Matérias » Entretenimento

A castração de Alcides em 'Pantanal', cena que chocou a audiência em 1990

Originalmente transmitida pela Rede Manchete, o capítulo foi amplamente comentado pela violência e agonia

Wallacy Ferrari Publicado em 20/03/2022, às 08h00

Ângela Leal e Ângelo Antônio nos papéis de Maria Bruaca e Alcides
Ângela Leal e Ângelo Antônio nos papéis de Maria Bruaca e Alcides - Divulgação / Bloch

A novela 'Pantanal', exibida originalmente pela extinta Rede Manchete por todo o ano de 1990, não apenas conquistou o público brasileiro por revelar grandes talentos da teledramaturgia nacional ou pelas paisagens filmadas diretamente no bioma brasileiro, mas também cativou com a trama tipicamente brasileira, contando com personagens folclóricos misturados com criações do autor Benedito Ruy Barbosa.

Uma de suas criações foi personificada na versão original pelo ator Antônio Petrin; Tenório, um dos pantaneiros que chocou o Brasil com uma cena capaz de provar seu cunho vingativo e vilanesco. Nela, flagra sua esposa, Maria Bruaca, interpretada por Ângela Leal, o traindo com o peão Alcides, incorporado pelo ator Ângelo Antônio.

De maneira a punir o homem por mexer com a moça comprometida, Tenório invade o local e embosca Alcides, imobilizando o peão e cometendo um dos atos mais violentos e comentados da produção; o traído castra o traidor, que sofre em meio a uma atuação comentada até mesmo pela crítica especializada, como relatou o portal Notícias da TV.

Como foi a cena

Em reportagem da Folha de S.Paulo publicada em 16 de novembro de 1990, a cena de dor teria atingido um dos principais picos de audiência de toda a trama, principalmente por compor a reta final da novela, já consolidada na audiência, abusando de sangue cenográfico e representações gráficas do ato brutal.

O ápice dessas sequências foi, naturalmente, a cena da castração. Muito sangue, muita cara feia de dor e pavor. Todos os elementos necessários para fazer parecer real – mesmo sem mostrar o fato consumado”, esclareceu a reportagem.

A reportagem ainda trilhou as reações dos personagens: "Imediatamente depois, apareceram na telinha doses dos rostos dos três personagens em questão. O de Alcides transparecia a dor. O de Bruaca revelava o horror. O rosto de Tenório era o protótipo de um louco em pleno delírio. Tudo isso sem nenhum som", acrescentou.

Na nova versão da TV Globo, que promete reproduzir com fidelidade o roteiro que garantiu a liderança em 1990, os três personagens já possuem seus novos donos;

Tenório será interpretado Murilo Benício, que fará par com Debora Bloch, nova intérprete de Maria Bruaca. Juliano Cazarré conclui o triângulo amoroso e dará vida a Alcides.

Veja a chocante cena de 'Pantanal' abaixo: