Matérias » Personagem

Vídeo: Erik Jennings, o médico que cuida do povo Zoé em meio à pandemia de covid-19

Conheça os principais fatos que marcam a carreira de Erik, um dos homenageados do prêmio 'Descobertas do Ano'

Pamela Malva Publicado em 01/08/2021, às 09h00

Fotografia de indígena do povo Zoé sendo vacinado
Fotografia de indígena do povo Zoé sendo vacinado - Divulgação/Fábio Ribeiro

Para o neurologista Erik Jennings, um recorte em especial precisa ser lembrado em momentos de crise como o da pandemia do novo coronavírus: as condições dos indígenas brasileiros.

Coordenador da residência médica de Neurocirurgia do Hospital Regional do Baixo Amazonas, Erik é responsável pela saúde do povo Zoé, no noroeste do Pará.

Erick sendo vacinado por "por mãos que cuidam de gente, de bicho, de mato e espírito" / Crédito: Divulgação/ Márcia Moreira

 

Sempre equipado com aventais, luvas e algumas máscaras, o profissional da saúde acredita que a “covid-19 teve um impacto gravíssimo para as populações indígenas em vários aspectos”, segundo narrou durante a entrevista à GQ. 

“No cultural, o principal deles [dos impactos] é a perda das pessoas mais idosas que são a grande fonte de conhecimento desses povos”, lamentou. Para Erik, contudo, “a covid-19 já teve uma dimensão de genocídio para os povos indígenas”.

Diante deste trabalho crucial, o site Aventuras na História homenageia Erik no prêmio 'Descobertas do Ano', um evento que celebra os 18 anos da edição impressa do veículo.

A comemoração é focada em reconhecer historiadores, pesquisadores, jornalistas, cientistas e médicos que tem como principal objetivo auxiliar a esclarecer momentos importantes que marcaram não só o passado, mas também tem impacto no presente. 

Abaixo, você confere alguns dos principais fatos que marcam a carreira de Jennings através de nosso vídeo especial.