Matérias » Ciência

Descoberta no fundo do mar: a curiosa lula com superpênis

No ano de 2010, a captura de uma lula macho ajudou cientistas a entenderem a reprodução desses animais

Redação Publicado em 22/01/2022, às 09h00

Lula da espécie encontrada em 2010
Lula da espécie encontrada em 2010 - Wikimedia Commons / Darren Stevens

Durante muito tempo, informações sobre a reprodução de cefalópodes que vivem no fundo dos oceanos, foram escassas. Porém, a descoberta de uma equipe de biólogos do Reino Unido no ano de 2010 começou a mudar esse cenário.

Ao encontrarem uma lula macho da espécie Onykia ingens, os profissionais perceberam que o espécime tinha o pênis ereto, o qual, surpreendentemente, era quase do tamanho do corpo do animal. A partir da descoberta, os profissionais puderam obter novas conclusões sobre o molusco, as quais foram divulgadas por meio de artigo publicado no Journal of Molluscan Studies.

Uma curiosa descoberta

Pouco após a publicação do estudo, Alexander Arkhipikin, biólogo marinho e especialista em peixes de águas profunda, concedeu uma entrevista à BBC na qual tratou sobre o tema. Segundo informou o portal O Globo, o especialista afirmou que a lula foi capturada durante um cruzeiro de pesquisa.

"A lula adulta foi recolhida durante um cruzeiro de pesquisa em uma área da Patagônia. Tiramos o animal da rede, ele estava moribundo, com braços e tentáculos ainda se movendo, e cromatóforos na pele se contraindo e expandindo" disse Arkhipikin na época.

Imagem ilustrativa de lula / Crédito: Wikimedia Commons / Anderson Mancini

"Quando abrimos o manto da lula para avaliar sua idade, testemunhamos um fato incomum. O pênis da lula, que havia se estendido apenas um pouco além da margem do manto, de repente se tornou ereto e se alongou rapidamente até um total de 67 centímetros, quase o mesmo tamanho do animal."

Poucas informações 

Pouco se sabe sobre a reprodução de cefalópodes que vivem em águas profundas. Há muito mais informações sobre as espécies que vivem em águas rasas, o que incluem alguns tipos de lulas, além de polvos e sépias.

Conforme apontou o biólogo, a parte mais característica do corpo dessa classe de animais é a estrutura fechada, muito semelhante a um capuz, a qual é denominada manto.

A estrutura, além de proteger seu sistema de excreção e seus órgãos sexuais, é utilizada para a locomoção, realizada por meio de um mecanismo de propulsão. Curiosamente, ao mesmo tempo, os cefalópodes precisam resfriar o manto para respirar.

Lula da espécie Illex illecebrosus / Crédito: Wikimedia Commons / Ryan Hodnett

Formas de reprodução

Segundo a fonte, os cefalópodes de água rasa, que possuem pênis curtos, desenvolveram um braço especial para auxiliar na reprodução.

O órgão reprodutor produz "pacotes" de espermatozoides, conhecidos como espermatóforos. Estes são transferidos para o receptáculo da fêmea, localizado na pele ou na cavidade interna do animal, a partir da utilização do braço modificado.

Entretanto, até o momento da descoberta da lula com pênis longo, os cientistas não sabiam como esse processo era realizado entre as espécies de água profunda, uma vez que elas não possuem braços modificados.

"A gente tinha apenas suspeitas de como isso poderia ocorrer em águas profundas", declarou Arkhipkin à BBC na época. "Acreditava-se que elas lançavam os espermatóforos à distância, para que alcançassem as fêmeas", mas a hipótese foi descartada após a captura da lula da espécie Onykia ingens.

"Obviamente, um pênis fortemente alongado é a solução", afirmou o biólogo. Segundo ele, os espermatozoides são injetados pelo macho diretamente no corpo da fêmea, evitanto eles sejam levados pela água.

Confira o estudo completo por meio deste link.


+Saiba mais sobre o reino animal por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Ocean: A Visual Encyclopedia, de DK Publishing (2015) - https://amzn.to/31L941I

Animals: A Visual Encyclopedia, de DK Publishing (2012) - https://amzn.to/33TNk6r

Life Lessons from the Heart of Horses: How Horses Teach Us About Relationships and Healing, de Kathy Pike (2021) - https://amzn.to/31JdYMA

Animal Kingdom: A Collection of Portraits, de Randal Ford (2018) - https://amzn.to/33QdKWN

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W