Matérias » Mundo

Crise migratória: o garoto encontrado flutuando no mar preso em garrafas

O caso ocorreu na última quarta-feira, 19, sendo amplamente repercutido pela imprensa internacional

Victória Gearini | @victoriagearini Publicado em 22/05/2021, às 09h10

Trecho do vídeo do menino flutuando no mar
Trecho do vídeo do menino flutuando no mar - Divulgação / Youtube / improvisando aqui

Na última quarta-feira, 19, um garoto migrante foi flagrado em alto mar, implorando por ajuda. O jovem foi resgatado pelas autoridades, após tentar nadar do Marrocos para o território espanhol. 

Segundo o portal G1, o mais curioso é que o menino utilizou garrafas de plástico amarradas em seu corpo, como uma espécie de coletes salva-vidas, para não se afogar. 

O recente caso 

O vídeo que circula nas redes sociais, mostra o garoto visivelmente abalado com a situação. Aos prantos, o menino com garrafas plásticas acopladas ao seu corpo implora por ajuda.

Trecho do vídeo do menino pedindo ajuda / Crédito: Divulgação / Youtube / improvisando aqui

 

Conforme noticiou o G1, após nadar na fronteira entre a Espanha e o Marrocos, o garoto chegou à praia de El Tarajal. Nas filmanges é possível vê-lo conversando com as autoridades de Ceuta, antes de tentar escalar uma parede de pedras.

Ao que tudo indica, o jovem migrante tentou nadar do Marrocos para o território espanhol, assim como milhares de outras pessoas estão fazendo nos últimos tempos. Contudo, boa parte delas são obrigadas a retornarem para o outro lado da fronteira.

A crise migratória 

De acordo com o portal G1, o Ministério do Interior em Madri anunciou que cerca de dois terços dos migrantes que chegaram ao enclave, já foram expulsos de Celta e, consequentemente, mandados de volta para o outro lado da fronteira

Estima-se que mais de 8 mil migrantes já tenham tentado entrar no território, entre eles muitas crianças de até 7 anos e desacompanhadas. 

Menino migrante pedindo ajuda / Crédito: Divulgação / Youtube / improvisando aqui

 

Devido à posição privilegiada e estratégica de Celta, o local tornou-se uma das alternativas mais viáveis entre os refugiados, que buscam boas alternativas para entrar na Europa. 

Contudo, segundo o G1, nos últimos anos, as autoridades marroquinas passaram a inibir o movimento de migrantes na fronteira.

Atualmente, a Espanha vive uma das maiores crises migratórias dos últimos tempos. Segundo o El País, muitos migrantes do Marrocos estão fugindo do país em busca de melhores condições de vida, dada a atual crise econômica que o território enfrenta, agravada pela pandemia do novo coronavírus

Ainda conforme noticiou o site, muitos migrantes — em sua grande maioria homens jovens — atravessam as fronteiras através do mar. Contudo, eles vêm sendo repreendidos pelas autoridades.

Já os representantes da União Europeia declararam que não irão se deixar "intimidar" pela problemática gerada pela atual crise-migratória, conforme noticiou o Correio Braziliense


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Refugiados: A Última Fronteira: Todos nós deveríamos poder mudar seguindo o vento e o coração, de Kate Evans (2018) - https://amzn.to/3fo0OtI

Imigrantes ou Refugiados: Tecnologias de Controle e as Fronteiras, de Denise F. Jardim (2017) - https://amzn.to/2Y7MFLl

Direitos Humanos e Refugiados, de Viviane Mozine Rodrigues (2016) - https://amzn.to/37zoqJf

Migração e intolerância, de Umberto Eco (2020) - https://amzn.to/2Y7MXSr

Estranhos à nossa porta, de Zygmunt Bauman (2017) - https://amzn.to/2YGI7dR

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W