Matérias » Personagem

Da fidelidade a morte angustiante: 5 fatos sobre a imperatriz Teresa Cristina

Apesar de não ter nascido no Brasil, Teresa enxergava o país como uma missão de vida

Caio Tortamano Publicado em 04/07/2020, às 09h00

Retrato da Imperatriz Teresa Cristina
Retrato da Imperatriz Teresa Cristina - Wikimedia Commons

5. A mãe dos brasileiros

Casada com Dom Pedro II, Teresa Cristina entrou na história como uma mulher paciente, bondosa e generosa. Relatos de sua vida íntima e do cotidiano do palácio comprovavam que, de fato, Cristina era uma pessoa caridosa.

Como consequência, sua natureza acolhedora e gentil fez com que recebesse o carinhoso apelido de "Mãe dos brasileiros". Longe de controvérsias políticas durante sua vida pública, essa foi uma das outras razões que a colocaram em uma espécie de blindagem.

4. Falsa impressão

A união entre Pedro e Teresa foi, desde o começo, por interesses políticos, sendo marcada por pouco afeto. No entanto, o primeiro encontro do casal foi marcado por um fato triste. Dom Pedro recebeu um retrato de Cristina feito pelo pintor José Correia de Lima, em que ela aparecia muito bela.

Por meio deste retrato que Dom Pedro II "viu" pela primeira vez sua esposa / Crédito: Wikimedia Commons

 

Todavia, na primeira vez que se encontraram, quando ele tinha somente 17 anos de idade, o imperador brasileiro ficou extremamente desapontado pela obra não ter correspondido com a realidade. Em contrapartida, Cristina ficou bastante apaixonada pelo futuro marido já no primeiro momento, e jurou que faria de tudo para compensar a diferença entre o quadro e a realidade sendo “brasileira de coração em tudo que fizer”.

3. Terra natal

Nascida em Nápoles, Duas Sicílias, Teresa Cristina era filha do rei Francisco I das Duas Sicílias. Ao longo de sua vida não abandonou suas raízes, e patrocinou expedições arqueológicas, levando impressionantes itens da Roma Antiga até o Brasil.

Foi ela, também, que deu o primeiro passo da imigração italiana para o país, recrutando médicos, professores, farmacêuticos, enfermeiras, artistas, trabalhadores e muito mais de sua terra natal. O objetivo era melhorar a educação e a saúde pública do Brasil com mão de obra especializada.

2. Outros amores

Uma vez que a relação de Pedro e Teresa sempre foi política, o casamento começou extremamente frio por parte do imperador. Com o passar do tempo, a relação foi melhorando muito por conta da personalidade amável de Teresa.

Leopoldina, Dom Pedro II, Teresa Cristina e Isabel, respectivamente, em 1863 / Crédito: Wikimedia Commons

 

Historiadores acreditam que a Condessa de Barral teria sido o grande amor da vida de Dom Pedro, que enviava cartas picantes à amada.

1. Morte

A imagem de Teresa Cristina era tão imaculada no Brasil, que nem mesmo os oposicionistas republicanos cultivavam qualquer ódio por ela. Muito apegada ao país que a acolheu, a imperatriz ficou devastada diante do exílio. Tendo sua saúde duramente afetada.

Tumbas de Dom Pedro II e Teresa Cristina / Crédito: Wikimedia Commons

 

Depois de ser oficializado que eles nunca mais poderiam voltar ao Brasil, a vontade de viver da imperatriz decaiu completamente, tendo uma parada cardiorrespiratória quatro dias depois de saber do banimento de sua querida terra.

Em seu leito de morte, a confissão de Cristina pareceu sincera: “ Não morro de doença. Morro de dor e de desgosto (...) Não posso abençoar pela última vez o Brasil, terra linda ... não posso lá voltar".


+Saiba mais sobre a monarquia brasileira através de grandes obras disponíveis na Amazon:

O Brasil como império, Sonia Gaurita do Amaral (2013)  - https://amzn.to/2NfNtb9

História do Brasil Império, Miriam Dolhnikoff (2017) - https://amzn.to/2T734O6

1889: Como um imperador cansado, um marechal vaidoso e um professor injustiçado contribuíram para o fim da Monarquia e a Proclamação da República no Brasil, Laurentino Gomes (2012) https://amzn.to/3075NZr

Monarquia x República, João Paulo Martino  - https://amzn.to/36L6TfG

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du