Matérias » Brasil

Dia da Bandeira: Identidade brasileira e seus símbolos

No Dia da Bandeira, conheça outros dez símbolos nacionais

Bruno Vieira Feijó Publicado em 19/11/2018, às 16h30

A bandeira do Brasil é o principal símbolo do país, mas não é o único
A bandeira do Brasil é o principal símbolo do país, mas não é o único - Reprodução

É para identificar um país que servem os símbolos nacionais. O especialista Stuart Hall, em A Identidade Cultural na Pós-Modernidade, afirma que “culturas nacionais, ao produzir sentidos sobre a ‘nação’ – imagens e símbolos –, constroem identidades”. No Brasil, os símbolos regidos por lei são: Hino, Bandeira, Brasão e Selo Nacional. Mas o país tem muitos outros.

Hino da Independência

Dom Pedro I compondo o Hino da Independência Wikimedia Commons

Em 7 de setembro de 1822, quatro horas após a proclamação da Independência, dom Pedro I foi à Ópera, em São Paulo, escutar o hino que ele mesmo compôs: “Já podeis da pátria filhos...”

Bandeira Imperial

Bandeira Imperial Reprodução

A primeira bandeira após a independência foi criada pelo francês Jean-Baptiste Debret, em 18 de setembro de 1822. O brasão da época trazia a coroa e remetia à esfera armilar, símbolo português de poder marítimo.

Hino Sete de Abril

Francisco Manuel da Silva, compositor do Hino Sete de Abril Reprodução

Aquele que se tornaria o Hino Nacional foi composto em 1831 pelo regente Francisco Manuel da Silva. A estreia do hino, que era apenas uma marcha patriótica, sem letra, ocorreu no Rio de Janeiro, em 1831, para comemorar a abdicação de Pedro I do trono brasileiro em favor de Pedro II.

Bandeira Provisória

Bandeira Provisória Reprodução

Feita às pressas e bem parecida com a dos Estados Unidos, a bandeira foi hasteada no dia da proclamação da República, em 15 de novembro de 1889. Ela durou só quatro dias.

Brasão

Brasão Republicano Wikimedia Commons

O Brasão Republicano, instituído em 19 de novembro de 1889, junto com o Selo Nacional, leva uma espada (homenagem aos militares) e ramos de café e fumo, que representam a riqueza agrícola da época.

Hino da República

Medeiros e Albuquerque, autor da letra do Hino da República Wikimedia Commons

Em 1890, é aberto um concurso para a criação do Hino Nacional, vencido por Leopoldo Miguez e Medeiros e Albuquerque. O marechal Deodoro da Fonseca, porém, preferiu o Hino Sete de Abril, saindo pela tangente: promulgou o vencedor como o Hino da Proclamação da República – o do refrão “Liberdade, liberdade...”

Hino Nacional

Hino Nacional Wikimedia Commons

O deputado Coelho Neto propõe que seja criada uma letra à altura da melodia do Hino Nacional – o tal Sete de Abril. Após muitas tentativas, os versos do “Ouviram do Ipiranga as margens plácidas...”, de Joaquim Osório Duque Estrada, são escolhidos, somente 16 anos depois, em 1906.

Faixa presidencial

Faixa presidencial Reprodução

Em 1910, por um decreto de Hermes da Fonseca, a faixa presidencial – confeccionada com tecido e enfeitada por um alfinete de ouro com brilhantes – foi criada com o objetivo de dar um símbolo de poder próprio ao presidente. O primeiro a usá-la publicamente foi Getúlio Vargas

Selo Nacional

Selo Nacional Wikimedia Commons

Em 1992, o Selo Nacional, instituído em 1889, assim como o Brasão, é adicionado por uma emenda à lei dos símbolos nacionais.

Ave Nacional

Sabiá-laranjeira Reprodução

Símbolo da fauna brasileira, o sabiá-laranjeira foi escolhido, em 2002, entre as 1677 espécies de aves do país. A primeira tentativa de tornar o pássaro símbolo nacional foi em 1987, no governo de José Sarney.