina e inesperada morte de Diana, em decorrência de um acidente de carro, em 1997, Charles e Camilla, só foram vistos juntos novamente, depois de alguns anos. Os rumores ganharam vida quando eles foram fotografados saindo de uma festa. A realeza estava em fúria.

No ano de 2003, o casal estava mais unido do que nunca. Charles convidou a amada para morar no Palácio de Clarence. Em 10 de fevereiro de 2005, anunciaram oficialmente o noivado. O anel que Charles deu a Camila, era um pertence de sua avó, mãe da Rainha Elizabeth II. No entanto, o atual conto de fadas era um pesadelo. O divórcio sempre foi um tabu para a realeza britânica e o segundo casamento dos dois, causou reboliço nas estruturas principais da família real.

Charles e Camilla durante um jogo de pólo em 1979 / Crédito: Getty Images

 

Charles e Camilla se casaram, contra tudo e todos, mais de 20 anos depois de terem se conhecido. O casamento ocorreu em 9 de abril de 2005, com a benção da Igreja Anglicana, a partir de então, a mulher tornou-se oficialmente a duquesa da Cornualha.

Mesmo recebendo muitos julgamentos externos, a relação dos dois é aprovada por William e Harry, que já fizeram afirmações para imprensa dizendo que a madrasta faz o príncipe Charles feliz e isso é tudo que importa.

Atualmente, a duquesa atua em causas importantes, usando sua influência como membro da família real, para tentar fazer a diferença de alguma forma. Seus principais interesses são áreas como a osteoporose — doença sofrida por sua mãe.

Além de lutar contra o estupro e abuso sexual, Parker também trabalha em campanhas de alfabetização, recebendo diversos elogios por suas ações desde que se tornou duquesa. Camilla, hoje aos 72 anos e Charles, com 71, vivem bem e felizes na Casa de Clarence.


+Saiba mais sobre a família real britânica por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7