Matérias » Personagem

De golpes frustrados a aliança com Oriente Médio: Oito situações polêmicas na vida de Hugo Chávez

Há exatos 21 anos, Chávez vencia as eleições presidenciais na Venezuela. Confira fatos que marcaram a trajetória do político

Joseane Pereira Publicado em 06/12/2019, às 08h00

Hugo Chávez em 5 de janeiro de 2002, no Palácio Presidencial de Miraflores
Hugo Chávez em 5 de janeiro de 2002, no Palácio Presidencial de Miraflores - Getty Images

1. GOLPE FRUSTRADO

Chávez em encontro com acadêmicos de esquerda em Buenos Aires, 1995 / Crédito: Wikimedia Commons

 

A primeira vez em que Hugo Chávez apareceu no cenário político foi no ano de 1992, com o objetivo de dar um golpe de Estado. Comandando o "Movimiento Bolivariano Revolucionario 200", o então tenente-coronel Chávez não teve êxito em sua empreitada contra Carlos Andrés Perez. Entretanto, o ato fez com que Chávez virasse um ícone de atenção nacional.

2. MUDANDO O NOME DO PAÍS

Em 2 de fevereiro de 1999, ao tomar posse, Chávez convocou uma nova Assembleia Constituinte, acatada por 70% dos venezuelanos. Aprovando uma nova constituição, ele modificou o nome do país de Quinta República da Venezuela para República Bolivariana da Venezuela, extinguindo o senado e ampliando o poder governamental.

3. LEVANTE CONTRA CHÁVEZ

Dez anos após sua frustrada tentativa de derrubar o governo Perez, foi a vez do próprio Hugo Chávez sofrer um golpe. No dia 12 de abril de 2002, uma oposição liderada por militares e pelo setor empresarial tomou o poder, colocando o economista Pedro Carmona no Palácio de Miraflores. Três dias depois, Chávez foi restituído no poder com auxílio de militares leais e pressão popular.

4 CRÍTICAS AO IMPERIALISMO

Chávez entregando o livro As Veias Abertas da América Latina a Obama, em 2009 / Crédito: Divulgação/RTFB

 

As críticas ao imperialismo dos EUA eram frequentes no governo Chávez, e em 2006, discursando para a ONU, ele chamou o então presidente norte-americano George W. Bush de demônio. Segundo relatos, durante o golpe contra ele, membros do governo Bush mantinham intenso contato com líderes venezuelanos golpistas.

Em 2009, o presidente eleito Barack Obama fez referência ao comentário de Chávez, afirmando que o cheiro de enxofre da ONU estava sendo substituído pelo de esperança.

5 ALIANÇA COM GADAFFI

Em 2011, durante as revoltas contra o ditador líbio Muammar Gaddafi, Hugo Chávez ofereceu apoio ao seu amigo e aliado. "Nós reconhecemos um só governo, aquele dirigido por Muammar Gaddafi", afirmou Chávez  durante um conselho de ministros. Apesar de suas tentativas de auxílio, Gaddafi acabou falecendo em outubro de 2011 nas mãos das forças rebeldes.

6 ALIANÇA COM AHMADINEJAD

A aproximação de Chávez com o Oriente Médio foi intensificada em janeiro de 2012, quando o político iraniano Mahmoud Ahmadinejad visitou Caracas, capital da Venezuela. Na época, os Estados Unidos estavam impondo novas sanções à exportação de petróleo para o país persa, e o apoio de Chávez — que defendeu inúmeras vezes o governo do presidente iraniano — era estratégico durante o conflito.

7 DOENÇA FATAL

População da Venezuela esperando para ver o corpo de Hugo Chávez, 2013 / Crédito: Getty Images

 

A luta de Hugo Chávez contra o câncer foi tratada com sigilo. No dia 10 de junho de 2011, o chanceler venezuelano Nicolás Maduro anunciou que Chávez teria sofrido uma operação de emergência em Havana, Cuba, e 20 dias depois um Chávez pálido e esquelético apareceu a público, anunciando que tinha sido operado de câncer. A localização do tumor não foi revelada.

8 “NÃO ME LEVES AINDA”

Chávez realizou diversas cirurgias contra o câncer, sendo visto em abril de 2012 chorando em uma missa, e pedindo a Deus: "Não me leves ainda”. Governando por 14 anos, Hugo Chávez faleceu em Caracas, aos 58 anos de idade, em 5 de março de 2013. Seu velório teve grande comoção popular, com filas de venezuelanos aglomerados para se despedir dele.


+ Saiba mais sobre Hugo Chávez através das obras abaixo:

Hugo Chávez: Minha primeira vida, de Ignacio Ramonet (2018)

Link - https://amzn.to/2Pf8HGo

Hugo Chávez: da Origem Simples ao Ideário da Revolução Permanente, de Bart Jones

Link - https://amzn.to/2RseUBq

Quem tem medo de Hugo Chávez?: América Latina: integração pra valer, de FC Leite Filho

Link - https://amzn.to/2rWXe6l

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.