Matérias » Espaço

Contrabando e omissão: Como as cinzas do ator de Star Trek foram parar no espaço

James Doohan interpretou o engenheiro Scott no elenco original de Jornada nas Estrelas — e acabou tendo um sonho realizado de maneira insólita

Wallacy Ferrari Publicado em 02/01/2021, às 11h00

Doohan retratado como engenheiro Scott no primeiro filme da franquia
Doohan retratado como engenheiro Scott no primeiro filme da franquia - Divulgação / Paramount

James Doohan pode até passar despercebido pelo seu nome de batismo na memória popular, mas seu principal personagem da carreira resultou no apreço de milhões de fãs ao longo de quatro décadas.

O canadense interpretou o Montgomery Scott, o engenheiro-chefe da nave Enterprise na série original e em sete filmes da franquia Jornada nas Estrelas.

Responsável por chefiar as soluções de problemas no veículo interespacial, Scotty influenciou centenas de fãs a seguir o ramo da engenharia, astronomia e física, além de ter um fã em especial.

Era Neil Armstrong, que agradeceu a existência de uma figura tão responsável para representar a engenharia, em uma de suas últimas aparições públicas: "De um velho engenheiro para outro, obrigado, colega".

Contudo, a paixão pelo espaço era recíproca; Doohan era obcecado pelas missões espaciais e, ainda em vida, manifestou o desejo de visitar a Estação Espacial Internacional (ISS).

O desejo acabou sendo interrompido por problemas decorrentes do Alzhaimer, agravado por uma pneumonia, o levando a óbito em 2005, aos 85 anos de idade — interrompido, mas não descartado.

James em deus anos finais, durante convenção de fãs de Star Trek / Crédito: Wikimedia Commons

 

Um sonho

Sabendo do desejo de Doohan, seu corpo foi cremado de maneia que pudesse ser transportado com facilidade através das cinzas.

A família do ator, por diversas vezes nos dois anos seguintes, tentou solicitar a NASA que suas cinzas fossem levadas até a ISS e possivelmente jogadas no espaço.

A agência aeroespacial americana, no entanto, recusou todas as solicitações.

A alternativa apelada pela família foi tentar lançar as cinzas por uma empresa recém-chegada no ramo de lançamentos aeroespaciais, a Space X, que tentou enviar os restos mortais de Doohan ao espaço duas vezes, fracassando.

A esperança surgiu em 2007, quando Richard Garriott, empresário estadunidense do ramo de jogos eletrônicos, anunciou que pagaria uma quantia para participar do programa espacial americano, sendo um dos turistas aprovados pela NASA para visitar o espaço.

Enquanto realizava exames médicos e treinamentos, ele entrou em contato com a família do ator, de quem era fã, e negociou a realização do sonho — sem avisar a agência.

Garrott segura pacote com cinzas jogado pela ISS / Crédito: Divulgação/YouTube/PR Celebrity/29.12.2020

 

Fora da Terra

Enviado em 2008 para a ISS, Richard carregava, escondido entre seus poucos itens pessoais permitidos pela agência, um pequeno pacote contendo parte das cinzas do ator, além de uma foto de Doohan.

O 'contrabando' passou despercebido pela NASA por anos, até ser revelado pelo próprio empresário em dezembro de 2020 durante uma entrevista ao jornal britânico The Times.

De acordo com ele, apenas a família do ator estava ciente e, foi um ato "completamente clandestino", realizado longe dos colegas de missão.

"A família ficou muito satisfeita com as cinzas, mas todos nós ficamos frustrados por não termos falado sobre isso publicamente por tanto tempo. Agora já passou tempo suficiente [para falarmos sobre]", acrescentou Garrett.

Por fim, Garrett mostrou ao jornal que ainda guarda a fotografia, do tamanho de um cartão de crédito, que apresenta James sorrindo durante uma convenção de Star Trek, além de um letreiro contendo sua data de nascimento e falecimento.


+Saiba mais sobre o tema em grandes obras disponíveis na Amazon:

Star Trek: utopia e crítica social, por Eduardo Pacheco Freitas (2020) - https://amzn.to/2KG2Njt

Privateer: The Flight Engineer, por S. M. Stirling e James Doohan (2000) - https://amzn.to/38MSB0t

Star Trek: A Cultural History, por M. Keith Booker (2008) - https://amzn.to/3rHmqbp

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W