Matérias » Crimes

Christopher Watts, o homem que assassinou a própria família

Em um dos crimes mais brutais dos Estados Unidos, o psicopata matou as filhas e a esposa e teve sua vida contada em um documentário recente da Netflix

Alana Sousa Publicado em 06/10/2020, às 13h30

A família Watts
A família Watts - Divulgação

No final de setembro, a Netflix lançou para seus assinantes o eletrizante — e perturbador — documentário American Murder: The Family Next Door (Cenas de um Homicídio: Uma família vizinha, em adaptação para o português). A produção, de pouco mais de uma hora de duração, com direção de Jenny Popplewell, apresenta um crime ocorrido no final de 2018 que chocou o mundo: Christopher Watts assassinou friamente as duas filhas e a esposa. A razão nunca foi desoberta.

Pôster do Documentário / Crédito: Divulgação/Netflix

 

Família feliz

Há dois anos, Christopher Watts e Shanann Cathryn Watts aparentavam ser um casal feliz, um modelo que os amigos se inspiravam. Casados desde 2012, eles residiam em Frederick, no estado de Colorado, Estados Unidos, junto com as duas filhas, Bella Marie de 5 anos, e Celeste Cathryn, de 3.

A vida da família Watts era tranquila, Shanann frequentemente compartilhava momentos íntimos nas redes sociais, dizia que Christopher era a melhor coisa que havia lhe acontecido, um marido e pai exemplar.

Apesar de algumas crises no casamento, o súbito comportamento frio do homem levou a esposa a acreditar que ele estivesse escondendo uma amante, algo que foi negado diversas vezes. A relação de Shanann com a família do marido também não era das melhores: ela chegou a dizer que não queria que suas filhas tivessem qualquer contato com os parentes paternos.

No entanto, uma gravidez inesperada pareceu acalmar as coisas entre o casal, que um dia fora intensamente apaixonado. Pela primeira vez, Christopher e Shan estavam esperando um menino, algo que deixou ambos muito contentes, e decidiram que iriam chama-lo de Niko.

Desaparecimento misterioso

Shanann acreditava que a vida com o marido finalmente tinha voltado ao normal, esperando o nascimento de seu novo bebê com muita ansiedade. Com pouco mais de três meses de gestação, ela precisou fazer uma viagem de trabalho, deixou as meninas em casa com o pai, e foi com a amiga pessoal e colega de negócios, Nickole Utoft Atkinson, para o Arizona.

A curta viagem durou apenas alguns dias. Em 13 de agosto de 2018, Shan foi deixada em casa por Nickole ainda de madrugada. Esta seria a última vez que a mulher foi vista ainda com vida.

No dia seguinte, Nickole estava preocupada com a amiga, suas mensagens e ligações não estavam sendo atendidas. Apavorada, Utoft foi até a casa dos Watts para ver o que estava acontecendo. Chegando lá, a residência parecia vazia, ela bateu na porta, tocou a campainha, mas ninguém respondeu. Sem saber o que fazer, ligou para a polícia, que rapidamente chegou ao local.

Shanann e Christopher / Crédito: Divulgação

 

Um oficial do Departamento de Polícia de Frederick, então, entrou em contato com Christopher, que saiu de seu trabalho onde atuava como operador de uma produtora de petróleo e gás, e chegou depressa em sua casa.

Sem saber do paradeiro de suas filhas e esposa, ele autorizou a entrada do policial na residência e se mostrou interessado em discutir maneiras de encontrar sua família. Dentro da moradia, não havia sinais de sangue ou conflito, nada que acusasse de imediato a culpa de Christopher, apenas o celular de Shanann foi localizado em um balcão — algo que pareceu incomum para Nickole, sabendo que a amiga tinha uma consulta naquela manhã e era muito apegada ao aparelho.

No outro dia, veículos midiáticos tiveram conhecimento sobre o misterioso desaparecimento de três membros da família Watts, e decidiram por dar espaço para que Chris fizesse um apelo em rede nacional para que qualquer um que tivesse pistas sobre o sumiço entrasse em contato com as autoridades.

Ainda no dia 14 de agosto, o FBI e uma Divisão de Segurança Pública do Colorado começaram uma intensa investigação, para que as vítimas fossem resgatadas. Sempre que perguntado, Christopher afirmava que não sabia do paradeiro da mulher, dizendo que tinha saído para o trabalho logo após a chegada da esposa em casa. Apesar de apresentar um comportamento apático e frio, o homem confessava em entrevistas que queria ver a família de volta o mais rápido possível.

O crime brutal

Em 15 de agosto, as autoridades convidaram Christopher para realizar um teste do polígrafo, o qual ele aceitou sem hesitar. Tornando-se, cada vez mais, um suspeito do caso, o homem, como os oficias já esperavam, falhou no teste. A partir daí, o objetivo era fazer com que ele confessasse a verdade por trás do desaparecimento que havia parado o país.

A primeira versão do criminoso foi a de que ele teria pedido o divórcio para a esposa, e ela, em um acesso de raiva, estrangulou as duas filhas. Em seguida, ele a estrangulou, jogando os três corpos em um tanque de petróleo em seu local de trabalho.

Shanann estava cada vez mais certa de que o marido a traía, algo que era verdade, mas nunca havia sido revelado por Chris, até que sua amante, Nichol Kessinger veio a público mostrar seu choque pela atitude de Watts.

Acusado formalmente do dia 21 daquele mês, o assassino seria levado ao tribunal para responder sobre crimes de assassinato em primeiro grau, interrupção ilegal de gravidez, e adulteração de cadáver. Entretanto, a verdade completa ainda não tinha sido revelada.

O caso, descrito como uma aniquilação familiar, precisou ser acelerado em processos legais, isso pois é comum em situações como esta que o culpado cometa suicídio antes de ser sentenciado à prisão. Ainda mais levando em consideração que Watts havia pagado fiança para esperar o julgamento em liberdade.

Cristopher no primeiro dia de desaparecimento / Crédito: Divulgação/Netflix

 

Confessando ser responsável pelas três mortes, Christopher foi sentenciado em 19 de novembro a cinco prisões perpétuas. Ele permanece na Dodge Correctional Institutionm uma prisão de segurança máxima em Wisconsin.

A verdade macabra

Já era certo que o pai tinha matado as duas filhas e a esposa, mas os detalhes do crime só foram revelados em março de 2019. Em entrevista à polícia, Christopher finalmente contou a verdade. Em uma discussão com a esposa, na qual o psicopata pediu o divórcio e ela afirmou que ele nunca mais veria as filhas novamente, ele a estrangulou até a morte, ainda na cama que eles dormiam.

De repente, Bella entrou no quarto e viu a mãe desacordada, assustada, perguntou o que tinha acontecido, o pai apenas falou que ela não estava se sentindo muito bem. Sua próxima ação foi envolver o corpo da falecida mulher em um lençol, enquanto a criança de cinco anos assistia a cena, chorando.

O homem colocou o corpo da primeira vítima no chão de sua caminhonete, pegou as duas filhas e dirigiu para uma área remota. Parou em um campo abandonado e tirou o corpo de Shannan de dentro do veículo. As meninas, apavoradas, perguntavam o que ele estava fazendo.

Foi quando Christopher voltou ao carro e sufocou Celeste enquanto a irmã observava. Após ver que a filha mais nova havia morrido, levou seu pequeno corpo e atirou em um tanque de petróleo. Retornou para a caminhonete e utilizou o mesmo cobertor para asfixiar Bella, deixando seu cadáver no mesmo tanque.

O homem, que disse não ter planejado nenhuma das mortes, nunca derramou uma lágrima ou mostrou-se arrependido pelo que fez. Hoje, ele conta que é atormentado pelo seu crime brutal, mas o real motivo que o levou a assassinar sua família ainda não foi esclarecido.


+Saiba mais sobre o tema por meio das obras disponíveis na Amazon:

Serial Killers - Anatomia do Mal: Entre na mente dos psicopatas, de Harold Schrechter (2019) - https://amzn.to/39YVlGK

De frente com o serial killer, de Mark Olshaker e John E. Douglas (2019) - https://amzn.to/2UX47R4

Lady Killers: As mulheres mais letais da história, de Tori Telfer (2019) - https://amzn.to/3c7BoPb

Mindhunter: O Primeiro Caçador de Serial Killers, de John Douglas e Olshaker Mark (2017) - https://amzn.to/2xccb7L

Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, de Ann Rule (2019) - https://amzn.to/3cauuc9

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W