Matérias » Brasil

Como foi a conversa de Bolsonaro com brasileiros refugiados da Ucrânia?

Feita por vídeochamada, o chefe de estado contatou pessoas afetadas pela operação militar da Rússia

Wallacy Ferrari Publicado em 10/03/2022, às 10h27

None
Divulgação / Redes socias

Na tarde da última quarta-feira, 9, o presidente Jair Bolsonaro (PL) comunicou, através de seu perfil oficial no Twitter, que conseguiu conversar com alguns dos brasileiros que atravessaram as fronteiras da Ucrânia após a conturbada intervenção militar russa que resultou em guerra entre os países. O chefe de estado conseguiu o contato com o auxílio da FAB (Força Aérea Brasileira).

O ramo aéreo das Forças Armadas trabalha no resgate não apenas de brasileiros, mas concentra esforços para auxiliar refugiados de países do Mercosul que não possuem embaixada na Ucrânia, como o Chile e a Argentina. 

Na ocasião da chamada, os brasileiros estavam embarcando em um voo especial partindo de Varsóvia, na Polônia. Bolsonaro acrescentou que a operação resgatou 42 brasileiros, 20 ucranianos com ligações brasileiras, 05 argentinos e 01 colombiano.14 dos resgatados são crianças

O que foi conversado

Na chamada com os brasileiros, ele assegurou uma chegada calorosa em terras tupiniquins, de chegada prevista para o dia seguinte a viagem, nesta quinta-feira, 10: "Vou mandar uma recepção para vocês aqui em Brasília! Vou dar um abraço em vocês amanhã, aqui na base em Brasília”.

Ainda na chamada, ele lamentou a ocorrência da guerra e explicou que, dentro de seus limites, faz o possível pelo bem estar dos resgatados: “A gente lamenta o ocorrido, torce pela paz. Isso que está acontecendo aí atrapalha o mundo todo”.

Confira abaixo o vídeo da conversa: