Matérias » Espaço

Como o Brasil esteve presente em uma das decisões cruciais de Elon Musk

Durante uma visita a Florianópolis, o CEO da Tesla e da Spacex ouviu que poderia "perder todo seu dinheiro" caso apostasse em sua ideia. Saiba o que aconteceu!

Fabio Previdelli Publicado em 20/05/2021, às 18h00 - Atualizado às 22h36

Elon Musk, CEO da Tesla e da SpacX
Elon Musk, CEO da Tesla e da SpacX - Getty Images

Como reportado há alguns dias pela equipe do site Aventuras na História, o presidente da Tesla e da SpaceX, Elon Musk, deixou de ser a segunda pessoa mais rica do mundo depois que as ações de uma de suas companhias caíram cerca de 2,2%. 

Com isso, o sul-africano soma uma perda de 24% do seu patrimônio desde o começo do ano, o que significa cerca de 9 bilhões de dólares a menos em sua conta. Mesmo assim, o empresário ainda goza de uma fortuna de cerca de 160,6 bilhões de dólares, o que o coloca entre as pessoas mais poderosas do planeta.

Mas nem sempre foi assim, há cerca de 20 anos, por exemplo, Musk tomava uma importante e ousada decisão que mudou sua vida para sempre. Poucos sabem, no entanto, que esse episódio na história do magnata tem uma relação com o Brasil.

Fotografia de Elon Musk, o CEO da SpaceX/ Crédito: Wikimedia Commons

 

Investir ou não investir: Eis a questão 

Há duas décadas, Elon Musk estava começando sua carreira como empreendedor. Como muitos membros desse recorte da população, ele teve de encontrar os melhores caminhos para prosperar, embora nem sempre suas escolhas tenham sido fáceis.  

Um ponto fundamental em sua vida ocorreu quando o bilionário estava visitando o Brasil, mais precisamente a ilha de Florianópolis, em Santa Catarina. O episódio em questão foi revelado em um bate-papo que teve como Peter Diamandis, seu amigo e fundador da Singularity University. 

Os dois se reuniram para promover o XPrize, uma competição criada por Peter e financiada por Elon, que busca incentivar a criação de novas tecnologias inovadoras, principalmente para remover o excesso de carbono e de outros gases poluentes que são os principais responsáveis para as mudanças climáticas enfrentadas pelo planeta, como explica matéria da Época Negócios.  

Quando estiveram em solo tupiniquim, o CEO da Tesla relembra que, enfim, decidiu se investiria ou não na SpaceX. Mesmo que, na ocasião, Diamandis lhe aconselhou a relevar sua ideia, alertando que ele poderia "perder todo seu dinheiro".  

“Você provavelmente estava certo”, disse o sul-africano em tom de provocação bem humorada com o amigo. Apesar do conselho, Elon acabou apostando em seu projeto e hoje desenvolve, junto à NASA, um novo foguete para realizar a próxima missão até a Lua — além de desenvolver um projeto para colonizar Marte.

A SpaceX e a 'missão Marte '

A companhia espacial de Elon Musk foi fundada poucos meses depois, em 6 de maio de 2002, segundo registros da California Secretary of State. Hoje, segundo a CNBC, a SpaceX está avaliada em mais de 74 bilhões de dólares. 

Além disso, um levantamento feito em 2019, pela empresa de análise de mercado Jefferies, apontou que a companhia de Musk é a atual líder no setor de foguetes em todo mundo, o que lhe fez arrecadar cerca de 2 bilhões de dólares somente nos último 12 meses anteriores à publicação do relatório.  

Com o sucesso de sua companhia, Musk demonstra cada vez mais um desejo em explorar Marte. Recentemente, como apontou matéria publicada pela equipe do site Aventuras na História, o sul-africano disse que, para construir uma cidade em Marte, os humanos teriam que viver em “cúpulas de vidro no início”. 

Assim, eventualmente, o Planeta Vermelho poderia ser “terraformado para suportar a vida, como a Terra”, como pode ser visto no tweet acima. Além disso, o empresário disse que esse processo será “muito lento para ser relevante em nossas vidas”, embora seja importante que uma base seja estabelecida por lá em breve. "Pelo menos uma futura civilização espacial — descobrindo nossas ruínas — ficará impressionada com os humanos que chegaram tão longe", comentou o empresário.

Ainda durante a conversa com DiamandisElon voltou a tocar no assunto, dizendo que “provavelmente um monte de gente vai morrer" durante o desenvolvimento do projeto no Planeta Vermelho. "É desconfortável. É uma longa jornada. Você pode não voltar vivo", lamentou, lembrando que "não vamos obrigar ninguém a ir, somente voluntários".


++Saiba mais sobre Elon Musk por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Elon Musk: Como o CEO bilionário da SpaceX e da Tesla está moldando nosso, de Ashlee Vance (2015) - https://amzn.to/3u6LisU

Elon Musk: Tesla, Spacex, and the Quest for a Fantastic Future, de Ashlee Vance (2017) - https://amzn.to/33Ypoh8

Elon Musk: Elon Musk's greatest lessons for success in business, life, and entrepreneurship, de Andrew Reed Sir (2018) - https://amzn.to/3wlKdPB

Elon Musk: A Mission to Save the World, de Anna Crowley Redding (2021) - https://amzn.to/3bKfrrY

Elon Musk: Business Lessons from Bilionaire Entrepreneur, de A S Summary (2021) - https://amzn.to/340nU5M

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W