Matérias » Guerras

Cinco pessoas que conseguiram atravessar o Muro de Berlim

Embora a barreira fosse quase intransponível, algumas pessoas encontraram formas criativas de atravessar. E levaram outros com elas

Joseane Pereira Publicado em 08/11/2019, às 06h00

Jovem sorri do outro lado
Jovem sorri do outro lado - Getty Images

O Muro de Berlim foi fortalecido pela Alemanha Oriental com inúmeras defesas, entre elas cães de guarda, torres de vigia e camas de prego. Mesmo assim, algumas pessoas conseguiram deslizar pelas defesas de maneiras surpreendentes, levando seus familiares e amigos para o outro lado. Confira abaixo alguns exemplos.

1. HORST KLEIN E SUA CORDA BAMBA

Uma das fugas mais insanas pelo muro foi feita em 1963 por Horst Klein, acrobata da Alemanha Oriental. Usando suas grandes habilidades, ele conseguiu transformar um cabo de alta tensão não utilizado em sua rota de fuga. Klein balançou 18 metros acima dos guardas da patrulha, se movendo de mão em mão até o outro lado.

Sua aterrissagem não foi a mais agradável, pois ele acabou caindo do cabo. Mas cumpriu sua missão de aterrissar em Berlim Ocidental.

2. HEINZ MEIXNER ATRAVESSANDO COM ESTILO

Crédito: Getty Images

 

Em 5 de maio de 1963, Heinz Meixner chegou ao posto militar Checkpoint Charlie em seu conversível vermelho Austin Healey Sprite. O para-brisa de seu carro estava faltando e os pneus tinham pouco ar. Mas não era só isso: na parte de trás do carro estava escondida sua amada, Margarete Thurau. E a mãe dela, Frau Thurau, estava no porta-malas.

Sua fuga para oeste de Berlim era em nome do amor. Implacável, Meixner verificou o melhor local para fuga, e alugou o carro mais baixo possível para passar pela barreira. Antes que os guardas pudessem disparar, ele pisou no acelerador, abaixou a cabeça e disparou para Berlim Ocidental. Seu minúsculo carro deslizou com estilo.

3. WETZEL E STRELCZYK EM UM BALÃO DE AR QUENTE

Em 1979, Hans Strelczyk e Gunter Wetzel planejaram uma fuga digna de filmes de aventura. O pedreiro Wetzel e o mecânico Strelczyk utilizaram seus conhecimentos para construir um motor de balão de ar quente com velhos cilindros de propano. Suas esposas, então, improvisaram um balão com lençóis e pedaços de lona, e no dia 16 de setembro, os dois casais e seus quatro filhos flutuaram por sobre o muro, atingindo 2 mil metros de altura.

4. CONRAD SCHUMANN FUGINDO DE UNIFORME

Crédito: Imgur

 

Costumamos pensar nos guardas de fronteira como pessoas rígidas e desalmadas. Mas muitos deles estavam tão desesperados para fugir quanto qualquer outro. Esse foi o caso de Conrad Schumann, guarda de 19 anos, que fugiu em 15 de agosto de 1961.

Como naqueles dias a parede não passava de montes de arame farpado, a fuga foi rápida: o soldado pulou sobre o arame enquanto carregava sua metralhadora. O salto de Schumann se tornou uma imagem símbolo da Guerra Fria.


Saiba mais sobre o Muro de Berlim através das obras abaixo

1. Berlim: 1961, de Frederick Kempe - https://amzn.to/2JUD3w6

2. Diário de Berlim ocupada - 1945-1948, de Ruth Andreas-Friedrich - https://amzn.to/2NrBHuM

3. Os túneis: A história jamais contada das espetaculares fugas sob o Muro de Berlim, de Greg Mitchell - https://amzn.to/34D9maR

4. 1989: O ano que mudou o mundo: A verdadeira história da queda do Muro de Berlim, de Michael Meyer - https://amzn.to/2pHRIDT

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.