Matérias » Personagem

Da sessão de fotos barrada ao acidente fatal: 5 curiosidades sobre a vida de Ayrton Senna

No dia 1º de maio de 1994, há exatos 27 anos, o mundo inteiro se comovia com a trágica morte de um dos maiores ídolos da história do esporte brasileiro

Fabio Previdelli Publicado em 01/05/2021, às 00h00

O piloto brasileiro Ayrton Senna
O piloto brasileiro Ayrton Senna - Getty Images

Tricampeão mundial de Fórmula 1, Ayrton Senna iniciava a temporada de 1994 realizando um sonho: fazer parte da vitoriosa equipe Williams-Renault. O brasileiro já havia tentado ingressar na Williams na temporada passada, mas acabou sendo impedido por Alain Prost, um de seus grandes rivais. A trama é mostrada no documentário ‘Senna’, lançado em 2010.  

Como a cláusula que impediria Ayrton de se juntar à equipe acabou no ano seguinte, o piloto seguiu com seu desejo. Mas Prost acabou se retirando da Williams um ano antes do término de seu contrato, como explica o livro ‘Ayrton: O herói revelado’, de Ernesto Rodrigues.  

Apesar de ter acabado de entrar na equipe que ganhou os últimos dois títulos da categoria, o início da temporada não foi como esperado por Senna, já que o carro da Williams demonstrava certa instabilidade com as mudanças feitas após determinação da FIA, como o banimento dos sistemas eletrônicos dos veículos.  

O piloto brasileiro Ayrton Senna/ Crédito: Getty Images

 

No dia 1º de maio de 1994, Ayrton participava do GP de San Marino para fazer aquilo que parecia estar predestinado a fazer sempre: vencer. Mas um terrível acidente acabou tirando a vida do piloto brasileiro.  

Nesta data tão importante para os fãs do automobilismo e de um dos maiores esportistas que o país já teve, a equipe do site do Aventuras na História separou cinco curiosidades sobre a vida de Ayrton Senna. Confira nossa lista: 

1. A luta contra a paralisia facial 

Além de extraordinário piloto, Senna também foi muito midiático. Tudo que o piloto brasileiro fazia parecia se tornar digno das capas de revistas. Porém, no final de 1984, Ayrton ganhou os holofotes por um assunto que preocupou a todos: uma paralisia facial.  

Senna em entrevista no ano de 1984/ Crédito: Divulgação/Tv Mulher/ Youtube/Paulista Digital

 

Como explica matéria publicada pela equipe do site do Aventuras na História, certo dia, o recém-contratado da Lotus acordou com o lado direito do rosto totalmente paralisado. Em um primeiro momento, a situação espantou a todos, já que muitos acreditavam que ele poderia ter tido um derrame.  

Porém, depois de realizar alguns exames médicos, descobriu-se que a paralisia havia sido causada por uma mastoidite — nada mais do que uma inflamação no nervo responsável por transmitir os comandos do cérebro à musculatura facial. 

Após tratamentos alternativos e massagens faciais não resolverem o problema do piloto, Senna passou a fazer uso de cortisona — remédio que ele havia rejeitado por temer os efeitos colaterais que a medicação poderia causar. Após algumas semanas de desespero, Ayrton finalmente estava recuperado em fevereiro de 1985. 


2. Barrou sessão de fotos de Galisteu 

Como já dito, Senna costumava a chamar muito a atenção da mídia. E seus relacionamentos não escapavam muito disso. Em 1993, por exemplo, o piloto voltou a ganhar os noticiários por seu romance com a modelo Adriane Galisteu, como relembra matéria do UOL. 

Apesar de tentar manter o sigilo de sua relação, Ayrton descobriu que Adriane havia feito uma sessão de fotos como coelhinha da Playboy antes dos dois começarem a namorar. Com o intuito de evitar um assédio ainda maior, Senna chegou a fazer uma ligação de Portugal diretamente para o jornalista Juca Kfouri, que era o diretor da revista na época. 

Adriane Galisteu e Ayrton Senna durante jantar de gala / Crédito: Divulgação/YouTube/everything everything/25.12.2020

 

O esportista alegou que estava apaixonado pela jovem e pediu para que as fotos não fossem publicadas, além disso, chegou a oferecer cerca de 5 mil dólares pelos originais. "Ayrton, essas fotos estarão com você o mais rápido possível. Não precisa se preocupar em pagar, não faz nenhum sentido", respondeu Kfouri, segundo relata o UOL. 

Em 1995, um ano após a perda de Ayrton, a modelo recebeu uma proposta recorde para posar nua na edição de aniversário da revista. Desta vez, as fotos foram publicadas, se tornando um verdadeiro sucesso de vendas, com a distribuição de mais de 1,2 milhão de cópias. 


3. Acidentes em Ímola abalaram Senna 

Antes da morte de Senna, em 1º de maio, o GP de Ímola já havia deixado presságios do que poderia acontecer em duas ocasiões dos treinos qualificatórios. Como relembra matéria publicada pela equipe do site do Aventuras na História, na sexta-feira, o brasileiro Rubens Barrichello havia sofrido um impressionante acidente, quando passou por cima de uma zebra, voou da pista e se chocou com o topo de uma barreira de pneus na curva Variante Bessa. 

Mas, além de Senna, outro acidente fatal também aconteceu naquele circuito. No dia seguinte ao acidente de Rubens, o austríaco Roland Ratzenberger, que corria pela Simtek, bateu violentamente na curva Villenueve. 

Segundo o portal Grande Prêmio, o impacto causou uma fratura basal craniana no piloto, que foi levado às pressas até o Hospital Maggiore de Bolonha. Porém, oito minutos depois veio a notícia: ele estava morto. 

Momento do acidente de Ayrton Senna/ Crédito: Wikimedia Commons

 

A fatalidade fez com que muitos pilotos cogitassem não correr o GP naquele domingo. Segundo Sid Watkins, chefe da equipe médica da F1, Senna era um dos mais abalados com a morte do colega de profissão. 

Porém, a largada foi dada no dia seguinte e, após um acidente entre os pilotos JJ Lehto e Pedro Lamy, que se chocaram logo na saída, Senna iria completar a segunda volta após o Safety Car deixar a pista quando ele perdeu o controle do carro, seguiu reto e bateu violentamente contra um muro na curva Tamburello.


4. Iria homenagear piloto morto no dia de sua morte 

Após o choque, a bandeira vermelha logo foi erguida e os médicos foram deslocados até o trecho onde ocorreu o acidente. Apesar de muitos sentirem alívio com a TV flagrando Senna mexendo levemente a cabeça, o impacto havia sido causado por um profundo dano cerebral, conforme explica o Jornal do Brasil. 

Equipe de resgate socorrendo Ayrton / Crédito: Getty Images

 

No carro de Senna, como mostra Andrew Longmore no livro ‘Ayrton Senna: The Last Hour’, foi encontrado uma bandeira da Áustria — que seria uma forma do piloto brasileiro homenagear Roland Ratzenberger após o fim da corrida — algo que, infelizmente, nunca aconteceu.


5. Funeral mais assistido da história 

Após o acidente em Ímola, o brasileiro, como um todo, ficou arrasado com a perda do maior esportista brasileiro da época — e um dos maiores de todos os tempos. Por conta da comoção nacional, o Governo brasileiro chegou a declarar luto oficial de três dias, como aponta matéria publicada pela equipe do site do Aventuras na História.  

Além disso, o governo brasileiro também concedeu a Senna as mesmas honras de um chefe de Estado, como a salva e tiros. Como relembra matéria publicada pela Globo, o cortejo do caixão de Ayrton durou aproximadamente 24 horas, partindo do Aeroporto de Guarulhos e indo até a Assembleia Legislativa — e depois indo até o Cemitério do Morumbi. 

Funeral público de Ayrton Senna, em 1994/ Crédito: Getty Images

 

Segundo o Jornal do Comércio, cerca de três milhões de pessoas estiveram presentes ao longo do trajeto. Além disso, a cerimônia foi transmitida ao vivo pela televisão.


++Saiba mais sobre Ayrton Senna por meio das obras disponíveis na Amazon:

Ayrton Senna: Uma Lenda a Toda Velocidade: Uma Jornada Interativa, Christopher Hilton (2009) - https://amzn.to/2W9cKHD

Dossiê Michel Vaillant - Ayrton Senna, Lionel Froissart (2014) - https://amzn.to/3f5aYA8

Ayrton Senna: A trajetória de um mito, Lionel Froissart (2014), eBook -https://amzn.to/3f6D7Xl

A Paixão de Senna, Rui Pelejão (2014), eBook - https://amzn.to/2YhgyJJ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W