Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Personagem

Como a mãe de Jack Black ajudou a salvar a missão Apollo 13

Mãe do astro de Hollywood tem uma história instigante

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 05/02/2022, às 09h00

Jack Black ao lado de sua mãe - Getty Images
Jack Black ao lado de sua mãe - Getty Images

‘Escola do Rock’, ‘As Viagens de Gulliver’ e ‘Kung Fu Panda’ — todos estes são filmes extremamente famosos, que, por sua vez, só aumentaram a fama de Jack Black. Porém, o ator não é a única personalidade em destaque dentro de sua família. Muitos desconhecem a importância da mãe do astro na história dos EUA. 

Judith Black, ou Judith Love Cohen, faleceu em 2016, aos 82 anos de idade. Bailarina, engenheira e inventora, era uma profissional extremamente dedicada à sua carreira.

A mãe do ator é, até hoje, um grande nome dentro da engenharia espacial, campo que evolui cada vez mais. Mesmo com quatro filhos, sendo um deles Jack Black, Judith conseguiu escrever, dançar e até fazer parte de um dos maiores episódios da história: ajudou a salvar a aeronave Apollo 13.

Judith, mãe do ator / Crédito: Divulgação / Instagram / Jack Black

Além de tudo, a mãe do atorJack Black também dedicou-se à melhora das condições para mulheres dentro do campo da engenharia e foi voz ativa na igualdade de gênero durante toda sua carreira, como escreveu seu filho Neil Siegel em um texto relembrando sua vida, após seu falecimento.

“Ela [Judith Love Cohen] era uma ativista vigorosa e incansável pelo tratamento melhor das mulheres no campo de trabalho. Muitas coisas que hoje consideramos rotina, como a oferta de empregos para os quais todo mundo pode aplicar, descrições formais de cada posição, foram suas criações. Ela teve um impacto profundo na igualdade dos trabalhadores”.

O que foi a Apollo 13?

Astronautas da missão Apollo 13 / Crédito: Divulgação / NASA

Judith ajudou a criar e fez parte da equipe do Sistema de Orientação de Abortamento, o time que realmente garantiu a chegada dos astronautas presentes na missão a salvo na Terra. Por que foi necessário um abortamento?

A Apollo 13, na verdade, foi a sétima missão tripulada do programa Apollo da NASA, além de ter a intenção de ser o terceiro pouso tripulado na Lua. Porém, devido a um acidente, não foi possível completar o voo e os astronautas dentro do foguete Saturno V nunca chegaram a pisar no solo lunar.

O veículo, acompanhado de uma nave que possibilitara a movimentação da embarcação, era composto de dois módulos principalmente: o de comando, no qual estavam as comunicações e o centro de controle, e o de serviço, no qual ficavam os recursos necessários para completar a missão, inclusive o oxigênio.

Porém um dos tanques de oxigênio explodiu e os astronautas tiveram de usar o módulo lunar como bote salva-vidas para se salvar, ação que foi guiada pelo Sistema de Orientação de Abortamento, onde Judith estava presente.

Neil Siegen, de acordo com a cobertura do portal de notícias USA Today, feita no ano passado, também afirmou que sua mãe considerava a participação neste processo um dos maiores destaques de sua carreira.

“Minha mãe, usualmente, considerava seu trabalho no programa Apollo como o destaque de sua carreira. Quando o desastre atingiu a missão Apollo 13, foi o Sistema de Orientação de Abortamento que os trouxe para casa com segurança. Judy estava lá quando os astronautas agradeceram a instalação em Redondo Beach”.

A vida pessoal de uma estrela da engenharia

O ator Jack Black / Crédito: Getty Images

Judith Love Cohen tinha duas principais paixões, segundo seus filhos, a própria engenharia e a dança. Com apenas 19 anos de idade, já fazia parte do grupo Corps de Ballet na Companhia de Ballet de Ópera da Nova York Metropolitana, dedicando-se a isso ao mesmo tempo que estava dentro de sua formação como engenheira.

Na universidade, conheceu seu primeiro marido, com quem teve suas três primeiras crianças, além de completar seu diploma e mestrado. A engenheira havia parado de praticar balé com seus filhos, no entanto, não podia parar a dança por completo, especializando-se em danças populares.

Alguns anos depois de divorciar-se e casar com Tom Black, Judith ficou grávida de Jack; foi a maneira com que lidou com o parto só mostra a sua dedicação à carreira.

No dia em que Jack Black nasceu, sua mãe foi ao escritório e, mesmo após entrar em trabalho de parto, levou seu computador e um problema matemático impresso para o hospital. Mais tarde no mesmo dia, Judith Love Cohen ligou para seu chefe, depois de ter parido seu quarto bebê, com a resposta para o problema nas mãos.