Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Cinema

Entre aliens e crimes legalizados: Os filmes que 'imaginaram' 2022

Diversos longas imaginaram como seria o futuro em 2022. Será que a realidade é mais assustadora que nossa realidade?

Fabio Previdelli | @fabioprevidelli_ Publicado em 12/02/2022, às 09h00

Cena do filme 'O Lado Sombrio da Lua' (1990) - Divulgação
Cena do filme 'O Lado Sombrio da Lua' (1990) - Divulgação

Imaginar o futuro nem sempre parece algo fácil, afinal, por mais que eventos do presente possam ajudar a entender o que está por vir, imprevisibilidades podem acontecer e mudar completamente o rumo das coisas. A pandemia que o diga, não?

Mesmo assim, o exercício é feito aos montes e ideias do que o futuro nos reserva são constantemente temas de livros, filmes e das mais diferentes produções audiovisuais. Mas, pensando por um ponto de vista completamente diferente, será que o presente em que vivemos já foi imaginado como futuro por pessoas do passado?

Já contamos sobre a narrativa do longa 'No Mundo em 2020' que, apesar do nome, se passa em nosso ano atual. Lançado em 1973, o filme baseado no romance de Harry Harrison surpreende ao fazer previsões assertivas sobre nossa sociedade atual como, entre outras coisas, a superpopulação de metrópoles, o aquecimento do planeta e a escassez de alimentos. 

Cena do filme ‘No Mundo de 2020’ (1973)/ Crédito: Divulgação

Mas a narrativa dirigida por Richard Fleischer não está só, outras produções também tentaram imaginar como seria o mundo em 2022. Será que elas acertaram? Confira!

Pandemia mais letal e a brutalidade liberada 

Quando falamos sobre filmes que tentam prever o futuro, nosso pensamento imagina, em um primeiro momento, um período em que as coisas são completamente diferentes de nossa atual realidade, num tempo onde a viagem no tempo já é algo comum ou onde carros voadores ganhem novos modelos a cada mês, por exemplo. 

Mas o longa ‘Pânico em Casa’ (2021) imaginou um futuro bem mais próximo. Produzido durante a pandemia, o filme imagina os desdobramentos do coronavírus em 2022. Um spoiler? As coisas não andam nada bem.  

No roteiro, que se desenrola a partir de abril, uma nova mutação foi responsável por varrer parte da população mundial. Duas vezes mais letal e três vezes mais transmissível, a nova cepa é responsável por vitimar 253 milhões de pessoas em todo o mundo — para se ter uma ideia, atualmente, o número de mortes em decorrência da doença já ultrapassou a casa dos 5,79 milhões.

A variante fictícia também é responsável por diversas mudanças em nossa sociedade. Enquanto o Central Park se tornou um enorme hospital de campanha, o Reino Unido entrou em uma enorme crise que acabou dividindo o bloco em dois Estados. Em diversas cidades, muros separam as pessoas com anticorpos e as sem, enquanto as ruas são patrulhadas por policiais que máscaras de gás como aquelas de Chernobyl. 

Já no primeiro longa da franquia ‘Uma Noite de Crime’ (2013), os Estados Unidos de 2022 parece ser um país dos sonhos para qualquer um. Com taxas de criminalidade irrisórias, o desemprego atinge apenas 1% da população. Mas para chegar a tal nível de progresso, uma atitude extrema teve que ser tomada. 

Segundo a narrativa, os Estados Unidos colapsaram no início da década de 2010 em virtude da expansão populacional e do alto índice criminal. Para superar isso, autoridades do país criam a noite do expurgo, um feriado onde todo tipo de crime é permitido. O primeiro longa da franquia ocorre em um 2022 ficcional, justamente quando a data é aprovada pela maior parte da população. 

Alienígenas e estrelas de Star Wars

Outro filme lançado no ano passado que imagina como seria 2022 é ‘Guerra do Amanhã’. Entretanto, o longa que tem Chris Pratt como protagonista é bem mais imaginativo. A narrativa mostra que, nos anos 2050, os humanos terão que lutar contra uma invasão alienígena.

É aí que a sociedade do futuro volta no tempo até o ano de 2022 para recrutar voluntários para ajudarem as pessoas do futuro. No longa, os personagens do futuro aparecem durante a final da Copa do Mundo do Qatar, que está marcada para o dia 18 de dezembro.

Um ponto interessante é que a seleção brasileira marcaria seu primeiro gol, e lideraria o placar, quando a invasão acontece. Será que alguma dessas previsões acontece esse ano?

Voltando um pouco no passado, em 1993 para ser mais exato, dois filmes protagonizados por lendas do universo Star Wars também imaginaram como seria a sociedade no ano de 2022.

Em ‘Time Runner’, Mark Hamill (o eterno Luke Skywalker) ajudará os humanos a conter uma invasão alienígena que acontece em 2022. Para isso, ele voltará para a década de 1990, onde tentará mudar o rumo da humanidade. 

Billy Dee Williams, o queridinho Lando Calrissian, é o protagonista no longa ‘Alien: A intrusa’. O filme mostra como a realidade virtual passou a ser usada por homens que buscam realizar suas fantasias eróticas com as mulheres que sonham. Porém, essas representações acabam virando uma grande ameaça. 

Exploração espacial e as mudanças climáticas

A invasão alienígena parece ser um assunto recorrente em filmes do passado que tentaram imaginar como seria o ano de 2022. Mas o longa ‘O Lado Sombrio da Lua’ (1990) explora um outro clichê hollywoodiano. 

Na narrativa, a sociedade moderna possui uma grande facilidade em explorar o universo, algo condizente, em partes, com a realidade que vivemos hoje. Porém, a trama ‘viaja’ ao imaginar uma tripulação espacial que se perde em uma missão e acaba sendo assombrada com uma possessão demoníaca. 

Para finalizar, ‘Tempestade: Planeta em Fúria’ (2017) apresenta um futuro distópico, mas que poderia ser muito plausível. No longa estrelado por Gerard Butler, as mudanças climáticas são responsáveis por diversos fenômenos ao redor do mundo. Para se proteger de catástrofes, diversas nações se unem para construir um escudo que protege o planeta.


+Saiba mais sobre Hollywood por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Hollywood: 131, de Charles Bukowski (1998) - https://amzn.to/2UXDWKe

Cenas de uma revolução: o nascimento da nova Hollywood, de Mark Harris (2011) - https://amzn.to/3c6gqAr

O pacto entre Hollywood e o nazismo: Como o cinema americano colaborou com a Alemanha de Hitler, de Ben Urwand (2019) - https://amzn.to/2ViwOqO

Hollywood Babylon: The Legendary Underground Classic of Hollywood's Darkest and Best Kept Secrets (Edição Inglês), de Kenneth Anger (1981) - https://amzn.to/2RurMWU

O livro do cinema, de Vários autores (2017) - https://amzn.to/2VeOS52

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W