Matérias » Personagem

Da morte a tumba perdida: os enigmas de Alexandre, O Grande

O local em que o rei foi enterrado ainda hoje representa um grande mistério

Giovanna Gomes Publicado em 27/10/2020, às 12h15

Pintura de Alexandre, o grande na Batalha de Hidaspes
Pintura de Alexandre, o grande na Batalha de Hidaspes - Getty Images

Alexandre, o Grande, também conhecido como Alexandre Magno, foi um importante rei que conquistou o Império Persa e que ainda hoje é considerado por muitos como o maior militar da antiguidade.

Diante da importância, milênios após sua morte, arqueólogos buscaram de maneira incessante por sua tumba, no entanto, nunca a encontraram. Após muitos anos de escavações, surgiu em 2019 uma notícia que instigou a muitos pesquisadores e fãs do imperador: teria sido encontrado um sarcófago que alguns arqueólogos acreditam ser de Alexandre

A morte do imperador

A causa da morte de Alexandre é ainda hoje incerta. Uma versão diz que ele ficou doente após um banquete, sofrendo com febre e fortes dores abdominais. Assim, foi perdendo as forças gradativamente até ficar paralisado numa cama, onde morreu em torno de dez dias depois. Outra afirma que o monarca teria passado mal devido à ingestão de uma grande quantidade de bebida alcoólica, o que o teria levado à morte.

Também há ainda as que relatam que Alexandre teria morrido de doenças como malária, salmonela, além de teorias de envenenamento.

Outra teoria vai além. Alexandre teria sido embalsamado vivo e, possivelmente, testemunhado a tudo sem poder reagir. 

A conclusão insólita, publicada no Ancient History Bulletin, vem do fato de, quando os embalsamadores egípcios (ou caldeus) chegaram até o corpo do general, ele estava em perfeitas condições de preservação, após 6 dias no auge do verão da Babilônia, atual Iraque. Na cidade moderna mais próxima da Babilônia, Hillah, a máxima diária em junho é de 41,3º C. 

No entanto, até o momento não há fontes suficientes para que o mistério que envolve a morte do general seja solucionado.

E depois?

 

Mosaico encontrado em Pompeia mostra Alexandre na Batalha de Isso, em 333 a.C. - Crédito: Wikimedia Commons

 

Os restos mortais inicialmente foram inseridos em um caixão de ouro em Alexandria, no Egito. Durante séculos, admiradores frequentaram seu túmulo, desde pessoas comuns a grandes personalidades como Júlio César, e Calígula.

Entretanto, a partir do século 4, não houve mais relatos sobre a tumba do rei, sendo que sua localização tornou-se um grande mistério. Durante muitos anos, inúmeras escavações foram realizadas com o objetivo de encontrar o túmulo de Alexandre, o Grande, no entanto, sem sucesso.

Estátua de Alexandre lutando em seu cavalo / Crédito: Getty Images

 

A esperança ressurgiu quando a arqueóloga Calliope Limneos-Papakosta, com o auxílio de mapas do século 19, descobriu um antigo centro real na cidade de Alexandria, em 2019. Logo de início, sua equipe descobriu 14 locais onde possivelmente estariam localizadas construções antigas.

Mais tarde, os arqueólogos acabaram encontrando um sarcófago a cinco metros de profundidade em um canteiro de obras. Por mais que ainda não se saiba quem está enterrado no local, segundo as pesquisas, a cova é datada da época em que o imperador morreu e, por isso, acredita-se que seja o sarcófago de Alexandre. Contudo, ainda é cedo para afirmarmos se a tumba pertence de fato a ele.


+ Saiba mais sobre monarcas da Grécia através dos livros abaixo

História antiga Grécia e Roma: A formação do Ocidente, Flávia Maria Schlee Eyler (2014) - https://amzn.to/373CGJB

Dos democratas aos reis, Michael Scott (2012) - https://amzn.to/2qTsr9O

Alexandre, o Grande, Philip Freeman (2013) - https://amzn.to/34Y0MmX

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W