Matérias » Personagem

Dificuldade na fala e desafios na carreira: Ayrton Senna lutou contra uma paralisia facial

Na década de 1980, o piloto enfrentou problemas de saúde em um momento crucial de sua trajetória na Fórmula 1

Penélope Coelho Publicado em 22/02/2021, às 14h11

Senna em entrevista no ano de 1984
Senna em entrevista no ano de 1984 - Divulgação/Tv Mulher/ Youtube/Paulista Digital

Ayrton Senna da Silva foi um dos maiores ídolos brasileiros, lembrado até hoje por sua atuação como piloto da Fórmula 1. O profissional faleceu num trágico acidente em maio de 1994, ao participar do Grande Prêmio de San Marino daquele ano.

Diversos aspectos da vida de Senna são motivos de curiosidade até hoje, mesmo depois de quase 27 anos de sua morte. Para além de sua performance no esporte, o piloto despertava a curiosidade no público para outros aspectos como: sua vida pessoal e relacionamentos amorosos.

Contudo, a saúde do ídolo do esporte também se tornou pauta na década de 1980, quando o paulistano enfrentou uma paralisia facial proveniente de uma infecção viral, que surgiu em um momento de suma importância em sua carreira, como documentou uma reportagem do Globo Esporte, publicada em fevereiro de 2020.

O diagnóstico

O final de 1984 foi um período marcante na vida do astro. O futuro tricampeão mundial havia assinado um contrato importante em sua trajetória na Fórmula 1: seria o novo piloto da Lotus.

Contudo, para viver esse desafio, Senna teve que enfrentar outro problema. No fim daquele mesmo ano, havia sido acometido por uma paralisia facial. Certo dia, o recém-contratado da Lotus acordou com o lado direito do rosto totalmente paralisado.

Na época, inicialmente, a circunstância causou pânico, acreditava-se que o brasileiro havia sofrido um derrame. Entretanto, após alguns exames veio o diagnóstico: a paralisia havia sido resultado de uma mastoidite. A enfermidade se dá quando há uma inflamação do nervo mastoide, conhecido por ser o responsável por transmitir os comandos do cérebro à musculatura facial.

Ayrton Senna em entrevista realizada no ano de 1985 / Crédito: Divulgação/TV Globo/Youtube/TEAMF1VIDEOS

 

Percalços

Na ocasião, o problema em seu rosto era visível e gerou comentários entre os fãs do piloto e na mídia. Contudo, a situação de Senna passou a preocupar também os mandachuvas da Lotus.

Em decorrência do adoecimento, o paulistano ficou de fora de fases importantes para a nova equipe como: os testes no Circuito Paul Ricard, na França, além de ter pausado as sessões de preparação física necessárias para a realização das corridas.

O início dessa nova fase foi muito difícil para o piloto — que ainda enfrentou mais desafios pela frente em decorrência da paralisia facial, como a dificuldade de falar.

Tratamentos

Inicialmente, o piloto começou a tratar a doença com o uso de cortisona, mas, ele temia os efeitos colaterais da medicação. Por isso, parou de realizar o tratamento dessa forma. Porém, a piora da situação ficava cada vez mais evidente.

O quadro se agravava com o clima, principalmente com o ar-condicionado em ambientes fechados. Por isso, o preparador de Senna, Nuno Cobra, insistiu para que seu cliente retomasse as sessões.

Na época, Ayrton realizou tratamentos alternativos e massagens faciais, contudo, com a falta de resposta de seu corpo, o paulistano não teve outra opção a não ser apostar no método tradicional.

Senna correndo como piloto da Lotus, no GP da Inglaterra, em 1986 / Crédito: Wikimedia Commons

 

Após a insistência de seu preparador físico e a força de vontade do ídolo do esporte, Senna estava finalmente recuperado por completo em fevereiro de 1985, com a musculatura de sua face funcionando normalmente.

Foram meses angustiantes para Ayrton, mas, esse triste episódio de sua vida teve um fim. Depois disso, o homem seguiu uma trajetória de sucesso no período em correu pela Lotus, conquistando sua primeira vitória na Fórmula 1 já na segunda corrida pela equipe. Além de ter sido eleito por revistas especializadas, o piloto mais popular da época.


+Saiba mais sobre Ayrton Senna por meio das obras disponíveis na Amazon:

Ayrton Senna: Uma Lenda a Toda Velocidade: Uma Jornada Interativa, Christopher Hilton (2009) - https://amzn.to/2W9cKHD

Dossiê Michel Vaillant - Ayrton Senna, Lionel Froissart (2014) - https://amzn.to/3f5aYA8

Ayrton Senna: A trajetória de um mito, Lionel Froissart (2014), eBook -https://amzn.to/3f6D7Xl

A Paixão de Senna, Rui Pelejão (2014), eBook - https://amzn.to/2YhgyJJ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W