Matérias » Astronomia

Cientistas encontram solução curiosa para “limpar” poeira da lua

O resíduo conhecido como regolito é um dos maiores obstáculos dos astronautas em missões espaciais

Alana Sousa Publicado em 01/09/2020, às 06h00

Poeira da lua pode ser vista em foto com astronauta
Poeira da lua pode ser vista em foto com astronauta - Wikimedia Commons

Uma nova pesquisa publicada na revista Acta Astronautica pretende trazer uma solução para o problema constante dos astronautas: a poeira da Lua. O estudo foi realizado pela Universidade do Colorado, localizada na cidade de Bolder, Colorado, nos Estados Unidos.

A poeira lunar, também conhecida como regolito, é um dos maiores obstáculos dos astronautas, pois, como estão em grande quantidade, atrapalha qualquer missão que seja destinada no satélite natural. “É realmente irritante", afirmou Xu Wang, pesquisador associado do Laboratório de Física Atmosférica e Espacial.

Como explicou Wang em seu artigo: “A poeira lunar adere a todos os tipos de superfícies - trajes espaciais, painéis solares, capacetes — e pode danificar equipamentos”. Pensando nisso, sua equipe desenvolveu uma solução que promete revolucionar o cenário astronômico.

Uma ferramenta — parecida com uma vassoura — possui um feixe de elétrons e um dispositivo que dispara um fluxo seguro e concentrado de partículas carregadas de baixa energia conseguiu alcançar o desejado pelos cientistas. Eles perceberam que ao ligar o aparelho a poeira voou para longe. “Literalmente salta para fora", disse o autor Benjamin Farr.

A descoberta é apenas o primeiro passo para que o item seja implantado definitivamente no cotidiano dos astronautas. Mais estudos serão realizados para que o objeto possa, cada vez mais, ser melhorado e, enfim, entrar em ação em um futuro próximo.