Matérias » Estados Unidos

Conheça artistas da antiga Hollywood que morreram jovens

Acidente de carro, doença misteriosa e até assassinato estão inclusos nos fins trágicos dessas celebridades que nunca tiveram a chance de envelhecer

Ingredi Brunato Publicado em 02/09/2020, às 14h29

Montagem de atores de Hollywood que morreram muito cedo.
Montagem de atores de Hollywood que morreram muito cedo. - Wikimedia Commons

Essas quatro celebridades tiveram vidas invejadas pela sua época: possuíam fama, dinheiro e glamour. Viviam em meio aos clássicos hollywoodianos, fazendo história e tendo o privilégio de deixar sua marca na cultura norte-americana. 

No entanto, diferente de muitos de seus pares, esses atores nunca tiveram a oportunidade de ultrapassar sua juventude gloriosa: isso porque todos os quatro tiveram suas vidas interrompidas rapidamente, seja por acidentes trágicos ou por males súbitos. 

Pensando nisso, separamos quatro casos de artistas que morreram jovens. 

1. James Dean (1931-1955)

Fotografia de James Dean. Crédito: Wikimedia Commons

 

O ator é visto até hoje como um ícone do cinema e sex symbol, lembrado principalmente por seu papel em “Juventude Transviada”, filme que retratava uma adolescência rebelde e irreverente, e foi um grande marco cultural. 

O próprio James Dean também acabava personificando a aura de bad boy, com seu gosto por carros velozes e casos amorosos tanto com mulheres quanto com homens, que davam o que falar na mídia de então. 

Dean tinha apenas 24 anos quando se envolveu em um acidente de carro que tirou sua vida. Seus ferimentos foram tão graves que seu funeral foi realizado com o caixão fechado, porém felizmente o ator não teve nem tempo de senti-los: teve uma morte instantânea. Ocorre debate até hoje se a culpa do acidente teria sido do próprio James, por ultrapassar o limite de velocidade, ou se ele dirigia de forma responsável, e alguma outra coisa aconteceu. 

Sobre a morte do amigo, o ator Humphrey Bogart emitiu uma opinião polêmica na época: “Dean morreu bem na hora certa. Ele deixou para trás uma lenda. Se ele tivesse sobrevivido, ele nunca teria conseguido fazer jus à sua imagem.” 

2. Sharon Tate (1943-1969)

Fotografia de Sharon Tate. Crédito: Wikimedia Commons

 

Sharon foi atriz de Hollywood, modelo, e também considerada uma das mulheres mais bonitas do cinema norte-americano de 1960. Ela conseguiu seus primeiros papeis em séries de tevê estadunidenses quando ainda era menor de idade, porém não demorou para que chamasse a atenção da indústria hollywoodiana com o seu talento. 

A atriz teve uma morte extremamente violenta, aos 26 anos. Na época, ela estava grávida de nove meses de seu marido, Roman Polanski, e já se afastando do show business para levar uma vida mais caseira. 

Tate foi vítima de um assassinato brutal realizado por seis membros da Família Manson, a famosa seita liderada por Charles Manson. Naquela fatídica madrugada, a atriz, que estava a apenas quinze dias de ter seu bebê, recebeu 16 facadas, principalmente direcionadas para sua barriga. 

3. Heather O’Rourke (1975-1988)

Imagem de  Heather O'Rourke no trailer do antigo filme Poltergeist. Crédito: Divulgação/Youtube 

 

De todos os membros dessa lista, Heather é a que teve uma morte mais precoce. Sua carreira começou muito cedo: aos cinco anos de idade, já estava participando de séries de tevê e comerciais do McDonald’s. Porém, foi seu papel no filme de terror “Poltergeist - O Fenômeno” e suas sequências que tornaram a menina uma celebridade mundialmente conhecida. 

A jovem Heather, no entanto, começou a sofrer de problemas de saúde enquanto participava das filmagens do último filme da saga, e não muito tempo depois acabou vindo a falecer, com apenas treze anos de idade. 

A atriz mirim estava se arrumando para ir para o hospital em uma manhã, quando perdeu a consciência misteriosamente. Os médicos só conseguiram entender o que acometia a garota após a sua morte na mesa de operações: era um bloqueio intestinal, que poderia ter sido resolvido com uma cirurgia simples. 

4. River Phoenix (1970-1993)

Fotografia de River Phoenix. Crédito: Wikimedia Commons. 

 

River Phoenix foi não só ator, mas também músico e ativista pelos direitos dos animais, e preservação do meio ambiente. Ele foi o irmão mais velho de Joaquim Phoenix, que ganhou o Óscar esse ano por sua atuação no filme “Coringa”. 

Segundo o próprio River, sua verdadeira paixão era música, que ele só não perseguiu antes da atuação porque pensou que seria muito difícil. Ele já tocava guitarra sozinho desde os cinco anos de idade, e mais tarde também se tornou cantor e compositor. 

A morte do ator aos 23 anos por overdose foi um choque para a sociedade da época, e ganhou grande cobertura da mídia. Isso porque ele tinha a reputação de um “bom moço”, e era principalmente conhecido por suas lutas humanitárias. 

River Phoenix teve uma overdose de uma droga que misturava cocaína e heroína, do lado de fora da boate hollywoodiana chamada Viper Room. 


+Saiba mais sobre Hollywood por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Hollywood: 131, de Charles Bukowski (1998) - https://amzn.to/2UXDWKe

Cenas de uma revolução: o nascimento da nova Hollywood, de Mark Harris (2011) - https://amzn.to/3c6gqAr

O pacto entre Hollywood e o nazismo: Como o cinema americano colaborou com a Alemanha de Hitler, de Ben Urwand (2019) - https://amzn.to/2ViwOqO

Hollywood Babylon: The Legendary Underground Classic of Hollywood's Darkest and Best Kept Secrets (Edição Inglês), de Kenneth Anger (1981) - https://amzn.to/2RurMWU

O livro do cinema, de Vários autores (2017) - https://amzn.to/2VeOS52

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W