Matérias » Curiosidades

Confira 5 incríveis fugas de prisões ao redor do mundo

Os escapes da prisão falharam na maioria das vezes, porém há aqueles que são dignos de filmes de cinema

Alana Sousa Publicado em 28/03/2019, às 13h00

Prisão de Alcatraz nos EUA
Reprodução

As prisões, mesmo as mais seguras do mundo, sofrem com tentativas de fugas há séculos. Mas a maioria dos planos de escape não sai como planejado.  No entanto, algumas tentativas inusitadas são bem executadas e garantiram seu lugar na história.

Confira abaixo algumas fugas das prisões mais seguras do mundo:

1. A torre de Londres (1597)

A Torre de Londres, na Inglaterra, é conhecida por ser uma prisão 'inescapável', onde muitas pessoas entraram e nunca mais saíram. Mas isso não pode ser dito para o padre jesuíta John Gerard.

Gerard trabalhava secretamente como padre, em uma época marcada por forte perseguição aos trabalhadores da Igreja Católica. Ele conseguiu evitar sua prisão por uma década, até que foi capturado e enviado à Torre. Lá, foi submetido à tortura como punição pelos seus supostos crimes e teve suas mãos mutiladas.

Até que na noite de 3 de outubro de 1597, com a ajuda do famoso jesuíta Nicholas Owen e outros membros da Igreja, o padre escapou. Para que a fuga ocorresse, os comparsas jogaram uma corda para a cela de Gerard, no alto da Torre, e ele então desceu e atravessou o fosso. Tornou-se um dos poucos prisioneiros a conseguir escapar da Torre de Londres,

Mais tarde, John Gerard escreveu um livro sobre sua tortura e fuga chamado John Gerard: A autobiografia de um elisabetano.

 

2. Prisão Libby (1864)

A fuga da Prisão Libby, na cidade de Richmond, aconteceu durante a Guerra Civil, nos Estados Unidos, em 1864. Foi liderada pelo coronel Thomas E. Rose, da 77ª Infantaria da Pensilvânia. Ele guiou seus subordinados capturados para um túnel de cerca de 15 metros, abaixo dos guardas da prisão.

O final do túnel dos prisioneiros dava acesso a um terreno baldio nas redondezas. Em uma época na qual havia terríveis condições prisionais, ninguém acreditava que algum encarcerado tivesse a coragem de planejar uma fuga. Quando viram vários homens saindo de um buraco no chão, os guardas não prestaram atenção, e não foram alertados por mais 12 horas. Esta foi a única escapada da Prisão Libby.

 

3. Alcatraz (1962)

Alcatraz é uma das prisões mais famosas do mundo e fica localizada em São Francisco, Califórnia, nos Estados Unidos. Ao longo dos anos houveram diversas tentativas de fuga, porém uma delas foi bem sucedida e inspirou até o filme Escape from Alcatraz, em 1979, de Clint Eastwood.

Em 1962, John e Clarence Anglin se juntaram a Frank Morris para escapar. Os três homens fizeram modelos de cabeças com papel higiênico, pasta de dente, cabelo humano e pó de concreto, e os colocaram em seus beliches para parecer que estavam dormindo. O feito enganou o controle noturno dos guardas, ganhando tempo para a escapada.

Eles cavaram uma pequena abertura na parte de trás de suas celas e conseguiram escapar em um túnel. De lá, eles saíram do prédio e depois deixaram a ilha. As autoridades na época afirmaram que os três homens morreram nas águas da baía de São Francisco, mas existem relatos de avistamento, e há até quem garanta que os ex-prisioneiros estão vivos.

 

4. Prisão La Sante (1986)

A Prisão La Sante, a leste do distrito de Montparnasse, em Paris, é uma das mais terríveis prisões da França. Foi inaugurada em 1867, e desde então houve três fugas, duas delas mal sucedidas: um homem tentou sair por uma ordem falsa de liberação e, em 1978, um homem foi morto tentando escapar.

Apenas Michael Vaujour conseguiu sair do mausoléu. Em 1986, com a ajuda da esposa Nadine Vaujour, encenou uma fuga digna de filmes de cinema. Quando o marido foi preso por assassinato e assalto a mão armada, Nadine começou a ter aulas de voo sob um nome falso.

No dia planejado, ela pilotou um helicóptero e voou sob a prisão, onde Michael conseguiu chegar ao telhado e se agarrar ao automotor. A mulher voou para longe, no que seria um final quase feliz, até que Michael voltou para La Sante por dar um tiro em uma vítima de assalto, e pegou uma nova sentença de 27 anos.  

 

5. Campo de prisioneiros na Coréia do Norte (2005)

A Coréia do Norte é conhecida no mundo pelo seu vigente governo ditatorial, onde ocorrem violações de direitos humanos e a população vive isolada do mundo exterior. Há ainda o lugar para abrigar os presos, os chamados “campos de trabalho”, nos quais muitas vezes chegam a sentenças de morte devido às péssimas condições e falta de comida e água.

Shin Dong-hyuk é a única pessoa conhecida por ter nascido em um campo de prisioneiros e escapado para contar ao mundo sua história. Durante sua vida no “campo de trabalho”, Dong-hyuk passou fome, sede, foi torturado, forçado a trabalhar e ainda obrigado a assistir a execução de sua mãe e irmão.

Aos 23 anos, o garoto escalou uma cerca de alta voltagem e escapou para a China, depois para a Coréia do Sul e por fim para os Estados Unidos. Seu testemunho foi documentado no livro de Blaine Harden, Escape from Camp 14: A Odisseia Notável de Um Homem, da Coreia do Norte à Liberdade no Ocidente .