Matérias » Estados Unidos

Diane e Nick: O casal que se apaixonou em meio ao 11 de setembro

Com o voo desviado durante os atentados, o casal protagonizou uma história singular

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 26/09/2021, às 09h00

Diane e Nick em encontro em 2002
Diane e Nick em encontro em 2002 - Arquivo pessoal / Nick e Diane Marson

Na manhã de 11 de setembro de 2001, o voo 5 da Continental Airline realizava um trajeto partindo de Londres, na Inglaterra, até Houston, no Texas, EUA. Contudo, durante o trajeto, o piloto anunciou que, em caráter emergencial, o voo teria de ser desviado para a cidade de Newfoundland, no Canadá, onde posariam.

Para os passageiros, incluindo Nick Marson, um empresário britânico, e Diane Kirschke, americana que voltava após visitar o filho, parecia apenas uma situação para corrigir algum problema técnico, contudo, poucos instantes antes, o aeronave foi uma das 200 comerciais desviadas para o Canadá na 'Operação Fita Amarela'.

A ação foi responsável por limpar o espaço aéreo dos EUA em decorrência dos ataques ao World Trade Center e ao Pentágono naquela manhã. A situação só foi revelada depois do pouso, quando se depararam com dezenas de aviões enfileirados, aguardando uma resolução para a conclusão dos trajetos.

A autorização para retomada dos voos só chegaria ao longo da semana, concentrando 7 mil pessoas em abrigos improvisados nas instituições de ensino e centros comunitários regionais.

E foi assim que Diane e Nick se conheceram, iniciando uma longa jornada de companheirismo, como relatou o portal da viagens da CNN norte-americana.

Diane e Nick em dinâmica nos dias seguintes ao 11 de setembro, no Canadá / Crédito: Arquivo pessoal / Nick e Diane Marson

 

Date imprevisível

Enquanto a dupla participava na fila para receber cobertores e suprimentos, Diane reclamou que seu kit cheirava a naftalina. Atrás dela, Nick fez questão de corrigi-la: "É cânfora!", criando o alívio cômico na situação tensa.

A brincadeira foi suficiente para dar abertura a uma conversa amigável. Posteriormente, eles descobriram que estavam no mesmo voo para o Texas

No dia seguinte, foram juntos passear pela cidade canadense, onde compraram refrigerantes e conversaram mais sobre semelhanças de vida.

Os dois eram divorciados, com filhos adultos e com compromissos em locais próximos. Ao longo dos dias, visitaram e fotografaram, sempre juntos, pontos de Newfoundland, até a autorização para o retorno do voo.

Antes de entrar na aeronave, Diane aproveitou para agarrar Nick e beijá-lo, como relatou à CNN.

"Eu provavelmente não veria Nick novamente também. Então, eu estava muito chateada. [...] Então, eu apenas o agarrei e dei-lhe um grande e bom beijo". Retornaram juntos no trajeto e ainda aproveitaram para visitar lugares do Texas enquanto o britânico não voltava à Inglaterra.

Diane e Nick em fotografia recente, após assistirem o musical "Come From Away" / Crédito: Arquivo pessoal / Nick e Diane Marson

 

União do destino

Quando tiveram de se separar pelos compromissos pessoais, trocaram telefonemas e e-mails com frequência, mas Nick foi além.

Ele pediu para que sua empresa o transferisse em definitivo para Houston, no Texas, obtendo aprovação em dezembro daquele ano, três meses após conhecer com a nova namorada.

Em março de 2002, se apresentaram para as famílias de ambos. Em setembro do mesmo ano, casaram-se, adotando o sobrenome Marson para ambos. A história acabou sendo divulgada na pequena Newfoundland, onde foram convidados a celebrar o casamento com votos do prefeito e população local.

Os pombinhos seguem juntos e ainda venderam a história para uma adaptação musical nos teatros e em filme, de nome "Come From Away" ('Vindo de longe", em tradução livre).

A versão gravada da peça foi lançada pelo serviço de streaming AppleTV+ e, de acordo com Nick, eles já assistiram as versões exatas 118 vezes: "Diane vai diz que estamos renovando nossos votos cada vez que vemos isso", brincou à CNN.