Matérias » Brasil

Netflix divulga trailer de série baseada na história de Wallace Souza

"Bandidos na TV' retratará a história do apresentador brasileiro que matava traficantes para aumentar a audiência de programa sensacionalista

Thiago Lincolins Publicado em 16/05/2019, às 17h00

None
- Crédito: Divulgação

A Netflix liberou o trailer da série baseada na insólita história de Wallace Souza, conhecido internacionalmente após uma série de crimes e associação ao tráfico. De acordo com o site Deadline, a produção "Bandidos na TV" será dividida em 7 partes e tem a data de estreia prevista para o dia 31 de maio.  

A pergunta que fica é: quem era Wallace Souza e por que ele virou alvo de um dos maiores serviços de streaming do mundo?

Em 1996, a antiga TV Rio Negro, hoje TV Bandeirantes Amazonas, colocou no ar o programa Canal Livre. Com pautas sensacionalistas e imagens mórbidas, o canal foi alvo de polêmicas. Entretanto, o conteúdo não era a única parte controversa. O apresentador, uma figura conhecida na região, estava envolvido numa série de crimes, sendo a maioria para aumentar a audiência do programa.

Wallace Souza tentou ingressar na política no mesmo ano em que o programa foi ao ar. Pretendia ocupar o cargo de vereador de Manaus, no entanto, recebeu apenas 898 votos. O seu passado já mostrava um histórico duvidoso: em 1978, Souza foi expulso da Polícia Civil por roubar gasolina da própria corporação. Todavia, o passado não o impediu de ter uma vida bem-sucedida anos depois.

Wallace durante a apresentação do Programa Canal Livre / Crédito: Reprodução

 

Quando o programa passou para a emissora TV Manaus, atualmente TV Em Tempo, o nome foi substituído para Programa Canal Livre. Ao lado dos irmãos Carlos Souza, deputado federal e Fausto, que cuidava das reportagens externas, Wallace apresentava casos policiais, assassinatos, sequestros e operações de repreensão ao tráfico.

Esquadrão da morte

Em 2008, uma polêmica veio à tona. O apresentador foi acusado de comandar uma quadrilha de assassinatos e crime organizado no Amazonas. Em depoimento, o ex-policial Moacir Jorge Pereira, que denunciou Souza e o filho, Raphael, afirmou que uma das mortes exibidas no programa havia sido encomendada para aumentar a audiência. No entanto, o buraco era mais embaixo.

Com Wallace na mira da polícia, mais polêmicas seriam descobertas. Em 2009, em uma operação de busca e apreensão, a polícia invadiu a casa do apresentador e encontrou dinheiro, armas e ouro. Raphael assumiu ser dono do material e foi preso.

A situação se agravou quando Wallace e os seus dois irmãos foram acusados oficialmente de associação ao tráfico e responsáveis pela morte de traficantes e adversários para exibir na grade do Programa Canal Livre. A polícia chegou a constatar que o trio liderava o crime organizado no Amazonas.

No mesmo ano, o apelidado “Caso Wallace” ganhou repercussão internacional. Eleito deputado estadual do Amazonas em 1998, Souza rapidamente teve o seu mandato cassado. A sua prisão foi decretada em 5 de outubro, mas ele só se entregaria 4 dias depois.

No dia em que teve seu mandato cassado / Crédito: Reprodução

 

Com a série de acontecimentos, a saúde do ex-apresentador piorou. Ele foi internado com dores no abdômen e no tórax e ao receber alta em 2010, cumpriu a sua pena em regime domiciliar. Porém, uma doença no fígado agravou o quadro médico. O apresentador morreu no dia 27 de julho de 2010, após sofrer uma parada cardíaca.

Confira o trailer da série.