Matérias » Personagem

David Reimer, o garoto que foi erroneamente criado como menina após um acidente

Após uma cirurgia que deu errado, David foi alvo de um experimento que tentava provar que gênero pode ser determinado pelo modo como a criança vive

Wallacy Ferrari Publicado em 17/10/2020, às 09h00

Bruce Reimer quando era identificado como Brenda
Bruce Reimer quando era identificado como Brenda - Divulgação

Nascido do sexo masculino como Bruce Reimer, o canadense tinha um irmão gêmeo idêntico, Brian. Eles nasceram em 22 de agosto de 1965 e prosseguiram a vida normalmente até os oito meses de idade, quando foram encaminhados para realizar o procedimento de circuncisão.

David foi o primeiro, porém, o método não-convencional de cauterização resultou em uma mutilação genital. Traumatizados, os pais não deixaram Brian passar pelo mesmo procedimento, mas ficaram preocupados com a vida sexual e perspectivas de felicidade de Bruce na vida adulta. E foi assim que uma situação inacreditável ganhou vida.

Sem saber o que fazer, consultaram um conhecido psicólogo infantil que realizava estudos sobre a sexualidade no John Hopkins Hospital.  John Moneydesenvolvia a teoria da "Neutralidade de Gênero", que buscava comprovar que a identidade de gênero era resultado da aprendizagem social, podendo ser alterada com intervenções comportamentais.

Acreditando ser o melhor para o pequeno, uma cirurgia de mudança de sexo foi sugerida para Bruce. Uma orquiectomia seria realizada para retirar os testículos — além do acompanhamento de Money para o 'realinhamento sexual'. Pelo fato de que o garoto tinha um irmão gêmeo, a amostra era perfeita para o psicólogo desenvolver a tese comparativa.

Brian (esq.) ao lado de Bruce, criado como Brenda, em fotografia de Natal / Crédito: Divulgação

 

Novo corpo

A partir do procedimento, os pais, orientados pelo pesquisador, passaram a chamar Bruce de Brenda, além da orientação de Money nos dez anos seguintes. De acordo com o orientador, o caso — por ele nomeado como "caso João/Joana" — era um sucesso, descrevendo o comportamento de Reimer como o "de uma menininha ativa, muito diferente dos modos masculinos de seu irmão gêmeo". 

O jovem também recebeu injeções de hormônios femininos, mudanças de roupa, tratamentos e a tentativa da construção de uma vagina funcional cirurgicamente. Assim, o caso de Bruce passou a ser descrito em obras como um perfeito exemplo de que o gênero pode ser determinado pelo modo como a criança vive, o que obviamente era uma mentira. 

Ao longo dos anos, as experiências reconhecidas pelo objeto de estudo foram se tornando cada vez mais traumáticas, com a própria família evitando o comparecimento ao consultório de Money.

Sem a construção completa da vagina, Reimer urinou por um orifício no abdômen entre os primeiros meses de vida até os primeiros anos da adolescência, quando começou a manifestar tendências suicidas.

Em entrevista exclusiva à AH, o neurocientista e neuropsicólogo Fabiano de Abreu explicou que o caso pode ser avaliado como um "acidente" por parte da avaliação de Money com os pais.

"Na verdade, Bruce Reimer estava dentro do corpo certo. Sem nenhuma distorção psicológica. Porém, o acidente que deixou seus pais 'desorientados' sobre como lidar com a situação, e a infeliz coincidência de encontrar um 'profissional' sem ética que queria comprovar sua teoria, foi o que bastou para determinar toda a tragédia", relata Abreu.

Já reestabelecido sexualmente como David, o garoto posa para fotografia / Crédito: Divulgação

 

Meu nome não é Brenda

A família de Reimer entrou em conflito com o psicólogo, suspendendo a pesquisa. No final da adolescência, o menino - que já passava por um tratamento com estrogênio para estimular o desenvolvimento de mamas -, descobriu toda a verdade através dos pais. 

Assim, se submeteu a uma série de tratamentos para reverter as alterações em 1997 e passou a usar roupas masculinas.

Ele passou a se autodenominar David e anos depois se casou e adotou filhos com a mulher que amava. Todavia, se incomodava com o fato de que seu caso era descrito como um verdadeiro sucesso. Ele sabia que outras crianças poderiam passar pela mesma situação. 

Assim, revelou sua trajetória para o escritor John Colapinto, que posteriormente publicou um premiado artigo sobre sua história na revista Rolling Stone. Posteriormente, o relato foi ampliado para o best-seller “As Nature Made Him: The Boy Who Was Raised as a Girl”.

"Essa passou a ser sua missão na vida: esclarecer o mundo para que os médicos se abstivessem de usar a faca, pelo menos até a criança ter idade suficiente para tomar suas próprias decisões", explicou a mãe de David, Janet, em conversa com a CBS.

Apesar do sucesso do livro, a morte do irmão, Brian — que desenvolveu esquizofrenia durante a adolescência — em decorrência de uma overdose de antidepressivos abalou o relacionamento de David com os pais.

Triste fim

Além de ter dificuldade de se integrar socialmente e arranjar emprego, recebeu a notícia em 2 de maio de 2004 que sua companheira, Jane, queria se separar. "Bruce provavelmente sofria de uma depressão de grau maior. E já não via mais motivo nem motivação para a vida", detalha o neurocientista.

Três dias depois, Reimer parou o carro no estacionamento de uma mercearia e cometeu suicídio aos 38 anos, dando um tiro na própria cabeça com uma escopeta de cano serrado.

Perguntado sobre o exemplo do caso de Reimer, Fabiano de Abreu relata que não há formula para transcrever a ciência humana, como Money tentou formular: "Somos um organismo completo, uma mente que mora dentro de um cérebro físico, que coordena um corpo físico e psicológico. A integralidade do ser frente a longa jornada da vida, requer a manutenção da homeostase para a preservação da saúde mental. Sem saúde mental não haverá saúde alguma”.


+Saiba mais sobre o tema através de grandes obras disponíveis na Amazon:

As Nature Made Him: The Boy Who Was Raised as a Girl, por John Colapinto (2000) - https://amzn.to/2GWCUdm

A Transexualidade Sob a Ótica dos Direitos Humanos, de Inajara Piedade da Silva (2017) - https://amzn.to/2TVfJlV

Lili: A Portrait of the First Sex Change, editado por Niels Hoyer (eBook) (2015) - https://amzn.to/2U2Jtie

The Danish Girl, de David Ebershoff (2000) - https://amzn.to/2vwoN8F

Magnus Hirschfeld and the Quest for Sexual Freedom, de E. Mancini (2013) - https://amzn.to/2W1GSq8

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W