Matérias » Personagem

Ella Harper, a saga da 'Menina Camelo' foi muito além do freak show

A artista tinha uma deformação física que fez com que ela ganhasse muito dinheiro viajando nos famosos circos de 'aberrações'

Caio Tortamano Publicado em 08/05/2020, às 06h00 - Atualizado em 28/05/2021, às 08h00

Ella Harper ficou conhecida como Menina Camelo
Ella Harper ficou conhecida como Menina Camelo - Domínio público/Nickel Plate Circus

Por mais cruéis que a cultura antiga dos show circenses de “aberrações” possa parecer, esse tipo de entretenimento dava bons frutos para os artistas que tinham nas suas excentricidades algo verdadeiramente único. Esse foi o caso de Ella Harper, a menina camelo.

Harper nasceu no Tennessee por volta de 1870 — embora não se tenha certeza absoluta quanto a isso, é a data e local mais comumente relatados — com uma condição ortopédica única, seus joelhos virados para trás. Essa condição tornava para ela muito mais fácil andar com a ajuda das mãos, resultando no seu apelido.

A atração

Ella era a estrela do Circo Harris Nickel Plate Show, isso quando tinha aproximadamente 16 anos de idade. Suas apresentações geralmente começavam com Harper entrando juntamente com um camelo. Era sensação nas cidades em que passavam, aparecendo sempre nos jornais locais.

Pôster do circo em que Ella fazia parte, notório pela presença de animais ferozes / Crédito: Domínio Público

 

Esses periódicos muitas vezes descreveram Ella como uma maravilhosa aberração, com um deles tendo descrito a artista como “a mais maravilhosa da natureza desde a criação do mundo, nunca tendo havido um defeito sequer”.

O seu salário era bem generoso para a época, ganhando a quantia de 200 dólares por semana. Além disso, a garota se mostrava extremamente esclarecida, e almejava projetos além do mundo circense.

Prova disso foi o dia de sua grande despedida, quando foram procurar pela menina camelo em seu camarim encontraram apenas o cartão de visitas de Ella com a seguinte frase em seu verso: “Sou chamada de garota camelo, porque meus joelhos ficam para trás. Eu posso andar melhor com minhas mãos e pés, como você vê na foto. Eu viajei consideravelmente no show business nos últimos quatro anos e agora, em 1886, pretendo sair do show business e ir à escola e me preparar para outra ocupação.”.

Vida depois do circo

Pouco se tem notícia do que Ella teria feito depois de mudar de vida. As informações coletadas e contadas hoje vieram da pesquisa de um genealogista foi atrás dos detalhes de sua vida, bem como o de sua futura família. Fato era que o salário que tinha possibilitava a mulher a viver em paz por um bom tempo.

Depois de ter abandonado sua vida como aberração, ela encontrou um professor chamado Robert L. Savely, com quem se casou em junho de 1905. As informações de sua vida foram obtidas por meio de censos demográficos realizados nos Estados Unidos, que indicavam que ela e o marido viviam em Nashville, no Tennessee por volta de 1910.

Fotografia de Ella ao lado de sua certidão de casamento / Crédito: Domínio Público

 

Lá eles moravam com a mãe de Ella, e adotaram uma criança de três meses, que veio a falecer infelizmente semanas depois de ter sido adotada. A morte, inclusive, não veio a tardar para Harper, que morreu em 1921, de câncer de cólon.

A ex-artista foi supostamente enterrada no Cemitério Spring Hill, em Nashville, onde consta um túmulo com o nome Ella Harper, cercada de outros membros de sua família. Apesar da dúvida, lá é oficialmente o seu local de enterro em sites de busca e arquivos funerários.

Independente de ser ela ou não na lápide, Harper foi uma das artistas circenses que mais soube aproveitar da pequena fortuna que juntou em sua vida, e conseguiu se disvencilhar de ser para sempre apenas uma "aberração".


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo, disponíveis na Amazon

Le Monde Bizarre, de Vários Autores (eBook) (2019) - https://amzn.to/2WZBbJU

O Circo do Dr. Lao, de Charles G. Finney (2011) - https://amzn.to/39Dttry

Geek Love: Todos nós temos um lado freakshow, de Katherine Dunn (2018) - https://amzn.to/3dCtJtQ

Circo Mecânico Tresaulti, de Genevieve Valentine (2016) - https://amzn.to/3bIdg5s

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W