Matérias » Egito Antigo

Conheça o verdadeiro rosto de Cleópatra, a última rainha do Egito

As características da rainha ptolomaica já foram estudadas, mas muitos ainda se enganam com a versão hollywoodiana

André Nogueira Publicado em 22/05/2019, às 15h30

Elizabeth Taylor em Cleópatra (1963)
Reprodução

Muitos de nós temos fixa na cabeça uma imagem de Cleópatra: branca, magra, bonita e com um nariz atraente. Essa imagem, retratada no filme Cleópatra (1963), é uma das principais construções da imagem da rainha.

Porém, não faz sentido que a beleza de Cleópatra seja fruto dos traços europeus. A rainha ptolomaica do Egito tinha influências helenísticas, núbias e semitas, o que está bem longe da imagem caucasiana conhecida. A dúvida que restava era: como então era o rosto de Cleópatra?

Em 2017, a egiptóloga Sally-Ann Ashton, da Universidade de Cambridge, embarcou numa pesquisa para reconstituir o rosto da rainha e elencar definitivamente os seus traços físicos.

Para tanto, Ashton utilizou diversas gravuras de moedas antigas e bustos ou esculturas que representavam a rainha no templo de Dendera para traçar o verdadeiro perfil étnico de Cleópatra.

De acordo com a pesquisa, assim seria o rosto de Cleópatra / Crédito: Reprodução

 

A partir da pesquisa, foi possível concluir que Cleópatra tinha um grande nariz, queixo pontudo e lábios finos. Além disso, também tinha aproximadamente 1,52 m de altura e pele escura.

A Rainha Cleópatra VII Filopátor governou os reinos do Egito entre 51 e 30 a.C. e fazia parte da última dinastia de faraós. Ela governou durante a invasão romana e conseguiu manter a autonomia de seu reino relevante. De educação culta e tradicionalmente egípcia (mesmo sendo de ascendência macedônica), ela falava nove línguas.